Pau d’Arco Urgente: testemunhas oculares do massacre reforçam tese de execuções

Posseiros dizem ao Ministério Público que colegas foram rendidos antes de serem mortos; uma testemunha está desaparecida: teria sido levada pela polícia no dia dos assassinatos no Pará

Por Ciro Barros, da Agência Pública

Três testemunhas oculares ouvidas pelo Ministério Público do Pará e pelo Ministério Público Federal deram depoimentos que reforçam a suspeita do CNDH de que os posseiros mortos na fazenda Santa Lúcia, no município paraense de Pau D’Arco, foram executados. (mais…)

Ler Mais

Defensoria e MP rebatem pedido de Doria para internar pessoas à força

No Justificando*

A Defensoria Pública e o Ministério Público de SP encaminharam à Justiça manifestações contrárias ao pedido feito pela Prefeitura da Capital para internação compulsória de pessoas indiscriminadas na região central de São Paulo, em razão da dispersão de pessoas vulneráveis atingidas pela operação policial que avassalou o bairro da Nova Luz, conhecido popularmente como “Cracolândia”. A Prefeitura de João Doria foi ao Judiciário buscar uma ordem judicial para poder apreender e internar compulsoriamente quem quer que ela entendesse como sob o efeito de drogadição decorrente do crack. (mais…)

Ler Mais

Pobre Pará

Por Lúcio Flávio Pinto, em seu blog

A maior preocupação do secretário de segurança pública do Pará, general Jeannot Jansen, na primeira declaração que fez sobre o conflito em Pau D’Arco, foi ressaltar que a polícia – civil e militar – não cumpria mandado de reintegração de posse. Ou seja: não ia desalojar os ocupantes da fazenda Santa Lúcia, como acontecera em duas situações anteriores. (mais…)

Ler Mais

Caos generalizado transforma escândalos em notícias de pé de página

Por Tomás Chiaverini, no The Intercept Brasil

“Tá difícil competir”, tuitou o pessoal da série americana House of Cards, aquela em que um presidente golpista faz de tudo para se manter no poder, inclusive matar um ou outro opositor. Pois eles têm razão, a coisa empenou de vez, e não há ficção que dê conta dos nossos acontecimentos políticos recentes. Mesmo porque, algo muito caro à indústria do entretenimento se perdeu em Brasília: a verossimilhança. Um roteiro que narrasse os fatos políticos recentes dificilmente iria adiante. “Um tanto forçado, não?”, diria qualquer produtor de respeito, antes de jogar o calhamaço de duas mil páginas no lixo. (mais…)

Ler Mais

Religiões por Democracia dizem Diretas Já

Na Koinonia

Manifesto da FEBrasil e Frente de Evangélicos pelo Estado de Direito

O silêncio, a neutralidade e a ausência de reflexão não são opções para as pessoas que têm fé, em especial quando a vida dos pobres é agredida. A gravidade do momento por que passa o Brasil exige seriedade e serenidade para que a sociedade brasileira resgate a dignidade da política. Esta é um caminho legítimo para o exercício da cidadania e da participação por luta e afirmação de direitos. A prática da política do cotidiano, que problematiza as relações de poder e as desigualdades, é um caminho seguro para recuperarmos a ética na política. Não são possíveis as manipulações e distorções para atender interesses das oligarquias e do capital financeiro. Política não é corrupção. Política não é traição. Política é falar sobre a vida, é participação. (mais…)

Ler Mais

Aldeia é destruída e incendiada durante o despejo de 67 famílias Kariri Xocó de Paulo Afonso (BA)

Por Renato Santana, da Assessoria de Comunicação – Cimi

O que não foi possível de ser retirado da aldeia pelos indígenas Kariri Xocó de Paulo Afonso, sertão baiano, os tratores demoliram. A maloca de reza foi a primeira estrutura a ser destruída. Para que os escombros não alimentem uma vez mais os sonhos de uma comunidade próspera, tudo foi devidamente incendiado – incluindo as plantações, em parte cultivada pelas crianças; o que deu para ser colhido, devido a forte pressão policial, não encheu um carrinho de mão. Enquanto a aldeia queimava, já à noite, os 170 indígenas rumaram para uma escola desativada há cinco anos, ladeada pelo pátio de terra batida de uma Igreja, do outro lado da BR-423. Sem luz e água, passaram a madrugada amontoados sobre sacolas, malas e trouxas de roupas. Mulheres grávidas e idosas precisaram de atendimento médico do Samu; crianças choravam, outras alternavam passividade com euforia. As águas roncavam em redemoinhos no fundo do canyon. (mais…)

Ler Mais

É triste ter de explicar: Elite, o povo é capaz de escolher presidentes, por Leonardo Sakamoto

No Blog do Sakamoto

De todas as razões utilizadas para impedir que a população possa escolher um substituto para Michel Temer pelo voto direto, ainda neste ano, a mais absurda é a de que não somos capazes de saber o que é melhor para nós mesmos. Claro que são raros os que têm coragem de falar isso abertamente, até porque esse nível de sinceridade não pega bem por aqui. Mas isso significa que alguns poucos, ricos e poderosos, acreditam que a massa precise ser tutelada pela sabedoria de alguns. (mais…)

Ler Mais

Operação barbárie

Nosso vídeo mostra a agonia e o sofrimento de moradores e usuários com a megaoperação policial na região da Cracolândia

por José Cícero da Silva e Sofia Amaral, da Agência Pública

No início da manhã de domingo, 21/5, enquanto poucos gatos pingados resistiam à chuva constante nos palcos da Virada Cultural no centro, uma grande movimentação policial começou próxima dali, mais precisamente no quadrilátero formado pelas ruas Helvétia, Barão de Piracicaba, Dino Bueno e Largo Coração de Jesus – a já tão conhecida pelos paulistanos Cracolândia. Era o início da megaoperação que contou com forças diversas da polícia civil, incluindo atiradores de elite, que transformaram a região em um cenário quase de guerra, como se pode ver nas imagens cedidas à Pública por Caio Castor. (mais…)

Ler Mais