A tenologia da invisibilidade

Por J. P. Cuenca, no The Intercept Brasil

Na semana passada, o monólogo em tom de desabafo do humorista e escritor Assaf Harel na última edição do seu programa na TV israelense viralizou na internet. É fácil entender a popularidade do vídeo. Harel parece revelar uma verdade que, para muitos, precisa de decodificação: o estado de apartheid em Israel só existe por ser baseado na desumanização dos palestinos. (mais…)

Ler Mais

Tribunal de Justiça mantém indenização a pescador afetado por lama da Samarco

Da Redação Século Diário

A 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado (TJES) negou pedido da Samarco Mineração para suspender uma decisão da 1ª Vara Cível de Linhares que deferiu, em caráter liminar, o pagamento mensal de um pescador da cidade que teria ficado sem trabalho após o rompimento de barragem da empresa, em Mariana/MG. O pagamento é retroativo à data do crime ambiental – ocorrido em novembro de 2015 – e é válido até que haja uma decisão em contrário. (mais…)

Ler Mais

‘É preciso repensar esse modelo de desenvolvimento’

“Ninguém poderia considerar que um empreendimento localizado em Mariana ou Governador Valadares poderia impactar o Parque de Abrolhos”

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

“A pesca e o turismo poderiam ser um poderoso vetor de desenvolvimento de toda essa região, que já tem essas atividades entre as mais importantes em geração de emprego e renda. É preciso repensar esse modelo de desenvolvimento predominante, e conciliar as atividades industriais com a conservação da biodiversidade, da saúde e mesmo das vidas humanas. É preciso valorizar a biodiversidade, seus serviços ecossistêmicos essenciais”, afirma o analista ambiental Fernando Repinaldo, chefe do Parque Nacional Marinho de Abrolhos (Parnam). (mais…)

Ler Mais

Presidente da Câmara desdenha Justiça do Trabalho porque não é trabalhador, por Leonardo Sakamoto

No Blog do Sakamoto

Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados e codinome ”Botafogo” na lista de pagamentos da Odebrecht, retirou o resto do tapa-sexo que mantinha uma certa aura de pudor hipócrita no Congresso Nacional e deixou claro que, se depender dele, direitos trabalhistas e o bom funcionamento do mercado de trabalho serão peça de museu. (mais…)

Ler Mais

Última coluna, por Guilherme Boulos

Na Folha

Recebi nesta quarta-feira (8) uma ligação da direção da Folha dizendo que esta seria minha última coluna. Não estranhei. Estranhei, na verdade, que essa ligação tenha demorado tanto tempo para acontecer. Tenho posições antagônicas às do jornal e, principalmente, uma militância que incomoda a maior parte dos leitores e anunciantes que o mantém. (mais…)

Ler Mais

Conselho de Medicina diz que planos populares só beneficiam empresários

Entidade defende que o Ministério da Saúde articule ações estruturantes, que ponham fim ao subfinanciamento, aperfeiçoem os mecanismos de gestão e valorizem os profissionais

por Redação RBA

O Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou nota pública ontem (8) reiterando sua posição contra a liberação de venda dos chamados planos populares de saúde pelo governo de Michel Temer (PMDB). Para o Conselho, a medida “apenas beneficiará os empresários da saúde suplementar e não solucionará os problemas do Sistema Único de Saúde (SUS)”. O Conselho também negou que tenha participado da elaboração da proposta, conforme informado pelo Ministério da Saúde. “Vários convites foram encaminhados, mas todos foram recusados, pois o CFM não acredita na pertinência e na eficácia dessa proposta”, justificou a entidade. (mais…)

Ler Mais

Fechamento de escolas rurais obriga crianças a passar mais tempo na estrada que em aula

Com idades entre 5 e 8 anos, filhos de agricultores viajam até cinco horas todos os dias para estudar. Falta de escolas expulsa famílias e beneficia o agronegócio, diz MST

por Cida de Oliveira, da RBA

Todos os dias, crianças com idades entre 5 e 8 anos saem de casa às 4 e meia da manhã para chegar a tempo na aula, que começa às 7h. Se estiver chovendo, têm de caminhar dois quilômetros até o ônibus, que não consegue ir até elas por causa da lama no caminho. E quando o tempo está seco, elas ficam expostas a doenças respiratórias causadas pela poeira na estrada. Quem conta sobre essa rotina difícil, comum para crianças e adolescentes filhos de trabalhadores rurais da região de São Carlos – uma das mais importantes cidades do interior paulista, região considerada das mais prósperas do meio rural brasileiro – , é o professor Luiz Bezerra Neto, do Departamento de Educação da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Educação no Campo (Gepec), ele conhece de perto essa realidade. (mais…)

Ler Mais

Agência Nacional de Águas não pode outorgar direitos de uso na bacia do rio Solimões

Legislação prevê que, para concessão de autorizações, é necessário que a bacia possua um plano de recursos hídricos; rios da Amazônia não possuem o planejamento

Por Procuradoria da República no Amazonas

A Justiça Federal determinou que a Agência Nacional de Águas (ANA) não mais outorgue direitos de uso de recursos hídricos (Declaração de Reserva de Disponibilidade Hídrica) em processos de licenciamento ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Solimões, enquanto não for instalado o Comitê da Bacia Hidrográfica e aprovado o Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Solimões/Amazonas. A sentença foi concedida em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) para proteger os recursos hídricos da região, até agora usados sem nenhum planejamento. (mais…)

Ler Mais

Brincando de guerra

Nascidas em meio à ocupação americana no Iraque, as crianças que vivem em Mossul agora assistem à batalha sangrenta contra o Estado Islâmico. Nas brincadeiras de guerra, se fantasiam de soldados enquanto esperam seu destino: matar ou morrer

por Yan Boechat para a Agência Pública

Ainda faz frio nas primeiras horas de uma manhã ensolarada de fevereiro quando um grupo de meninos entre 6 e 13 anos corre entre as ruínas do que um dia foi um bairro de Mossul, no norte do Iraque. (mais…)

Ler Mais

Fórum Pan-Amazônico denuncia perseguição do povo Ka’apor

No Foro Social Panamazónico – FOSPA

Povo Ka’apor é um dos povos indígenas no Brasil que vem construindo experiências autonomicas de gestão territorial. Estamos sendo criminalizados pelo Estado Brasileiro.  Nesse sentido,  pensamos em socializar nossa experiência no FSPA e denunciar tal situação.  Estamos tentando nos organizar e articular a ida e um coletivo  de kaapor em abril. (mais…)

Ler Mais