Em meio à crise fiscal e financeira, procuradores aprovam reajuste salarial de 16,7%

Por Jailton de Carvalho, em O Globo

Brasília – Depois de cinco horas de debate, o Conselho Superior do Ministério Público Federal (MPF) aprovou a inclusão no orçamento da instituição para 2018 um reajuste salarial de 16,7% para procuradores da República. O reajuste deverá ser compensado com um corte de R$ 116 milhões em alguns setores do próprio MPF. (mais…)

Ler Mais

Conceição Evaristo: “A invisibilização paira sobre o sujeito negro”

Uma das convidadas da Flip, a autora atribui suas publicações tardias ao racismo institucional que se reflete na literatura

por Victória Damasceno, Carta Capital

Aos 44 anos fez sua primeira publicação. De uma comunidade da zona sul de Belo Horizonte, Conceição Evaristo mudou-se para o Rio de Janeiro, onde cursou letras e se tornou doutora em Literatura Comparada pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ). “Uma história de exceção”, ela mesma diz. (mais…)

Ler Mais

Qual valor dos povos indígenas no planejamento energético brasileiro?

Por Sucena Shkrada Resk, ICV

Como o componente indígena entra na agenda socioambiental de planejamento da matriz elétrica brasileira, em especial, com relação a grandes empreendimentos hidrelétricos? Esse foi um dos pontos destacados durante o diálogo entre representantes de organizações não governamentais, que integram o Grupo de Trabalho de Infraestrutura, com equipe técnica da Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE), no dia 17 de julho. O encontro ocorreu, na sede da empresa, no Rio de Janeiro. Esta é a segunda rodada de diálogo estabelecida desde 05 de maio (veja também Organizações socioambientais abrem espaço de diálogo com EPE para discutir planejamento da matriz elétrica) . (mais…)

Ler Mais

Em entrevista exclusiva, Samarco responde a 23 perguntas essenciais sobre o maior crime ambiental da história do Brasil

Por  Maurício Angelo, eMiniver

O Miniver surgiu com o propósito de ser um centro de informações, análises e opinião independente, o único site focado no maior crime ambiental da história do Brasil desde novembro de 2015, levando informação própria e de terceiros a todos os interessados, dando voz aos atingidos e a sendo uma referência no tema. A Samarco, como responsável pelo crime, é parte diretamente interessada. Nosso ativismo, contundente, nunca se prestou ou prestará a ser desonesto ou com sanha persecutória. (mais…)

Ler Mais

PBA Timbira: ações de monitoramento e vigilância da TI Apinajé

Associação União das Aldeias Apinajé-Pempxà

No período de 13 a 22 de julho do corrente ano estivemos mobilizados realizando ações de Monitoramento e Vigilância da Terra Indígena Apinajé. As atividades aconteceram na região dos ribeirões Ribeirão Grande, Botica, Gato Preto e Morro Pelado. Nesse primeiro momento realizamos serviços de limpeza e roço da estrada (ramal) entre a aldeia Patizal e a rodovia TO 126, passando pelas aldeias Irepxi, Botiquinha e São Raimundo, num percurso de mais de 35 km. E ainda foi realizado um trecho entre a aldeia Bacuri e aldeia Serrinha. (mais…)

Ler Mais

MPF requer que Funai se posicione contra exclusão de condicionante em licença ambiental do Pré-Sal

A categorização é uma das condicionantes da licença ambiental e prevê a coleta de informações importantes sobre o modo de vida dos povos tradicionais na Bacia de Santos e região

Procuradoria da República no Rio de Janeiro

O Ministério Público Federal (MPF), por meio das Procuradorias da República nos Municípios de Angra dos Reis (RJ) e Caraguatatuba (SP), expediu recomendação à Fundação Nacional do Índio (Funai) para que se posicione contra o pedido da Petrobras de exclusão do Projeto de Categorização dos Povos Indígenas de Angra dos Reis/RJ, Paraty/RJ e Ubatuba/SP, previsto como condicionante da Licença Prévia nº 439, Licenças de Operação n°s. 1120/2012, 1157/2013 e 1263/2014 da Etapa 1 do Polo Pré-Sal na Bacia de Santos. (mais…)

Ler Mais

Uma sociedade em colapso

Por Átila Da Rold Roesler, no Justificando

Há pouco mais de dois anos começamos a vivenciar o colapso total da sociedade em que vivemos, seja nas relações de trabalho, seja no aumento da violência urbana, seja na repressão desproporcional perpetuada pelas polícias, seja no expressivo número de pessoas que vivem sem nada nas grandes cidades, conhecendo o pior que temos a oferecer como sociedade, seja nas relações sociais que se fragmentaram pela nossa intolerância com os outros. (mais…)

Ler Mais

Brasil vive bem com crianças pobres, mas não suporta ver um rico infeliz, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

Mais de 40% das crianças e adolescentes até 14 anos estão em situação de pobreza no Brasil, o que equivaleria a 17 milhões de pessoas, de acordo com levantamento da Fundação Abrinq baseado em dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE. Neste caso, considera-se pobre uma família que vive com menos de meio salário mínimo por pessoa por mês. (mais…)

Ler Mais