Focamos no Diabo e esquecemos do Inferno

Mas o mundo e as pessoas que nele habitam não são a mesma coisa”.
Arendt, Hannah (Homens em tempos sombrios, 2008).

Por Leonardo Marino, em Justificando

Willian foi fruto da violência. Sua mãe foi violentada aos 13 anos e engravidou de seu algoz. Contudo, como poderia acontecer, sua mãe não realizou um aborto ou rejeitou o filho fruto da violência. Pelo contrário, procurou de todas as formas construir as condições necessárias para a sua sobrevivência e o amou de maneira incondicional. No entanto, a cruel realidade das regiões mais empobrecidas do Brasil, obrigou sua mãe a fazer uma dura escolha, acompanhar a criação de seu filho ou garantir o sustento de sua alimentação. A escolha, quase que natural, foi pela segunda opção e Willian, assim como, outras crianças de sua comunidade, foi educado pelas ruas, nas valas de esgoto, nos campos de terra batida e nas intensas relações de convívio inerentes aos habitantes das Favelas. (mais…)

Ler Mais

Mortandade de abelhas por agrotóxicos põe em risco produção de alimentos e biodiversidade

Mais do que produzir mel, elas são fundamentais na polinização de mais de 70% das culturas agrícolas, da flora e têm papel importante na preservação das matas e florestas

por Cida de Oliveira, da RBA

A pulverização indiscriminada de agrotóxicos por via área é responsabilizada pela mortandade de colônias inteiras de abelhas de várias espécies em apiários (criadores de abelhas) e meliponários (produtores de mel) registradas em todo o país, o que coloca em risco a produção de alimentos, a manutenção de matas e florestas e a biodiversidade. A proibição da prática no estado de São Paulo, contrariando interesses do agronegócio, foi tema de audiência pública realizada na tarde desta segunda-feira (6) pelo mandato do deputado estadual Padre Afonso Lobato (PV), na Assembleia Legislativa de São Paulo.  (mais…)

Ler Mais

Nota de repúdio a “desocupação” dos indígenas Pataxó de Cabrália e Porto Seguro

Viemos a público mais uma vez denunciar e repudiar de forma enfática o absurdo processo de “desocupação” de terras Indígenas de presença ancestral do povo Pataxó. A Justiça Federal intimou a Funai para apresentar, nesta terça-feira, 07 de março, um “plano de desocupação” de uma área onde vivem mais de 500 famílias do povo indígena Pataxó. Essas comunidades do Território Ponta Grande, entre os municípios de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália, no sul da Bahia, anunciaram que resistirão. O processo de reintegração de posse, que ainda não tem data para acontecer, beneficiará a empresa Góes Cohabita Administração. (mais…)

Ler Mais

RJ – Seminário: Diálogos Lusófonos Transatlânticos

O IFCS/UFRJ, reunirá Guiné-Bissau, Cabo Verde e Brasil​: Terça, 14 de Março de 2017 das 14:30hs às 18:30hs

Produção de Conhecimento em Ciências Sociais e Formação de Massa Crítica nas Sociedades em (Re)Construção é o tema central deste Seminário que ocorrerá na próxima terça-feira, dia 14 de Março de 2017, no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ, no Largo de São Francisco, 1, Centro, Rio de Janeiro, das 14h30m às 18h30m, com  Miguel de Barros, do ​Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas da Guiné-Bissau, Revy Lima, ​do  Instituto de Ciências Sociais e Jurídicas​ da Universidade de Cabo Verde, Michel Misse, coordenador do Núcleo de Estudos de Cidadania, Conflito e Violência Urbana-NECVU do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais/UFRJ​, e Evandro Vieira Ouriques, coordenador do ​Núcleo de Estudos Transdisciplinares de Psicopolítica e Consciência-NETCCON da ​Escola de Comunicação/UFRJ e do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e das Técnicas Epistemologia /NCE/CCMN/UFRJ. (mais…)

Ler Mais

MG – Os impactos da Mineração e Laicato é tema de Seminário na Província Eclesiástica de Montes Claros

Por CPT Minas Gerais

O I Seminário Igreja Mineração e Laicato da Província Eclesiástica de Montes Claros – Arquidiocese de Monte Claros e Dioceses de Paracatu, Januária e Janaúba ocorreu no final de semana do dia 18 de fevereiro. O evento contou com a animação das Pastorais Sociais e Laicato, a presença de diversos movimentos sociais e atingidos pela mineração. A presença dos Bispos Dom José Alberto Moura (Montes Claros), Dom Ricardo Brusati (Janaúba) e Dom Jorge Alves (Paracatú) marcou o encontro e trouxe entusiasmo para o grupo. (mais…)

Ler Mais

A família do comercial de margarina não é mais maioria no Brasil

Em vinte anos, núcleo familiar tradicional passa de 58% para 42%, segundo o Ipea; Persistência da jornada de trabalho dupla para mulheres alimenta debate sobre Previdência

Por Heloísa Mendonça, no El País Brasil

A tradicional família brasileira se reconfigurou nos últimos vinte anos e já não é aquela composta por um casal com filhos. Se, em 1995, esse modelo mais tradicional respondia por cerca de 58% das famílias, em 2015, esse percentual caiu para 42%, tendo aumentado de maneira significativa o número de lares brasileiros com somente uma pessoa e também o percentual de casais sem filhos. É o que mostra o estudo Retrato Das Desigualdades de Gênero e Raça, divulgado nesta segunda-feira pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O número de pessoas que vivem sozinhas passou de 7,9% para 14,5% em duas décadas. Já o de mulheres sem filhos passou de 2,4% para 3%.  (mais…)

Ler Mais

Novo ministro da Justiça indicou à Funai condenado por arrendamento e é contra o Executivo demarcar TI’s

Por Renato Santana,  Cimi

O deputado ruralista Osmar Serraglio (PMDB/PR) será empossado nesta terça-feira, 7, como ministro da Justiça. Parlamentar atuante contra a demarcação de terras indígenas, passará por Serraglio os procedimentos demarcatórios realizados pela Fundação Nacional do Índio (Funai) – alvo de uma segunda Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), na Câmara Federal, engendrada pela bancada do empossado. (mais…)

Ler Mais

Los líderes en Brasil promueven la austeridad… pero no para ellos

Por Simon Romero, no The New York Times

SAO PAULO, Brasil — La debilitada economía brasileña está sufriendo una hemorragia en la que se pierden miles de trabajos al día: los estados hacen malabares para pagar a la policía y a los maestros y el dinero para el subsidio de comidas es tan escaso que un legislador sugirió que los pobres podrían “no comer todos los días”. (mais…)

Ler Mais

Mulheres sem-terra paralisam Vale por calote na Previdência

A ação faz parte da Jornada Nacional de Lutas do 8 de março

Por Rute Pina e Julia Dolce, no Brasil de Fato

Na manhã desta terça-feira (7), cerca de 1,5 mil mulheres do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) paralisaram o complexo industrial da empresa Vale Fertilizantes, em Cubatão (SP), para denunciar a dívida da mineradora com a Previdência. A Vale está na lista da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional (PGFN), como uma das maiores devedoras do sistema previdenciário. A empresa deve R$ 276 milhões ao INSS. (mais…)

Ler Mais

Glifosato: o veneno está em todo lugar

Altas doses do herbicida da Monsanto foram encontradas em alimentos nos EUA e consumidos em várias partes do mundo, inclusive no Brasil

Por Inês Castilho* – De Olho Nos Ruralistas

O primeiro teste em alimentos para resíduos de glifosato realizado por laboratório registrado na Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla em inglês) encontrou níveis alarmantes de contaminação em produtos dos mais tradicionais no país e mostrou o quão inadequada é a regulação dos resíduos de pesticidas. O estudo Glifosato: inseguro em qualquer prato, feito pelo laboratório de testes de segurança alimentar Aresco por solicitação do Food Democracy Now! e The Detox Project, reuniu também pesquisas independentes, realizadas em outros países, que chegaram aos mesmos resultados. (mais…)

Ler Mais