Solidariedade a AHOMAR e novas ações/ Solidarity and new actions for Ahomar

Por , 06/07/2012 09:07

Em primeiro lugar, gostaríamos de agradecer a todas as entidades e indivíduos que aderiram ao Manifesto de Repúdio ao Assassinato dos Pescadores Almir e Pituca, da AHOMAR. Foram mais de 400 manifestações de solidariedade, que ajudaram a dar força aos pescadores e, em especial, às famílias dos pescadores assassinados. 

Na sexta feira, 29 de Junho, o Manifesto foi lançado na OAB/RJ e entregue a AHOMAR em um ato político, com grande repercussão midiática. Através deste link é possível conferir a fala de Alexandre Anderson, pescador e presidente da AHOMAR.

Graças a pressão feita, algumas das demandas do Manifesto já receberam encaminhamento. A Polícia Civil do Rio de Janeiro está investigando as mortes de Almir Nogueira de Amorim e João Luiz Telles e foram reabertas as investigações sobre os assassinatos de Paulo Santos Souza e Márcio Amaro, mortos em 2009 e 2010, respectivamente. Mas isso ainda é pouco!

Através dessa mensagem, gostaríamos de sugerir algumas importantes ações adicionais imediatas:

1. Envio de correio eletrônico para o Governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, com cópia para o Secretário de Segurança Pública, Sr. José Mariano Beltrame e o Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Sr. Antonio Claret Campos Filho, e para a Secretária Nacional de Direitos Humanos, Sra. Maria do Rosário, solicitando a imediata assinatura do Decreto de Institucionalização do Programa Estadual de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos e a reabertura da DPO da Praia de Mauá, onde está localizada a sede da AHOMAR (ver instruções abaixo).

POR FAVOR ENVIAR A MENSAGEM ABAIXO PARA:

PARA: Governador Sérgio Cabral governador@governador.rj.gov.br

C/C: Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos: Antonio Claret Campos Filho antonio.claret@social.rj.gov.br; Secretário de Segurança Pública: José Mariano Beltrame secretariodeseguranca@seguranca.rj.gov.br; Secretária Nacional de Direitos Humanos: Maria do Rosário maria.rosario@sdh.gov.br.

C/CO: Associação Homens do Mar da Baía de Guanabara AHOMAR grupohomensdomar@gmail.com; Contato Justiça Global contato@global.org.br

Nós, entidades da sociedade civil, movimentos sociais, cidadãos do Brasil e do mundo indignados com os assassinatos dos pescadores artesanais Almir Nogueira de Amorim e João Luiz Telles Penetra (Pituca), membros da Associação Homens e Mulheres do Mar (AHOMAR), da Baía de Guanabara, exigimos as imediatas: assinatura pelo Governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, do Decreto de Institucionalização do Programa Estadual de Proteção aos Defensores de Direitos Humanos e reabertura da DPO da Praia de Mauá, em Magé. Estaremos atentos até que os mandantes e assassinos diretos destes pescadores, assim como os dos também pescadores da AHOMAR Paulo Santos Souza e Márcio Amaro, mortos em 2009 e 2010, respectivamente, sejam identificados e responsabilizados.

2. Para os (as) companheiros (as) que apoiam a AHOMAR no exterior, sugerimos que o Manifesto de Repúdio pelo Assassinato dos Pescadores da AHOMAR seja protocolado nas Embaixadas e Consulados do Brasil em suas cidades. Os endereços poderão ser encontrados através deste link: http://www.itamaraty.gov.br/o-ministerio/o-brasil-no-exterior

Somos todos pescadores, somos todos militantes da AHOMAR!

-

First of all, we would like to thank all the organizations and individuals who joined the Manifest of Repudiation on the Murder of AHOMAR Fishermen. There were more than 400 expressions of solidarity that helped empower the fishermen and in particular, the families of the fishermen who were killed. The final version of the manifest is attached to this message.

On Friday June 29, the manifesto was presented to AHOMAR in a political act at the head office of the Order of Attorneys of Brazil and had a great impact. Through this link you can see the speech Alexandre Anderson, a fisherman and president of AHOMAR, gave.

Thanks to the pressure created, some of the demands of the Manifest are being addressed. The Civil Police of Rio de Janeiro are already investigating the deaths of Almir Nogueira de Amorim and Joao Luiz Telles, and have reopened the investigation regarding the murders of Paul and Márcio Souza Santos Amaro, killed in 2009. But that is still not enough.

Through this message, we would like to suggest some important additional immediate actions to be taken:

Send an e-mail to the Governor of the State of Rio de Janeiro, Sergio Cabral, with copies to the Secretary of Public Security, Mr. José Mariano Beltrame and the Secretary of Social Assistance and Human Rights, Mr. Antonio Claret Campos Filho, and the National Secretary of Human Rights, Mrs. Maria do Rosário, demanding the immediate signing of the Decree of Institutionalization of the State Program for the Protection of Human Rights Defenders and the reopening of the Police Department’s Mauá Beach Unit (DPO from Destacamento de Policiamento Ostensivo in portuguese), the region where AHOMAR headquarters are located (see instructions below).

PLEASE SEND THE FOLLOWING LETTER OF SUPPORT TO:

FOR: Governador Sérgio Cabral governador@governador.rj.gov.br

C/C: Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos: Antonio Claret Campos Filho antonio.claret@social.rj.gov.br; Secretário de Segurança Pública: José Mariano Beltrame secretariodeseguranca@seguranca.rj.gov.br; Secretária Nacional de Direitos Humanos: Maria do Rosário maria.rosario@sdh.gov.br.

CCO: Associação Homens do Mar da Baía de Guanabara AHOMAR grupohomensdomar@gmail.com; Contato Justiça Global contato@global.org.br

We, civil society organizations, social movements and citizens of Brazil and the world, outraged by the killings of the fishermen Almir Nogueira de Amorim and Joao Luiz Telles Penetrates (Pituca), members of the Association for Women and Men of the Sea (AHOMAR), of Guanabara Bay, demand the immediate signing by the Governor of the State of Rio de Janeiro, Sergio Cabral, of the institutionalization of the Decree of the State Program for the Protection of Human Rights Defenders, and the reopening of the Police Department’s Mauá Beach Unit. We will be watching until the main actors and direct killers of these fishermen, as well as those of the fishermen Paulo and Márcio Souza Santos Amaro, killed in 2009 and 2010 respectively, also from AHOMAR, are identified and held accountable.

2. For the comrades who support AHOMAR from abroad, we suggest that the Manifesto of Repudiation on the Murder of AHOMAR Fishermen be protocoled in Embassies and Brazilian Consulates in their cities. The addresses can be found through this link http://www.itamaraty.gov.br/o-ministerio/o-brasil-no-exterior

We are all fishermen, we are all activists of AHOMAR!

Deixe uma resposta

Programação feita por Ricardo Álvares, utilizando uma versão modificada do tema Panorama, criado por Themocracy.