Entidades de direitos humanos pedem proteção a comunidades indígenas isoladas no Amazonas

Maíra Heinen, EBC

A Comissão Interamericana de Direitos Humanos e a Organização das Nações Unidas publicaram nota conjunta em que mostram preocupação sobre denúncias de violência contra indígenas no estado do Amazonas.

A publicação repercute as notícias de um possível massacre de cerca de 10 integrantes de comunidades indígenas em isolamento voluntário conhecidos como “flecheiros”, no território indígena Vale do Javari, no extremo oeste do estado.

Tanto a Comissão Interamericana de Direitos Humanos quanto a ONU afirmam que o massacre seria uma das várias denúncias em relação a ataques contra povos indígenas em isolamento, praticados por garimpeiros, produtores e madeireiros ilegais.

E pedem que o Brasil implemente políticas imediatas para o controle de entrada, vigilância e monitoramento dos territórios dos povos em isolamento, além de medidas para prevenir atividades ilegais nos territórios indígenas.

Sobre o massacre, a Funai informou que apoia as investigações que estão sendo feitas pelo Ministério Público Federal e Polícia Federal desde agosto.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.