Nota de Pesar: Rivelino Pereira de Souza

O Conselho Indígena de Roraima – CIR, em nome dos Tuxauas, Coordenadores Regionais, Mulheres, Jovens e demais lideranças indígenas de Roraima com Pesar vem prestar solidariedade aos familiares, amigos e parentes do professor Rivelino Pereira de Souza,da etnia Macuxi, 42 anosque foi a óbito neste domingo, 20 de agosto, vítima de afogamento no rio Cotingo, região do Surumu, Terra Indígena Raposa Serra.

Rivelino, conhecido pelos amigos como Pandon, que significa historia na língua Macuxi, originário da comunidade indígena Sorocaima II, deixou filhos, netos, além de uma trajetória de luta pela educação escolar indígena e os direitos dos povos indígenas.

Membro da primeira gestão da Associação dos Povos Indígenas da Terra São Marcos (APITSM), há 10 anos, contribuiu na criação dos Jogos Comunitários das escolas indígenas da região Alto São Marcos, participou do Projeto Caminhada Arteliteratura, leitura, alegria e arte nos Territórios da Cidadania, atuou como coordenador da Coordenação de Assuntos Indígenas do Ministério do Esporte, por um período de 3 anos, em Brasília, além de muitas funções na região, na comunidade indígena e no movimento indígena de Roraima. Atualmente, era professor na Escola Estadual Indígena Manoel Barbosa, da comunidade indígena Sorocaima II.    

Até as 15h, o corpo será velado na sede da Associação dos Povos Indígenas da Terra São Marcos, em Boa Vista e depois será transladado a comunidade indígena Sorocaima II, Terra Indígena São Marcos, onde será sepultado amanhã, às 10h.

Que o professor Rivelino descanse em paz e a sua história construída ao longo da sua caminhada, sirva de exemplo e continuidade para essas e futuras gerações.  

Descanse em paz!

Boa Vista, 21 de agosto de 2017.

Conselho Indígena de Roraima – CIR

Comments (1)

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.