Do Rio para Goiás e Goiânia: Exposição sobre acidente do Césio 137 é doada para suas vítimas

Depois de ser exibida em Goiás durante o FICA 2017, a exposição “Mãos de Césio” agora passa para as mãos da Associação das Vítimas do Césio 137 de Goiânia (AVCésio) para continuar a brilhar por onde passar.

“Mãos de Césio” é uma exposição fotográfica sobre o acidente radiológico de Goiânia, realizada pelo Jornalista alemão Norbert G. Suchanek e foi exibida pela primeira vez em 2011, no Rio de Janeiro, no Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobos, em Santa Teresa, no coração do Rio de Janeiro, como parte do primeiro International Uranium Film Festival. Para o FICA ,a exposição foi atualizada para marcar os 30 anos do acidente com o césio 137. (mais…)

Ler Mais

Juristas apontam casuísmo em decisão acertada do STF em devolver mandato a Aécio

No Justificando

Nesta sexta, 30, o ministro do Supremo Tribunal Federal Marco Aurélio, em decisão monocrática, reconsiderou a decisão do ministro Edson Fachin após redistribuição do processo e restabeleceu o mandato de senador para o tucano Aécio Neves, o qual foi afastado ante o pedido da Procuradoria Geral da República, que alegou a necessidade da medida após ele ter sido gravado solicitando R$ 2 milhões ao Deputado Rocha Loures (PMDB-PR). Para Marco Aurélio, no entanto, a medida depende de análise do próprio Senado. Leia a decisão na íntegra. (mais…)

Ler Mais

Pescadores e marisqueiros de Caravelas fecham canal em protesto contra desastre ambiental causado pela Fibria

Neste momento, os pescadores artesanais de Caravelas e região fecham por total o canal do Tomba, em Caravelas, e interrompem à produção e embarque e desembarque da FIBRIA na região. De acordo com pescadores no local o protesto e o bloqueio será por tempo indeterminado até que a empresa atenda as revindicações dos pescadores de Caravelas, BA. No ato contam com a presença de pescadores e lideranças de Caravelas, Nova Viçosa, Alcobaça e da Ahomar, do RJ. (mais…)

Ler Mais

Aluno de medicina expulso da Uesb nega fraude em cotas quilombolas e entra na Justiça para reverter decisão

Estudante, que está no último semestre do curso, diz que apresentou documentos que comprovam que morou em quilombo, na Bahia

No G1 BA

Um dos sete estudantes expulsos da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia por suspeita de fraudar documentos para ingressar na instituição, por meio de cotas quilombolas, entrou na Justiça para tentar reverter a decisão, considerada por ele como “injusta”. Maurício Guilherme Nunes, aluno do curso de medicina, diz que apresentou documentos que comprovam que ele residia na comunidade quilombola Itaguaçu, em Livramento de Nossa Senhora, mas que mesmo assim a universidade optou por fazer o desligamento da sua matrícula.

(mais…)

Ler Mais