Encontro reúne mulheres de comunidades tradicionais de Fundo de Pasto em Uauá

No Irpaa

“O que são relações de gênero?” Foi uma das questões lançadas para cerca de 30 mulheres de comunidades tradicionais de Fundo de Pasto, que participam do encontro de mulheres do Projeto de Assessoria Técnica e Extensão Rural – Ater para comunidades tradicionais. A atividade, que começou ontem (30) e encerra neste dia 31 de maio, no município de Uauá, faz parte do cronograma de ação do Projeto de Ater, somando-se a outras ações voltadas para o público do projeto, juventude, homens e mulheres de comunidades tradicionais dos municípios de Uauá, Canudos e Curaçá. (mais…)

Ler Mais

MG: Atingidos de Irapé pautam reivindicações para Governo de Minas e CEMIG

Cemig e Governo de Minas Gerais se comprometem a promover ações e programas sociais para atender atingidos do Vale do Jequitinhonha

No MAB

Nesta terça-feira (30), a cidade de Araçuaí, no Vale do Jequitinhonha, recebeu a Mesa de Diálogo entre a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão do Governo de Minas Gerais (SEPLAG), a CEMIG e cerca de cem atingidos organizados no Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB), que pautou os impactos da Barragem de Irapé na região. (mais…)

Ler Mais

Cresce a taxa de mortalidade materna no Rio

Mulheres da zonas mais pobres são maioria nas estatísticas

Por Agência Brasil, em O Dia

O número de mortes de mulheres grávidas tem aumentado nos últimos três anos na capital fluminense. No ano passado, 62 mulheres morreram no parto em hospitais públicos e privados. Neste ano, foram registrado 28 óbitos até o dia 19 deste mês, segundo estudo da Secretaria Municipal de Saúde da capital fluminense, apresentado nesta segunda-feira em audiência pública sobre o tema na Câmara dos Vereadores. (mais…)

Ler Mais

MPF lança projeto para garantir participação de comunidades tradicionais em políticas públicas em Ilhabela (SP)

Iniciativa pretende empoderar grupos caiçaras por meio de oficinas e debates que promovam conhecimentos jurídicos e discussões antropológicas

Por Procuradoria da República no Estado de S. Paulo

O Ministério Público Federal (MPF) em Caraguatatuba (SP) participou do lançamento, nesta terça-feira (30), do Projeto de Criação do Conselho Municipal das Comunidades Tradicionais de Ilhabela. A iniciativa é uma parceria entre o MPF, comunidades locais e a Prefeitura de Ilhabela, e tem o apoio de diversas instituições públicas e privadas. Com o objetivo de fortalecer e empoderar núcleos caiçaras do município para a defesa de seus próprios direitos, o programa prevê a realização de várias atividades que deem voz e visibilidade a esses grupos na esfera político-administrativa. (mais…)

Ler Mais

Audiência debate PEC que transforma o Cerrado e a Caatinga em Patrimônio Nacional

A Proposta de Emenda Constitucional que reconhece o Cerrado como Patrimônio Nacional é uma demanda histórica, pois surgiu no ano de 1995 como a PEC 115/95. Em 2010, 15 anos depois, houve a inclusão da Caatinga na proposta, que passou para PEC 504/2010. Já foi aprovada pelo Senado, e agora está na Câmara.

Na CPT

A audiência “Debater os desdobramentos da PEC 504/2010, que reconhece os biomas, Caatinga e Cerrado como Patrimônio Nacional, nas políticas públicas de desenvolvimento urbano e moradia popular” será realizada na Comissão de Desenvolvimento Urbano, na próxima quinta-feira, 01/06, às 09h30, no Plenário 11 do Anexo II da Câmara dos Deputados. (mais…)

Ler Mais

MPSP ajuíza ação contra secretário do Meio Ambiente por alterar mapas da APA da Várzea do Tietê

Objetivo é barrar alteração de mapas da APA do Tietê

MPSP

A força-tarefa que reuniu o Grupo de Atuação Especial de Defesa do Meio Ambiente (Gaema) e a Promotoria do Patrimônio Público e Social ajuizou nesta sexta (26/5) ação civil pública ambiental e de improbidade administrativa contra Ricardo Salles, secretário de Estado do Meio Ambiente de São Paulo. Para o MPSP, ele participou da alteração dos mapas de zoneamento do Plano de Manejo da APA (Área de Proteção Ambiental) da Várzea do Rio Tietê. (mais…)

Ler Mais

Parque do Cocó, Fortaleza: uma vitória que deixa a desejar

Por Soraya Tupinambá

Me identifico como ambientalista desde que conheci a ecologia política pelas mãos da professora Vanda Claudino Sales. Com ela me apaixonei pela questão ambiental. Quando ainda estudante, fui procurá-la na geografia para fazer um debate sobre meio ambiente na Engenharia de Pesca. Eu era estudante e do C.A, e ela me disse de maneira implacável “e desde quando a engenharia de pesca se preocupa com a questão ambiental?”. A provocação se fez acompanhar de um sorriso. Sua provocação, pura verdade, mas ela tinha encontrado uma pessoa, eu, com a mesma determinação que respondeu: foi por isso que vim procurá-la. (mais…)

Ler Mais