No Dia Internacional de Luta contra as barragens, pelos rios, pela água e pela vida, “Belo Monte: depois da inundação” está disponível para download

No Dia Internacional de Luta contra as barragens, pelos rios, pela água e pela vida, 14 de março, o documentário “Belo Monte: depois da inundação” está disponível também para ser baixado e amplamente utilizado

Sobre o filme

Dirigido por Todd Southgate e narrado por Marcos Palmeira, “Belo Monte depois da inundação” é um documentário que relata a situação atual na cidade de Altamira e região. Agora que a construção de Belo Monte está completa e seu reservatório inundado, a primeira turbina da barragem foi testada no início de 2016.

Belo Monte tem sido um para-raios de controvérsia ao longo dos últimos 30 anos de insistência na construção da central hidroelétrica pelo governo. Agora que o rio Xingu foi barrado e Belo Monte começou a gerar energia elétrica, o governo continua sob pressão e as controvérsias em torno deste projeto não se dissiparam.

“Depois da Inundação” compara as muitas promessas feitas pelo governo federal e pelas empreiteiras durante as negociações para a construção da barragem com a situação atual, através de entrevistas com os moradores da região, ativistas e povos indígenas.

Enquanto promessas e compromissos eram firmados para trazer progresso para a região pelos proponentes desse projeto bilionário, o documentário mostra uma série de promessas não cumpridas e medidas ignoradas, que levaram não só à decepções, mas também em muitos casos, danos graves e irreparáveis às comunidades e ao seu meio de subsistência.

Depois da inundação conta uma história tocante de vidas que foram destroçadas, da omissão do governo, e, no caso do povo Juruna que vive perto da barragem, um trágico caso de etnocídio. Ainda assim, o governo mantem os planos para construir mais barragens na Amazônia.

Este documentário vai um pouco além e comenta sobre o rio Tapajós, que é outro grande afluente do rio Amazonas, localizado no estado do Pará. Ali, os Munduruku também estão lutando para impedir que o governo construa uma barragem no rio Tapajós que inundaria uma parte significativa de seu território.

Assista:

Veja mais informações AQUI. E baixe AQUI.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.