Jovem Guarani Nhandeva é assassinado no norte do Paraná

Por Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul (ArpinSul)*

Na madrugada deste domingo (12) um jovem da Terra Indígena Laranjinha, localizado no município de Santa Amélia, no estado do Paraná foi covardemente assassinado com nove facadas no pescoço em uma vila próxima ao acesso à comunidade.

O jovem era conhecido como Vaguinho, e era muito conhecido na cidade por sua simplicidade e porque convivia muito bem com todos. O crime abalou muito a comunidade. A revolta e indignação é grande entre os Guarani Nhandeva pela covardia e crueldade e porque ninguém ainda deu informações que explique a motivação do crime que aconteceu na rua da movimentada vila.

A família, principalmente o vice-cacique, que é irmão da vítima, disse que quer primeiro entender a razão de uma pessoa tão simples e boa como seu irmão ser morto assim – e como ninguém sabe e viu nada. Disse que acha no mínimo estranho e quer que este ato de violência seja investigado e esclarecido para seu povo. E seja acima de tudo feito justiça.

As lideranças da comunidade demonstraram muita preocupação com o aumento da violência nesta cidade e ainda mais porque há aproximadamente um ano outro parente foi assassinado nas proximidades da mesma cidade. Uma outra pessoa da cidade também foi encontrada morta com o jovem Guarani com sete facadas na região do pescoço e mais duas no abdômen.

Todos esperam que o caso seja resolvido o mais breve possível para que seja pelo menos amenizada a dor desta comunidade.

*Fonte: Lideranças locais.

Comments (1)

  1. Há uma conivência do poder público, principalmente do governo federal e da Funai, com o assassinato de indígenas, sejam eles lideranças ou pessoas simples como este jovem Guarani Nhandeva que foi assassinado com requintes de crueldade. A violência anda à solta por todo o Brasil, principalmente nas grandes cidades. Mas os indígenas, que vivem próximo à cidades pequenas estão sendo vítimas preferenciais desses assassinos. E o governo federal que devia dar proteção aos indígenas tem a única preocupação de retirar direitos da classe trabalhadora e do povo pobre desse país.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.