Seminário vai discutir impactos ambientais de pequenas hidrelétricas em terra indígena

No Rondoniagora

Na perspectiva de socializar e difundir o debate acerca da avaliação de impactos ambientais e promover a indissociabilidade entre pesquisa, ensino e extensão, o Departamento de Engenharia Ambiental (DEA) e o Departamento de Educação Básica Intercultural (Deinter) do campus de Ji-Paraná da Universidade Federal de Rondônia (UNIR) promovem o Seminário de Avaliação de Impactos Ambientais de Pequenas Centrais Hidrelétricas na Terra Indígena Rio Branco, Rondônia.

A primeira etapa do evento será realizada nos dias 30 de junho, das 14h às 18h, e 1º de julho de 2017, das 8h às 18h, na Terra Indígena Rio Branco, no município de Alta Floresta (RO). E a segunda etapa nos dias 3 de julho, das 9h às 18h, e 4 de julho de 2017, das 8h às 18h, no Campus de Ji-Paraná da UNIR.

As inscrições para participar do seminário poderão ser feitas no início de cada etapa, no local do evento. O seminário conta ainda com o apoio da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Assuntos Estudantis (Procea/UNIR) e da Fundação Nacional do Índio (Funai).

O evento contará com a realização de debates, palestras e mesas-redondas sobre os temas da caracterização e sistematização dos impactos ambientais; licenciamento ambiental de pequenas hidrelétricas; relevância da terra indígena para o ecossistema; aspectos antropológicos do projeto da Usina Hidrelétrica Tabajara; e a relação entre os empreendimentos hidrelétricos e o desenvolvimento local.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.