Conselho Federal de Medicina homenageia Ronaldo Caiado por responsabilidade social

E a Comenda tem como inspiradora Zilda Arns, respeitada por seu compromisso social e, entre outras coisas, fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa! (TP)

Por Aracy Balbani, no GGN

Na edição 263 do Jornal Medicina, o Conselho Federal de Medicina (CFM) divulgou os nomes de cinco médicos homenageados pela entidade por “relevantes contribuições ao País ao longo de suas trajetórias pessoais e profissionais”. Criadas em 2011, as comendas são um reconhecimento “ao desempenho ético e ao compromisso social” dos profissionais.

Na solenidade de entrega das honrarias em Brasília, em dezembro de 2016, o médico ortopedista e Senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) recebeu a Comenda Zilda Arns Neumann de Medicina e Responsabilidade Social. Segundo o CFM, Caiado mereceu a distinção por ser “autor da PEC 454/2009, que cria a Carreira de Estado de Médico” e da “emenda que beneficiou profissionais liberais, como médicos, incluindo-os na tabela de menor incidência de impostos do Supersimples (Lei Complementar no. 155/2016)”.

Contudo, no perfil oficial do Senador no Facebook, numa postagem datada de 08/10/2013, o homenageado afirmou: “Médicos, o CFM nos traiu e nos vendeu! Confira na TV Câmara!”. Naquela data, o parlamentar criticou duramente o acordo firmado entre o CFM e o Deputado Rogério Carvalho (PT-SE), relator da medida provisória que instituía o Programa Mais Médicos. O acordo versava sobre a concessão de registros profissionais provisórios aos médicos do Programa e as contrapartidas do Ministério da Saúde. A postagem do Senador rendeu 467 curtidas, 74 comentários e 38 compartilhamentos. Dentre os comentários, um internauta propôs: “Ronaldo Caiado para presidente do CFM!!!”

Decorridos três anos do contundente palavrório do Senador contra o CFM, intervalo durante o qual o ex-senador cassado e procurador de Justiça Demóstenes Torres acusou Caiado publicamente de ter recebido financiamento de campanha do contraventor Carlos Cachoeira, e foram divulgadas denúncias de suposto envolvimento da família de Caiado com a lista suja do trabalho escravo, Dr. Ronaldo Caiado foi incluído pelo CFM no grupo de expoentes éticos da Medicina brasileira, ao lado de nomes como Adib Jatene e Ivo Pitanguy.

Foto: Sidney Lins Jr.

A notícia do Portal do CFM pode ser lida AQUI.

 

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.