Comunidades Indígenas iniciam a construção de uma proposta de Turismo de Pesca Esportiva no Rio Jurubaxi, no município de Santa Isabel do Rio Negro

Na FOIRN

Nos dias 18 e 19 de fevereiro, Diretor Presidente da FOIRN, Marivelton Rodriguês Barroso, Carlos Nery – Presidente da Associação das Comunidades Indígenas do Médio Rio Negro (Acimrn), Vamberto Plácido – Coordenador da Coordenadoria das Associações Indígenas do Médio e Baixo Rio Negro (Caimbrn), acompanhados pelo Juvêncio Cardoso – Coordenador da Coordenadoria das Associações Baniwa e Coripaco (Cabc), desceram de São Gabriel da Cachoeira até a comunidade Acariquara no Rio Jurubaxi, no município de Santa Isabel do Rio Negro, para acompanhar o início do processo de construção de um projeto de Pesca Esportiva no Rio Jurubaxi, limite do município de Barcelos. (mais…)

Ler Mais

Sistema de cotas na pós-graduação é aprovado na UFBA

Serão reservadas, no mínimo, 30% das vagas ofertadas

Na UFBA

Todos os processos seletivos para os cursos de pós-graduação stricto sensu da Universidade Federal da Bahia (doutorado e mestrados acadêmicos e profissionais) irão adotar o sistema de cotas: serão reservadas, no mínimo, 30% das vagas ofertadas para candidatos negros (pretos e pardos) e uma vaga a mais em relação ao total ofertado nos cursos para candidatos enquadrados em cada uma das categorias de quilombolas, indígenas, pessoas com deficiência e trans (transgêneros, transexuais e travestis). (mais…)

Ler Mais

Com neologismos, professor Tapirapé mantém viva língua e identidade da etnia

No CenárioMT

Quando tem de ir a um lugar a outro de forma mais ágil, Josimar Xawatare’yni, 45 anos, sobe na tatayakoty e, não raramente, para se proteger um pouco do sol forte, utiliza o xatewakwy. Amante das palavras e prevenido que é, o professor procura sempre ter por perto um paraxi, afinal, pode ser que a qualquer momento tenha que colocar no papel a inspiração para a criação de mais uma novidade linguística para a sua etnia – Tapirapé. (mais…)

Ler Mais

PI – Associação Indígena Itacoatiara de Piripiri inaugura Oca com festa

Por  Portal Sem Fronteiras

Foi inaugurada na noite desse domingo, 7, a Oca da Associação Indígena Itacoatiara de Piripiri, no bairro Floresta. A inauguração contou com festa das famílias indígenas de Piripiri. Um toré de índios dirigido pelo pajé Chicão Capacete marcou a inauguração da Oca.

A “Oca” é o nome dado ao terreno de propriedade da Associação Indígena Itacoatiara de Piripiri, no bairro Floresta. Foi adquirido de particular em 2008, quando era presidente o cacique José Guilherme. Os recursos que permitiram sua aquisição são oriundos do segundo Prêmio Culturas Indígenas – Edição Xicão Xucuru, realizado através de parcerias entre o Ministério da Cultura e outras instituições governamentais como a Fundação Nacional do Índio – FUNAI e Ministério da Educação através da Coordenação Geral de Educação Indígena; organizações indígenas como a Associação Guarani Tenonde Porã, de São Paulo, responsável pela articulação entre setores do estado e diversos atores do movimento indígena em todo o território nacional, como a APOINME – Articulação dos Povos indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo, organização regional da qual faz parte a Associação Itacoatiara, além de apoiadores do movimento indígena como a ANAIND – Associação Nacional de Ação Indigenista.” (mais…)

Ler Mais

Ecoturismo no Quilombo do Camorim promove preservação cultural e ambiental

por Nia McAllister, no RioOnWatch

Ao visitar o Quilombo do Camorim, fica evidente que a história cultural da comunidade não pode ser separada do ambiente natural. Localizado no bairro de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, próximo ao Parque Olímpico, o Quilombo do Camorim faz fronteira com o grande Parque Estadual da Pedra Branca. Os visitantes passam ao longo da estrada principal que possui uma série de condomínios, recentemente construídos, antes de chegarem ao centro da comunidade onde as ruas se tornam ladeadas de árvores e densamente florestadas. Sendo uma comunidade originalmente estabelecida por escravos fugidos, a história cultural do quilombo desempenha um papel central em muitas iniciativas e projetos sociais e ambientais da comunidade. (mais…)

Ler Mais

Cursinho Quilombola estimula e prepara estudantes para ingresso na UFOPA

Estão abertas até 09 de maio de 2016, para estudantes quilombolas de todo o Brasil, as inscrições para o Processo Seletivo Especial Quilombola (PSEQ) da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), que está ofertando 56 vagas nos cursos de graduação da instituição.

Por Terra de Direitos

O Processo Seletivo Especial Quilombola (PSEQ) para os cursos de graduação da Ufopa se dará através de uma Prova de Leitura e Interpretação sobre dois textos de Eurípes Funes: Terras de Afro-amazônidas – “Nós já somos a reserva, somos os filhos deles e Comunidades Remanescentes dos Mocambos do Alto Trombetas. (mais…)

Ler Mais

Primeira estudante indígena da Pós em Antropologia Social da UFSC defende dissertação sobre povos Kaingang

Por Bruna Bertoldi Gonçalves, da UFSC

“Desde criança, a gente vê antropólogos entrarem e saírem das terras indígenas. É uma relação bem próxima. Eles vão para pesquisas, demarcação de terra. Vim de uma terra de retomada, foi uma disputa de território. Nesse período, via muitos antropólogos visitarem a nossa casa, conversarem com as lideranças. Sempre achei aquilo interessante. Um deles sempre soube muito da minha família, dos meus avós”, relembra Joziléia Daniza Jagso Inácio Schild, primeira estudante indígena do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social (PPGAS) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). A sua dissertação Mulheres kaingang, seus caminhos, políticas e redes na TI [Terra Indígena] Serrinha foi defendida no dia 24 de fevereiro de 2016. (mais…)

Ler Mais

Universidade Federal do Pará forma a primeira aluna indígena em Biomedicina

Por Elisa Vaz, da UFPA

Recentemente, a primeira mulher indígena concluiu a graduação na Universidade Federal do Pará, no curso de Biomedicina. Eliene Rodrigues Putira Sacuena, da etnia Baré, nascida em Santa Isabel do Rio Negro no Amazonas, ingressou na Universidade por meio das Políticas Afirmativas de Cotas e contou com o apoio do Núcleo de Inclusão Social (NIS/UFPA), da Pró-Reitoria de Ensino e Graduação (Proeg), para sua permanência com qualidade no ensino superior. Agora, a estudante é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Antropologia. (mais…)

Ler Mais

A discussão do projeto Ecoturismo na Bela Adormecida avança

FOIRN

A Associação Indígena Água e Terra – Ahköiwi (Ahkö água em Tukano e Iwi Terra na língua Nhengatu), fundada em novembro de 2013, sediada na comunidade Kurika na foz do rio Curicuriarí, deu mais um passo na construção do projeto Ecoturismo na serra Bela Adormecida, na reunião realizada no dia 19 de março.

A reunião teve como objetivo a apresentação de relatório de atividades programas para o início deste ano, a regularização da documentação da associação e abertura da trilha na serra. (mais…)

Ler Mais