Continúa la resistencia Sioux contra Trump y sus oleoductos

Pese a que la empresa constructora afirma que el oleoducto Dakota Access se encuentra casi terminado y listo para operar, los opositores a esta polémica obra apelan ante la Corte Federal de EE.UU. su funcionamiento. Al tiempo que las protestas en Washington se hace cada vez más fuertes frente a la Casa Blanca.

Por José Carlos Díaz Zanelli, em Servindi

Una de las primeras decisiones adoptadas por el presidente de los Estados Unidos, Donald Trump, fue dar luz verde a la construcción del polémico oleoducto de Dakota Access. Sin embargo, las movilizaciones y la resistencia legal contra esta obra continúan tanto a nivel judicial como en las calles. (mais…)

Ler Mais

“Por que a gente não pode mudar e continuar sendo índio?”, questiona campanha

Por Lilian Campelo, no Brasil de Fato

“Nós somos os Baniwa, moramos no Alto Rio Negro na Amazônia. Andamos pelados, vivemos isolados, não conectados. Estamos sempre de cocar. Comemos com a mão. Cortamos o cabelo sempre igual. Não temos pátria nem religião, e o nosso único esporte é caçar, ou pelo menos era assim em 1500. E se tudo mudou, e você continua sendo homem branco, por que a gente não pode mudar e continuar sendo índio?” (mais…)

Ler Mais

Em um mês, Serraglio continua “legado” de Moraes e se mostra inimigo de indígenas

No Justificando

Desde que foi nomeado em meados de fevereiro, Osmar Serraglio (PMDB-PR) vem acumulando episódios que ajudam a entender o perfil do atual responsável pelo Ministério da Justiça no país. Citado na Operação Carne Fraca, deflagrada pela Polícia Federal nesta sexta-feira (17) e que tem por objetivo investigar um suposto esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos, Serraglio se referiu a um dos principais alvos da operação como “grande chefe”, quando ligou a ele para averiguar se um frigorífico de um aliado político seria fechado. (mais…)

Ler Mais

Odebrecht pagará R$ 30 mi para encerrar ação por trabalho escravo

No Justificando

O Grupo Odebrecht pagará R$ 30 milhões para encerrar a maior ação por trabalho escravo da história do Brasil. O acordo firmado na noite dessa quinta-feira (16) põe fim à ação civil pública ajuizada em 2014 pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em Campinas, que comprovou que o grupo submetia brasileiros a trabalho degradante em Angola. Os empregados haviam sido contratados na cidade de Américo Brasiliense (SP).  (mais…)

Ler Mais

Quem fica mais tempo na timeline: bife podre, índio morto ou escravidão?, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

A pergunta do título, mais do que uma provocação, é uma tentativa de entender como funciona o comportamento humano.

Nesta sexta (17), a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca, para desarticular uma suposta organização criminosa envolvendo fiscais agropecuários para liberar produtos sem verificação. A investigação, que focou na venda ilegal de carne, envolveu dezenas de empresas, como as gigantes BRF (dona da Perdigão e Sadia) e JBS (dona do Friboi e da Seara). A operação revelou, inclusive, a venda de carnes impróprias ao consumo humano e a reembalagem de produtos vencidos. (mais…)

Ler Mais

FAO deve reconhecer que plantações de monocultivos não são florestas!

Em 21 de março, Dia Internacional das Florestas, 200 organizações estarão relembrando à Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) de que sua enganosa definição de floresta, datada de 1948, deve ser alterada. Essa definição ultrapassada permitiu que a indústria de madeira, celulose, embalagens e papel escondesse os impactos ecológicos e sociais devastadores das grandes plantações de monoculturas de árvores, que estão por trás de uma imagem florestal positiva.

Por Movimento Mundial pelas Florestas Tropicais (WRM) (mais…)

Ler Mais

5 mitos consolidados no senso comum que acabam prejudicando a sua vida

Por Matheus Claudino, no Voyager

Muito provavelmente você já deve ter ouvido, seja no trabalho, ecoando em um bar da esquina, em rodas de amigos ou até mesmo de familiares, certas opiniões que se tornaram aceitáveis não necessariamente por estarem corretas, mas por terem sido reforçadas pelo senso comum.

Opiniões como “socialismo é lindo na teoria, mas impossível na prática porque o ser humano é mau por natureza” ou “os países desenvolvidos não possuem um Estado inchado como o brasileiro e se desenvolveram graças ao livre mercado” ou ainda (e certamente a mais conhecida), “tudo que é publico não presta, basta ver as escolas e hospitais públicos, por isso sou a favor de que tudo seja privatizado”. (mais…)

Ler Mais

O discursinho do emprego e a revisão do Plano Diretor, por Raquel Rolnik

Raquel Rolnik

Não é de hoje que ouvimos o argumento de que a regulação urbanística que define o que pode ser feito em cada terreno da cidade limita a indústria da construção civil e o mercado imobiliário, que seriam grandes geradores de empregos. Essa ideia tem servido de pretexto para o anúncio, pela gestão do prefeito João Doria, de propostas de mudanças no Plano Diretor Estratégico de São Paulo, em vigor desde 2014 e com revisão programada apenas para 2030. (mais…)

Ler Mais