Spoilers para quem faz Direito nesse Onze de Agosto

Por Maíra Zapater, no Justificando

Tinha começado este texto colocando o título “Carta aos calouros”. Mais que depressa corrigi a flexão de gênero e acrescentei: “Carta às calouras e aos calouros”. Aí o título imediatamente me remeteu à imagem de um papel meio amarelado, com uma mão (emoldurada pelo punho cinza de um paletó sobre uma camisa branca impecável – e a mão era branca também) a escrever com caligrafia bonita em bico-de-pena, e então me ocorreu: quem é que ainda escreve cartas, afinal de contas? (mais…)

Ler Mais

Por uma Reforma Política que retire poder do Congresso e devolva ao povo, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

A polêmica Reforma Política que está tramitando no Congresso Nacional, com seu ”distritão” e seu fundo de financiamento público de campanhas de R$ 3,6 bilhões, acabou por ajudar a desviar o foco de um debate que tem potencial para resgatar a própria política: criar novas formas de participação popular direta. (mais…)

Ler Mais

Marcha racista e neonazista nos EUA deve ter animado muita gente no Brasil, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

Sabe a humanidade? Então, ela deu errado.

Centenas de racistas e neonazistas marcharam, na noite desta sexta (11), em Charlottesville, nos Estados Unidos, carregando tochas e entoando palavras de ordem contra negros, migrantes, homossexuais, judeus, como relata o repórter Ricardo Senra, pela BBC Brasil. Bradaram que ”Vidas brancas importam”, uma referência ao movimento ”Black Lives Matter”, contra a morte de negros pelas mãos do poder público. Sem pudor algum. (mais…)

Ler Mais

Marco temporal: STF com cara de General Custer ou de Touro Sentado?, por José Ribamar Bessa Freire

No Taqui Pra Ti

Nesta quarta, 16 de agosto, o Supremo Tribunal Federal (STF) mostrará sua cara que será ou a do General Custer ou a do Touro Sentado. Nesse dia, a Corte Suprema definirá qual o Brasil que deseja construir para nós, nossos filhos e nossos netos. Isso internamente. Já a cara para fora manifestará ao mundo o grau de civilização do nosso país, quando julgar três ações relacionadas à reivindicação dos ruralistas, que pretendem continuar abocanhando terras indígenas com a tese do chamado “marco temporal”, ou seja, os índios perdem todos os seus territórios expropriados antes do dia 5 de outubro de 1988 e não se fala mais nisso. Como se a história do Brasil começasse em 1988. (mais…)

Ler Mais

Laryssa Sampaio: “Enfrentar a violência e construir um projeto de vida para juventude brasileira”

O mapa da violência de 2016 é assombroso. São quase 60 mil mortos anualmente no nosso país. Isso significa que a cada 9 minutos uma pessoa é morta.

Por Laryssa Sampaio*, na Fórum

Fico surpresa a cada notícia sobre a morte de uma pessoa no Brasil. Fico assustada com a violência com que esses crimes são cometidos. Fico pasma com a naturalização da imprensa, governo e da população com a tamanha brutalidade de cada morte. (mais…)

Ler Mais

Com o mais poluído canal de acesso à Baía de Guanabara, moradores da Maré debatem saneamento e pesca

Por Raine Robichaud, no Rio On Watch

No dia 27 de julho, organizações comunitárias, municipais e ambientais se reuniram na Maré para discutir os 22 anos desde que o Programa de Despoluição da Baía de Guanabara (PDBG) teve início e as infelizes consequências de duas décadas de políticas públicas que fracassaram na limpeza da baía na região. A poluição da Baía de Guanabara ficou famosa no mundo inteiro um ano atrás quando os atletas Olímpicos foram submetidos à contaminação, fruto de contínuas tentativas de despoluição fracassadas. (mais…)

Ler Mais

Esfera de influência: como os libertários americanos estão reinventando a política latino-americana

Por Lee Fanga, na The Intercept Brasil

Para Alejandro Chafuen, a reunião desta primavera no Brick Hotel, em Buenos Aires, foi tanto uma volta para casa quanto uma volta olímpica. Chafuen, um esguio argentino-americano, passou a vida adulta se dedicando a combater os movimentos sociais e governos de esquerda das Américas do Sul e Central, substituindo-os por uma versão pró-empresariado do libertarianismo. (mais…)

Ler Mais

Livro de juristas sobre sentença de Moro esgota no lançamento e imprensa ignora a obra

Por Joaquim de Carvalho, no DCM

Um exemplo de como a imprensa está desconectada dos setores progressistas da sociedade brasileira foi o lançamento do livro “Comentários a uma sentença anunciada – O Processo Lula”. O evento foi ontem à noite, a fila começava no saguão da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro e se estendia pela rua. (mais…)

Ler Mais