“Não leva meus bagulho não, por favor, eu não tenho nada”

Por Marcos Hermanson

Ontem a temperatura mínima na cidade de São Paulo foi 16 graus.

Não foi um sono difícil, entretanto. Tenho em casa colchão, cobertores e um fogão que me esquenta a barriga antes de deitar. Tenho paredes à minha volta que impedem o vento gelado de me castigar durante a noite. Tenho o suficiente para garantir a sobrevivência de um ser humano com o mínimo de dignidade. (mais…)

Ler Mais

Política anti-indígena avança: Funai tem corte de mais de 50% no orçamento e não terá como funcionar

O órgão terá que se virar até o final de 2017 com menos recursos do que teve nos primeiros quatro meses do ano

No Inesc

A violência contra os povos indígenas no Brasil não é apenas escancarada, como no terrível caso do massacre contra o povo Gamela, no Maranhão, mas também dissimulada, levada a cabo por entre frios gabinetes e burocráticos documentos oficiais. No último dia 28 de abril, o Ministério da Justiça deu um bom exemplo de como isso funciona: cortou mais de 50% do orçamento da Fundação Nacional do Índio (Funai) com gastos discricionários (R$ 60,7 milhões), deixando o órgão à míngua, sem recursos até para pagar contas administrativas, de luz e aluguel. (mais…)

Ler Mais

Nota de entidades, pastorais, movimentos sociais e lideranças da sociedade civil em apoio ao Povo Gamela

Nós, entidades, pastorais, movimentos sociais, articulações e lideranças da sociedade civil, apoiadores do povo indígena Akroá Gamela, manifestamos nossa indignação e repúdio ao golpe violento contra sua autonomia desferido na tarde do dia 30 de abril de 2017, durante mais uma retomada de seu território tradicional. Comandado por fazendeiros, um deputado federal e religiosos fascistas, um grupo armado, que incluía jagunços, desferiu golpes com armas de fogo, armas brancas, paus e pedras contra os indígenas, produzindo feridos em estado grave, cinco deles baleados. (mais…)

Ler Mais

Vídeo-manifesto pela liberdade de Rafael Braga viraliza nas redes; assista

Da Revista Fórum

Não para de crescer, nas redes e nas ruas, a campanha pela liberdade de Rafael Braga, jovem negro do Rio de Janeiro que foi o único preso das manifestações de junho de 2013. Na época, Braga foi detido portando uma garrafa de desinfetante Pinho Sol, que foi interpretado como material para fabricar explosivos. Ele respondeu ao processo em liberdade com uma tornozeleira eletrônica e, em janeiro de 2016, foi detido novamente depois de ser abordado por um policial enquanto ia comprar pão. (mais…)

Ler Mais

Presidente da Comissão de DDHH da OAB MA sobre ataque aos Gamela: “É um método utilizado na Baixada para cortar e amputar animais que invadem roças”

“… o mesmo método de esquartejamento tentado com relação ao Sr. José de Ribamar, que teve a mão direita decepada, com cortes também por cima, e dois cortes de facão logo abaixo dos joelhos da perna direta e esquerda. Isso não é uma coincidência. Isso é um método muito bem lembrado pela Sociedade Maranhense de Direitos Humanos. É um método utilizado na Baixada para cortar e amputar animais que invadem roças”.

Tania Pacheco

A denúncia acima, do Presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB Maranhão, Rafael Silva, é um dos destaques do vídeo-reportagem de Ana Mendes para o Cimi, sobre o ataque contra os Gamela, no último domingo, 30 de abril. A fala é curta, mas revela de forma brutal o grau de desumanização atingido por alguns seres da nossa sociedade e demarca, por si só, a importância do trabalho.  (mais…)

Ler Mais

Os bispos, com o papa, contra Temer

Marcelo Auler

No tempo em que havia jornalismo no país, e os jornalistas se empenhavam pelo restabelecimento do Estado Democrático de Direito, atingido pelo golpe civil-militar imposto à nação em abril de 1964, as redações de jornais mantinham repórteres especializados na cobertura da Igreja. Não havia reunião ou assembleia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), normalmente em Itaici (SP), que não despertasse a atenção dos principais meios de comunicação do país. Sabia-se que os bispos, mesmo divididos entre conservadores e progressistas, ou contra ou pró Teologia da Libertação, sempre se manifestavam politicamente sobre a situação do país. (mais…)

Ler Mais

Tribunal de Mulheres julga casos emblemáticos de violações no Fórum Social Panamazônico

Pulsar Brasil

Após dois dias de declarações das vítimas, o ‘Tribunal  de Justiça e Defesa dos Direitos das Mulheres Panamazônicas e Andinas’, que ocorreu no VIII Fórum Social Panamazônico, concluiu que os Estados do Brasil, Chile, Equador, Honduras e Peru não cumprem as obrigações decorrentes de tratados internacionais “para punir e erradicar a violência contra as mulheres”. (mais…)

Ler Mais