Idaf diz que monocultura de eucaliptos traz benefícios ambientais [Pra quem?]

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

A afirmação não é novidade. Qualquer cidadão que acompanhe, com pesar, o triste avanço da monocultura de eucalipto sobre todo o território do Espírito Santo, sabe que o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) tem sido o bode expiatório de toda uma cultura anacrônica, insustentável e antidemocrática, que permanece entre os gestores públicos do Espírito Santo ainda nos dias de hoje, apesar das maquiagens verdes que se pretende impingir nos discursos, publicidades e justificativas de programas ambientais. (mais…)

Ler Mais

Temer antecipa ‘pacote do veneno’ e proíbe Anvisa de se manifestar sobre agrotóxicos

Ministério da Agricultura assume controle das informações sobre venenos já registrados. Pasta dirigida por Blairo Maggi vai excluir Anvisa e Ibama e controlar sozinha registro de novos agroquímicos

por Cida de Oliveira, da RBA

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), subordinada ao Ministério da Saúde, não presta mais informações a respeito de agrotóxicos, inclusive sobre aqueles registrados antes de 2016. A informação é da assessoria de imprensa da agência. Indagada na tarde da quarta-feira (1º) sobre as substâncias registradas ano passado – um recorde, segundo nota do Ministério da Agricultura (Mapa) –, limitou-se a informar que os questionamentos devem ser encaminhados diretamente à Agricultura. (mais…)

Ler Mais

Especial Vigilância: Caçando infiltrados

Leia a entrevista com a jornalista investigativa Eveline Lubbers, cuja profissão é descobrir e expor policiais infiltrados em organizações civis. Graças ao seu trabalho, dezenas de casos vieram à tona na Europa. Ouça suas dicas

Por Natalia Viana, da Agência Pública

A repórter investigativa Eveline Lubbers é especializada em caçar policiais infiltrados no meio de organizações civis. Isso mesmo: desde 1980, essa holandesa se dedica a desmascarar policiais infiltrados, P2, paisanos, ou como você quiser chamar os elementos de forças de segurança que fingem ser civis para obter informações sobre grupos de pessoas que se unem para fazer alguma reivindicação social. Fundadora do Undercover Research Group, na Inglaterra, ela acompanhou de perto o famigerado caso de um policial que foi infiltrado durante setes anos no movimento ambientalista londrino. “Depois dele, muitos outros casos surgiram e percebemos que teríamos que ter uma organização para dar conta”, explica. Nessa entrevista, ela revela como é ser caça-P2 e dá dicas para os ativistas brasileiros. (mais…)

Ler Mais

Especial Vigilância: Um infiltrado na vila Autódromo

Como um guarda civil tentou dar uma de James Bond e acabou expulso da comunidade que resistiu à Olimpíada

Por Gabriele Roza e Giulia Afiune da Agência Pública

Quando um guarda municipal à paisana entrou na casa de Maria da Penha Macena, uma das principais lideranças da Vila Autódromo, já fazia anos que a comunidade estava ameaçada de remoção pela prefeitura do Rio de Janeiro comandada por Eduardo Paes (PMDB). Grande parte das 500 famílias que viviam na comunidade vizinha ao Parque Olímpico já havia sido removida para dar lugar a vias de acesso ao complexo esportivo. Depois dos Jogos, o local seria cedido a um consórcio entre Odebrecht e Carvalho Hosken para construir ali torres de apartamentos de luxo. (mais…)

Ler Mais

Lideranças do povo Mura cobram promessas do governador do Amazonas

Por J. Rosha – Cimi Norte I

Tuxauas das aldeias Cuia, Moiray, São Felix, Pontas das Pedras, Guapenu e Sampaio, localizadas em  Autazes (AM) – município localizado a 107 quilômetros da capital -, vão cobrar do governador José Melo (PROS) o asfaltamento dos ramais que dão acesso às aldeias Cuia, São Felix e Moiray, do povo indígena Mura. A execução das obras foi prometida durante a campanha eleitoral de 2014, conforme explica José Roberto Yamuth, tuxaua da aldeia Cuia. (mais…)

Ler Mais

Em recomendação conjunta, MPF, MPT, DPU e entidades civis pedem tratamento humanitário a migrantes venezuelanos que chegam a Roraima

Documento foi encaminhado ao Conselho de Imigração e pede autorização para residência temporária e carteira de trabalho. Maioria dos migrantes e solicitantes de refúgio é de indígenas, mulheres e crianças.

Por PFDC/MPF

O Ministério Público Federal, a Defensoria Pública da União e o Ministério Público do Trabalho encaminharam ontem, 2 de fevereiro, ao Conselho Nacional de Imigração (CNIg) uma recomendação que pede a adoção de medidas humanitárias diante do aumento no fluxo de venezuelanos no estado de Roraima. O documento é assinado em conjunto com o Instituto Migrações e Direitos Humanos, a Cáritas do Rio de Janeiro e de São Paulo, o Instituto Igarapé, a Missão Paz, a Fundação Avina e a Conectas Direitos Humanos. (mais…)

Ler Mais

MPF/RJ e município de Barra Mansa iniciam ações para criação de centro de memória em quartel da Ditadura

Audiência pública será realizada no dia 29 de março para informar atividades

MPF/RJ

Em reunião realizada na última quinta-feira (25), o Ministério Público Federal (MPF) em Volta Redonda e o município de Barra Mansa iniciaram as ações do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), firmado em novembro de 2016. O grupo de trabalho (GT) instituído pelo TAC apresentou o resultado dos trabalhos realizados desde o começo deste ano. No encontro foram apresentadas propostas e definidas prioridades para a criação do centro de memória no quartel da Ditadura e marcada uma audiência pública para o dia 29 de março para informar e consolidar as propostas. (mais…)

Ler Mais

MPF/MT investiga atuação do Incra no combate a ocupação irregular em assentamento na região de Cáceres

Também foi feita recomendação ao Incra para que realize fiscalização e regularize a situação ocupacional irregular da área, aplicando medidas necessárias aos invasores

MPF/MT

Denúncias de ocupação irregular no Assentamento Sadia Vale Verde, localizado no município de Cáceres, com possível dano ambiental, levaram o Ministério Público Federal em Mato Grosso (MPF/MT) a instaurar um inquérito civil para apurar a atuação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na resolução das irregularidades. (mais…)

Ler Mais

Reforma da Previdência, proteção ao mercado e desvalorização da vida

“O que temos é uma investida contra a responsabilidade social em âmbitos que são assumidos na vida privada prioritariamente pelas mulheres, ao mesmo tempo em que se amplia a idade mínima que é necessária para que elas se aposentem.”

Por Flávia Biroli, no Blog da Boitempo

O debate sobre a reforma da Previdência vem sendo apresentado pelo governo e pela mídia com ele alinhada como parte de um ajuste econômico das contas do Estado. Não é, no entanto, um problema técnico. Diz respeito ao modelo de sociedade que vamos adotar e ao tipo de proteção social que nela haverá para as pessoas. É, assim, um problema político de primeira ordem. (mais…)

Ler Mais

Mineração e povos indígenas: Brasil e Canadá estão no mesmo barco

Empresa canadense Belo Sun planeja a extração de 600 toneladas de ouro nos próximos 12 anos na Volta Grande do Rio Xingu

Por Leonardo Barros Soares*, Brasil de Fato

A mineradora Belo Sun planeja a extração de ouro na Volta Grande do Xingu, com a previsão de produção de 600 toneladas de ouro nos próximos 12 anos. Só de impostos arrecadados está prevista a soma de R$ 235 milhões, destinados ao município de Senador José Porfírio. O estudo de viabilidade ambiental é assinado pelo mesmo engenheiro indiciado no caso do rompimento da barragem de rejeitos em Mariana, com as conhecidas repercussões socioambientais conhecidas. Lembrando o famoso livro de Gabriel García Márquez, a crônica de uma tragédia anunciada, dessa vez não por uma empresa brasileira, mas canadense. (mais…)

Ler Mais