V Colóquio Internacional Povos e Comunidades Tradicionais – “Tradicionalmente outro Futuro”: 23-26 junho, na Alemanha

Mundialmente vivem cerca de um bilhão de pessoas em comunidades tradicionais. Povos e comunidades tradicionais apresentam por sua vez uma grande diversidade social, étnica e linguística. Eles dispõem de um enorme saber tradicional para o uso dos seus territórios de forma sustentável. Entretanto os mesmos vêm sofrendo ameaças diversas em distintas localidades. Por isso é preciso fortalecê‐los.

Como fortalecer essas comunidades e qual o melhor modo de reinterpretar as tradições com elas acopladas, contribuindo assim para perspectivas futuras sustentáveis? O que conecta as comunidades tradicionais da América Latina, África e Ásia com pequenas vilas na Europa? O que podemos aprender do “Sul”? Como proteger e assegurar os territórios existentes? E como podem ser garantidas as condições de vida nas regiões rurais?

Essas e outras perguntas foram abordadas em uma série de colóquios, que iniciaram‐se em 2009 no Brasil e que agora se estendem de forma inaugural na Alemanha. Presentes estarão representantes e protagonistas das próprias com unidades – oriundos dos quatro continentes – bem como atores do meio acadêmico e representantes das instituições da cooperação internacional.  Nesse sentido deverão ser estabelecidos novos paradigmas e propostas concretas para desafios vigentes.

Coordenação:

  • Dr. Dieter Gawora, Universidade de Kassel
  • Bernd Kappes, Ev. Akademie Hofgeismar

Programação

Sexta‐feira, 23 de Junho

18.00 – Início do congresso com jantar

19.00 – Abertura

  • Bernd Kappes, Ev. Akademie Hofgeismar

19.15 – O processo da visibilização das comunidades tradicionais

  • Alfredo Wagner Berno de Almeida, Universidade do Estado do Amazonas; Brasil

20.00 – Comunidades tradicionais: Sujeito social da diversidade e da sustentabilidade em todos os continentes

  • Dieter Gawora, Universidade de Kassel

21.00 – Get together

.

Sábado, 24 de Junho

1.Identidade e tradição

9.00 – Dimensões politicas das tradições e culturas em África oeste

  • Roch L. Mongbo, Universidade de Abomey‐ Calavi, Benin

9.45 – Comunidade tradicional, território e resistência campesina

  • Isabel Cristina Barbosa de Brito, Universidade Estadual de Montes Claros, Brasil

10.30 – Intervalo

11.00 – Grupos de Trabalho

  1. Tradição como futuro
  •  Roch L. Mongbo
  1. Porque identidade coletiva é importante 
  • Isabel Cristina Barbosa de Brito
  • Aderval Costa Filho, UFMG, Brasil
  • NN, CNPCT
  1. Vilas sustentáveis
  •  Stefanie Koch, Regionalmanagem ent Diemelsee‐Nordwaldeck
  1. Nós continuaremos! Comunidades campesinas das montanhas nos Alpes Europeus
  •  Christoph Tribus, Campesino das montanhas de Südtirol, Itália
  • Carolin Holtkamp, Universidade de Kassel

12:30 – Almoço

.

2.Território ‐ Direitos e ameaças

15.00 – O direito do território – uma precondição contra fome

  • Sofia Monsalve, FIAN International

15.45 – Desenvolvimento, desastres e a luta das comunidades tradicionais

  • Andréa Zhouri, Universidade Federal de Minas Gerais, Brasil

16.30 – Intervalo

17.00 – Grupos de trabalho

  1. Novos instrumentos para a defesa dos campesinos e das comunidades
  •  Sofia Monsalve e Andrea Nuila, FIAN International
  1. Resistencia e auto‐organização 
  • A ndréa Zhouri
  1. Pastoralismo no leste de Africa 
  • Patta Scott‐Villiers, IDS, Reino Unido

18.30 – Jantar

20.00 – Para a alma e o corpo: especialidades culinárias do norte de Hessen e do Südtirol / Itália

.

Domingo, 25 de Junho

3.Território, direitos e sustentabilidade

9.00 – Direitos dos Adivasi em Índia

  • Bineet Mundu, BIRSA, Indien

9.45 – Situação e perspectivas dos campesinos nos Alpes europeus

  • Markus Schermer, Universidade de Innsbruck

10.30 – Pausa

11.00 – Grupos de Trabalho

1.Ameaças pelos Grandes Projetos em India 

  • Bineet Mundu
  • Martina Claus, Adivasi‐Coordenação

2.Terras em comum nas Alpes

  • Markus Schermer
  • NN, Allmendegemeinde, Schweiz

3. Territórios como base da vida

  • Alfredo Wagner Berno de Almeida

12:30 Almoço

.

4. Migração e Economia

15:00 – Migração e desenvolvimento local – Desafios dum dilema

  • Marthe Djuikom, FERDEDSI, Camarões

15:45 – Passado e Perspectivas das vilas no norte de Hessen

  • Bernd Wecker, Regionalmanagement Diemelsee-Nordwaldeck

16:30 – Pausa

17:00 – Grupos de trabalho

1. Perspectivas econômicas

  • Henrik Maaß, AbL
  • Bernd Wecker

2. Economia e Planejamento

  • Carlos Dayrell, CAA, Brasil
  • Cindy Völler, Universidade de Kassel

3. Migração dos jovens

  • Sebastian Hartig, Adivasi-Coordenação

4. Visões Africanas

  • Marthe Djuikom

18:30 – Jantar

19:30 – Oração // Cantos e textos no “Gesundbrunnen”

Segunda-feira, 26 de Junho

09:00 – Estratégias da construção num outro futuro – Resultados de trabalho

10:30 – Pausa

11:00 – Agenda de trabalho e conclusões finais dos palestrantes

12:30 – Fim do congresso com almoço

Mais informações e inscrição (em alemão), AQUI.

Itaituba, Pará. Foto: AMARC.

 

Comments (7)

  1. Este assunto aqui no Rio Grande do Sul,é muito importante,Temos a Lagoa do Peixe,que é rota migratória,pprecisa de uma visão mais apróprie ajuda para os Pescadores Artezanais e quilombolas,que estão sendo espulsos,de suas terras,e perdendo seus terrtórios,não cumprindo com o decreto 6040,de 27 de fevereiro de2007 que dispoe
    sobre Povos e Comunidades Tradicionais,Negando a estes povos o direito de viver em seus próprios Territórios,fazendo Barragens,e dificultando as plantações orgânicas dos povos tradicionais,Gostaria de ser convidados,para eventos internacionais,Mas a dificuldade é grande,e na maioria das vezes que vai,é só tecnico,e não aqueles que realmente tem o conhecimento e seus notórios saber,e dificuldade financieira para participar destes eventos Internacionais,Mas como Brasileiro,nunca perdemos a fé e a esperança,Gostaria de receber o maximo de informações desta matéria.

  2. Olá compas,

    Solicito inscrição para recebimento deste Boletim.

    Grande abraço

    Neuza Miranda

  3. Gostaria de participar pois e muito importante debate temas que esta presente em todo mundo bárbara pankararu

  4. Olá gostaria de receber notícias sobre as conferências e palestras desse Colóquio. Li artigos de Alfredo Berno de Almeida. Gostaria de obter acesso as novas produções e eventos nessa linha, RACISMO AMBIENTAL.
    Também gostaria de outras informações quanto aos próximos eventos!

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.