Boitempo lança o portal Enciclopédia Latinoamericana

Destinado a estudantes, professores, pesquisadores e ao público em geral, portal disponibiliza mais de mil verbetes em plataforma de acesso gratuito

A Latinoamericana é uma enciclopédia diferente das outras, e dizer isso não significa minimizar a contribuição que outros dicionários de cultura possam ter, mas destaca uma qualidade que foi definitiva para que esta publicação ganhasse o Prêmio Jabuti de Melhor Livro de Não-Ficção de 2007: trata-se de um projeto ambicioso, que busca dar conta de uma ampla gama de temas e de todos – absolutamente todos – os países e territórios da América Latina e do Caribe, para oferecer uma visão crítica abrangente e múltipla do último cinquentenário de sua história. Escrita por mais de cem autores (entre eles, alguns dos mais respeitados intelectuais contemporâneos), a obra acaba de ganhar uma plataforma na internet, disponibilizada para o público que terá acesso gratuito a mais de mil verbetes, publicados na íntegra. (mais…)

Ler Mais

Após 47 anos, MPF investiga morte de Marighella

Marcelo Godoy, do Estadão, em Exame

Só agora, 47 anos depois, o Ministério Público Federal (MPF) abriu uma investigação sobre a morte do guerrilheiro Carlos Marighella, fundador da Ação Libertadora Nacional (ALN), em 4 de novembro de 1969. Essa é ainda a primeira vez que a equipe de policiais do delegado Sérgio Paranhos Fleury, do Departamento de Ordem Política e Social (Dops), que foi o símbolo da repressão na ditadura, será investigada por um crime político. (mais…)

Ler Mais

MPF oferece quarta denúncia contra legista acusado de forjar laudos na ditadura

O médico Harry Shibata teria corroborado com versão fraudulenta dos militares sobre morte de dois militantes na Chacina da Lapa

por Daniel Mello, da Agência Brasil

O Ministério Público Federal em São Paulo (MPF) fez mais uma denúncia contra o legista Harry Shibata e outros dois membros de sua equipe por fraude de laudos durante a ditadura militar (1964-1985). Nessa quarta ação, a procuradoria acusa o médico de ter colaborado com a versão falsa apresentada pelos agentes da repressão para o episódio conhecido como Chacina da Lapa (1976). A operação que envolveu 40 homens e resultou na morte de dois dirigentes do então clandestino PCdoB:  Pedro Ventura Felipe de Araújo Pomar (63 anos) e Ângelo Arroyo (40 anos). (mais…)

Ler Mais

Ex-legistas são denunciados por fraudarem laudo de preso político morto em virtude de torturas

Laudo elaborado pelo IML/SP corroborou versão do Doi-Codi na qual João Batista Franco Drummond morreu atropelado ao fugir da polícia

Por PRSP

O Ministério Público Federal em São Paulo denunciou os médicos legistas aposentados Harry Shibata, Abeylard de Queiroz Orsini e José Gonçalves Dias por falsidade ideológica. Atendendo solicitação do Doi-Codi, onde o preso político João Batista Franco Drummond havia sido morto sob tortura, Shibata, então diretor do IML/SP, ordenou que os outros dois legistas inserissem informações falsas e omitissem do laudo necroscópico da vítima que ele havia sido torturado e morto por agentes da repressão. (mais…)

Ler Mais

Ex-presa política Amelinha Teles cancela ida a evento após organizadores barrarem fala sobre repressão na ditadura

Integrante da Comissão da Verdade, ela falaria sobre crimes cometidos contra mulheres por agentes da repressão; coordenador de congresso na Bahia diz que foi pedido para que ela ‘abordasse pontos mais próximos ao evento’

Por Tory Oliveira, no Opera Mundi

Militante feminista e expoente nas denúncias sobre os crimes ocorridos durante a ditadura civil-militar brasileira, Amelinha Teles cancelou sua participação no 1º Congresso Internacional Científico sobre Violência Doméstica após um pedido da coordenação para que ela não abordasse em sua fala os crimes cometidos contra as mulheres no período, “devido ao apoio dos militares” ao evento. (mais…)

Ler Mais

Comissão da verdade da prefeitura de SP cobra identificação das ossadas de Perus

Relatório preliminar apresentado ontem (13) na Câmara Municipal traz 35 recomendações ao Executivo municipal, entre elas também a correção de atestados de óbito falsos de presos políticos

por Redação RBA

A Comissão da Memória e Verdade da Prefeitura de São Paulo apresentou ontem (13) na Câmara Municipal relatório preliminar com 35 recomendações a órgãos e entidades do Executivo municipal, no sentido de reparar a verdade sobre pessoas mortas ou desaparecidas durante a ditadura civil-militar no país, entre 1964 e 1985. (mais…)

Ler Mais

Justiça argentina condena ex-chefe da Força Aérea a 25 anos de prisão por desaparecimentos na ditadura

Omar Rubens Graffigna foi considerado culpado pelo sequestro em 1978 de José Pérez Rojo e Patricia Roisinblit, filha de Rosa Roisinblit, das Avós da Praça de Maio

Em Opera Mundi

A Justiça argentina condenou nesta quinta-feira (08/09) Omar Rubens Graffigna, ex-chefe de Estado Maior General da Força Aérea, a 25 anos de prisão pelo sequestro em 1978 de José Pérez Rojo e Patricia Roisinblit, filha de Rosa Roisinblit, vice-presidente das Avós da Praça de Maio. (mais…)

Ler Mais

28 genocidas são sentenciados à prisão perpétua por crimes na ditadura argentina

Do lado de fora do Tribunal Federal da capital cordobesa, milhares de pessoas celebraram a decisão

Da Redação Brasil de Fato*

A Justiça argentina botou um novo freio à impunidade pelos crimes cometidos durante a última ditadura cívico militar. Após seis anos da abertura do processo que julga crimes cometidos em Centros Clandestinos de Detenção (CCD) da província de Córdoba, no centro do país, 28 pessoas foram sentenciadas à prisão perpétua e nove a condenações entre três e nove anos por violação aos direitos humanos. (mais…)

Ler Mais

Governo da Bahia vai avaliar recomendações da Comissão da Verdade do estado

Por Sayonara Moreno – Correspondente da Agência Brasil

A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos da Bahia vai avaliar a viabilidade de implantação das propostas apresentadas pela Comissão Estadual da Verdade, que concluiu seus trabalhos após três anos e meio e entregou o relatório final das atividades ao governador do estado, Rui Costa. No entanto, ainda não há prazo para análise das sugestões, segundo o órgão. (mais…)

Ler Mais

EUA sabiam das torturas e execuções da ditadura argentina

Documentos tornados públicos pela gestão Obama apontam contradição em posição norte-americana de defesa dos direitos humanos enquanto elogiava ditador argentino que torturava e matava

por Redação RBA

Para o cientista político e sociólogo Emir Sader, a liberação de documentos pelo Arquivo Nacional norte-americano revela que os Estados Unidos sabiam dos casos de torturas e execuções durante a ditadura argentina (1976-1983). Os documentos foram tornados públicos durante passagem do secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pela Argentina, na semana passada, antes de vir ao Brasil para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos. (mais…)

Ler Mais