Povo Tuxi de Abaré (BA) ocupa sede da Sesai em Juazeiro

Por Irpaa

Desde a tarde de hoje (08), uma média de 30 indígenas do Povo Tuxi de Abaré (BA) estão ocupando a sede da Sesai – Secretaria Especial de Saúde Indígena, em Juazeiro, no norte da Bahia. Os/as funcionários/as do órgão se retiraram do espaço e o responsável pela coordenação administrativo da Sesai no município, Sílvio Ribeiro, até o momento não compareceu ao local. (mais…)

Ler Mais

União terá que implantar posto de saúde em terra indígena

Localizada em Cananéia (SP), a comunidade de Tapyi enfrenta dificuldades para receber atendimento da saúde pública

Por TRF3

Em ação movida Ministério Público Federal (MPF), a União foi condenada a manter um posto de saúde na terra indígena de Tapyi, na cidade de Cananéia (SP). A decisão foi confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região(TRF3) que considerou, em seu julgamento, as dificuldades de acesso à saúde da comunidade, relatadas pelo MPF. (mais…)

Ler Mais

O programa secreto do capitalismo totalitário

Como Charles Koch e outros bilionários financiaram, nas sombras, um projeto político que implica devastar o serviço público e o bem comum, para estabelecer a “liberdade total” do 1% mais rico

Por George Monbiot | Tradução: Antonio Martins, no Outras Palavras

É o capítulo que faltava, uma chave para entender a política dos últimos cinquenta anos. Ler o novo livro de Nancy MacLean, Democracy in Chains: the deep history of the radical right’s stealth plan for America [“Democracia Aprisionada: a história profunda do plano oculto da direita para a América] é enxergar o que antes permanecia invisível. (mais…)

Ler Mais

11 anos da Lei Maria da Penha: MPF é contra alterações na lei sem prévio e amplo debate com a sociedade

Marco legal é referência mundial em se tratando de combate à violência doméstica

PFDC

Fruto de grande luta das brasileiras, a Lei nº 11.340/2006 – popularmente conhecida como Lei Maria da Penha – completa 11 anos nesta segunda-feira (7). O texto é considerado pela Organização das Nações Unidas (ONU) o terceiro melhor do mundo em se tratando do combate à violência doméstica. Há no Congresso Nacional, no entanto, uma proposta de alteração para permitir aplicação de medidas protetivas emergenciais à mulher vítima de violência doméstica diretamente pela autoridade policial, até deliberação da Justiça. (mais…)

Ler Mais

Jovem desaparece na Argentina após repressão contra comunidade mapuche

O desaparecimento de Santiago Maldonado ocorreu no contexto da perseguição do governo de Macri à população indígena

Por TeleSUR, no Brasil de Fato

No dia 1º de agosto, oficiais da Polícia Nacional Argentina invadiram violentamente o território da comunidade mapuche em Cushamen, comunidade rural localizada no estado de Chubut, na região patagônica argentina. (mais…)

Ler Mais

Agronegócio caloteiro

Por Cleber Buzatto, Cimi

O presidente Temer fez publicar, em acordo com a bancada ruralista, em 1º. de agosto, um dia antes da Câmara dos Deputados proibir o Supremo Tribunal Federal (STF) de investigá-lo, a Medida Provisória (MP) 793/17 que instituiu o mais novo e montanhoso calote do agronegócio contra nós, cidadãos brasileiros. Na prática, a MP promove uma transferência de renda na ordem aproximada de 12 bilhões de reais do Estado brasileiro para o agronegócio. (mais…)

Ler Mais

Fórum de combate aos agrotóxicos realizará audiência pública sobre segurança alimentar em Tupanciretã

Evento será no dia 25 de agosto, às 13h, no Auditório da Casa de Cultura na rua Expedicionário João Moreira Alberto, nº 181, centro, Tupanciretã

MPF/RS

O Fórum Gaúcho de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos (FGCIA) – iniciativa do Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul (MPF/RS), do Ministério Público do Trabalho (MPT) e do Ministério Público do Estado (MP/RS) – convoca a sociedade para audiência pública sobre os impactos do uso de agrotóxicos na saúde, meio ambiente e consumidor. (mais…)

Ler Mais

Atingidos repudiam suspensão de processo criminal contra a Samarco

Vergonhosamente, esta decisão é a única resposta que a Justiça consegue dar aos atingidos e a toda sociedade brasileira 21 meses depois do crime.

No MAB

O Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) repudia a decisão da Justiça Federal de Ponte Nova (MG) que suspendeu o processo criminal contra 22 pessoas acusadas de serem responsáveis pelo rompimento da barragem de Fundão que provocou a morte de 19 pessoas e um aborto forçado pela lama em Bento Rodrigues. O juiz Jacques de Queirós Ferreira acatou o argumento da defesa que considera que as escutas telefônicas foram feitas de forma ilegal. (mais…)

Ler Mais