Projeto em comunidades quilombolas no Vale Jequitinhonha lança livro, vídeos e site

No Hoje em Dia

Regaste da história e cultura ancestral de comunidades quilombolas no Vale do Jequitinhonha ganhou um registro eterno. Livro e 30 vídeos de curta duração, além de um portal com todo o material documentado durante três anos na região serão lançados esta terça-feira (16), em Belo Horizonte.

O evento também marca a entrega de certificados a algumas comunidades remanescentes de quilombos. Foram pesquisadas 59 comunidades quilombolas de quatro municípios: Berilo, Chapada do Norte, Minas Novas e Virgem da Lapa.

A festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, realizada há 192 anos em Chapada do Norte, no Vale do Jequitinhonha, conquistou o registro de Patrimônio Imaterial e Cultural do Estado. O reconhecimento foi concedido pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha).

A determinação de manter intactas as tradições da festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos por 192 anos rendeu ao município de Chapada do Norte, no Vale do Jequitinhonha, uma honra imensurável: o registro como Patrimônio Imaterial e Cultural do Estado, concedido pelo Iepha.

Histórico

O projeto “Quilombos do Vale do Jequitinhonha: Música e Memória” teve início em janeiro de 2014, envolvendo cerca de 1.200 quilombolas, que participaram cantando, dançando e rememorando suas histórias e a de seus antepassados. Nos quatro municípios pesquisados, a equipe participou de festas, encontros, apresentações marcadas especialmente para esses registros. Foram captadas cerca de 150 horas em vídeo, entrevistas e manifestações culturais, além de um grande acervo fotográfico. Todo o material está disponível gratuitamente pelo site www.quilombosdojequitinhonha.com.br.

SERVIÇO

Lançamento: Quilombos do Vale do Jequitinhonha: Música e Memória.

Data: 16 de maio, terça-feira, às 11h.

Local: Auditório da Cemig, na avenida Barbacena, 1.200, Santo Agostinho, Belo Horizonte.

Foto: Cleber Cardoso Nunes

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.