Brincando de fotografar nas aldeias Guarani, por José Ribamar Bessa Freire

No Taqui Pra Ti

Mesmo atravessando a maior crise de sua história, dando checho nos salários de docentes e funcionários, a UERJ realizou um curso de fotografia para professores e jovens guarani do Rio, entre 28 de janeiro a 4 de fevereiro. Durante 60 horas, os guarani aprenderam a fotografar e tiraram centenas de fotos mostrando o cotidiano de suas aldeias, a família, a moradia, a paisagem, as crianças e suas brincadeiras, as mulheres e seus filhos. Essas imagens serão empregadas em materiais didáticos elaborados por professores indígenas para as escolas bilíngues. (mais…)

Ler Mais

O Brasil precisa urgente de um “Alexandre de Moraes Great Open Tour 2017″, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

Alexandre de Moraes foi sabatinado, informalmente, no barco do senador Wilder Morais (PP-GO), em jantar com a presença dos também senadores Benedito de Lira (PP-AL), Cidinho Santos (PR-MT), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Ivo Cassol (PR-RO), José Medeiros (PSD-MT), Sérgio Petecão (PSD-AC) e Zezé Perrella (PMDB-MG), na última terça (7). (mais…)

Ler Mais

O desafio de ensinar História quando a História foi extinta nas escolas

Por Diego Antonelli, na Gazeta do Povo

Ensinar a história em um período que a disciplina foi abolida do currículo escolar. Esse foi o desafio dos professores durante o regime militar (1964-1985) no país. Além do fato de os professores passarem por ‘treinamento’ oferecido pelo sistema, as matérias de História e Geografia foram substituídas pelo chamado “Estudos Sociais”. Nessa disciplina o mesmo professor teria de ensinar as duas matérias com livros didáticos que obrigatoriamente passavam pelo crivo da censura. O resultado geralmente era um ensino superficial. (mais…)

Ler Mais

Os últimos suspiros da saúde pública no Brasil

Por Hêider Aurélio Pinto, no blog de Rogério Cerqueira Leite

Em breve, esse fatídico dia será conhecido como aquele no qual foram tomadas decisões que iniciaram o mais danoso e perverso retrocesso no financiamento e na estrutura da Atenção Básica e Vigilância em Saúde no Brasil.

Atenção Básica diz respeito aos serviços públicos de saúde próximos às nossas casas e que são capazes de resolver o problema de oito em cada dez pacientes/cidadãos atendidos. (mais…)

Ler Mais

A Casa Grande, os R$ 45 bi dos bancos; e os 12 milhões de escravos libertos sem trabalho

Por Mauro Lopes, no Outras Palavras

Há dois recursos discursivos que as elites usam para enrolar os pobres do país, tratando-os sempre como crianças: o primeiro é dizer que os assuntos são complicados demais e que não dá para entender, como acontece no caso dos juros da dívida pública; o segundo é simplificar e distorcer para agitar fantasmas no imaginário das pessoas, como é o caso da história tosca de que a economia do país seria como a de uma família. Na verdade, há um terceiro recurso discursivo, para situações extremas: a Polícia Militar e agora, como o demonstra o Espírito Santo, o exército. (mais…)

Ler Mais

Advogado popular concorre a vaga da Ouvidoria-Geral da Defensoria Pública no RS

Rodrigo de Medeiros se inscreveu na vaga nesta sexta e contou com a participação de movimentos populares

No Brasil de Fato

Os mais diversos movimentos populares do Rio Grande do Sul podem ter pelos próximos dois anos um forte aliado na Defensoria Pública do estado, com a indicação do advogado popular Rodrigo de Medeiros para a Ouvidoria-Geral. (mais…)

Ler Mais

Não adianta retomar e não ter como viver na terra, diz pastor (indicado pelo PSC) presidente da Funai

Antonio Costa disse que política do atual governo é buscar entendimento entre índios e fazendeiros e que já está em curso uma frente para alterar Constituição e permitir indenização a produtores

Por Helio de Freitas e Elci Holsback, no Campo Grande News

O presidente da Funai, Antônio Costa, criticou hoje (10) em Campo Grande as invasões de fazendas, chamadas pelos índios de “retomadas”. Durante reunião na sede do órgão com 20 representantes de aldeias urbanas da Capital, ele disse que não adianta retomar e não ter como viver na terra e defendeu mudança no sistema de produção nas aldeias para garantir a independência das comunidades indígenas. (mais…)

Ler Mais

Organizações pedem apuração de denúncia de discriminação a partir de samba-enredo

Diversas organizações, articulações, movimentos sociais, junto com membros da advocacia popular entraram com representação no Ministério Público Federal em Goiás, em face do Programa “Sucesso do Campo”, exibido pela Rede Goiás, afiliada da Record, nesta ultima sexta-feira, dia 12 de fevereiro.  Pediram apuração sobre o editorial do referido programa, transmitido no dia 08 de janeiro de 2017, pois teria cometido crimes de preconceito, incitação à discriminação e preconceito e, também, crime de injúria. (mais…)

Ler Mais