Associação Americana de Antropologia divulga carta em solidariedade às antropólogas e antropólogos brasileiros

A Associação Americana de Antropologia encaminhou carta aos presidentes da STF, Cármen Lúcia Antunes Rocha, da Câmara, deputado Rodrigo Maia, e da CPI Funai-Incra, manifestando sua grande preocupação ante a tentativa de criminalização de antropólogos no País. Íntegra abaixo:

***

A Associação Americana de Antropologia (AAA), a pedido da Associação Brasileira de Antropologia (ABA), gostaria de expressar nossa profunda preocupação com as ações legais dirigidas aos antropólogos brasileiros pela Comissão Parlamentar de Inquérito FUNAI-INCRA.

Estamos alarmados que a pesquisa antropológica básica no Brasil, especificamente a pesquisa documentando povos indígenas e quilombolas, seja vista como “criminosa” pela Comissão. Estamos certos de que há um mal-entendido sobre a natureza da pesquisa antropológica. Os pesquisadores não necessariamente apoiam ou concordam com as crenças políticas das pessoas com quem estão interagindo. A comunidade antropológica brasileira é internacionalmente respeitada pela sua pesquisa científica e sua defesa dos direitos humanos. A liberdade, a liberdade acadêmica, e ao respeito à diversidade e ao pluralismo, assim como os direitos culturais e o direito à terra, são valores protegidos pela constituição brasileira.

Fundada em 1902, a AAA é a maior organização de antropologia profissional do mundo, com 10 mil membros nos Estados Unidos e em muitas nações em todo o mundo, incluindo o Brasil. Nossa missão é promover o entendimento através da pesquisa antropológica e aplicar essa compreensão para enfrentar alguns dos problemas mais urgentes do mundo.

O trabalho realizado pela comunidade antropológica é, em última análise, em benefício do povo brasileiro e da humanidade. Apelamos à sua apreciação pela ciência e pedimos que vocês tomem as medidas necessárias para proteger o bem-estar dos antropólogos e das comunidades indígenas e quilombolas no Brasil.

Obrigado pela sua atenção a este assunto. Estamos aguardando uma resposta positiva.

Atenciosamente,

Alisse Waterston
Presidente, AAA

Edward Liebow
Diretor Executivo, AAA

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.