Juiz manda soltar policiais que atuaram em massacre rural no Pará

Carlos Madeiro, UOL

O juiz substituto de Redenção, Jun Kubota, negou nesta terça-feira (8) um pedido do MP (Ministério Público) do Pará de renovação da prisão temporária de 13 policiais civis e militares suspeitos de envolvimento no massacre de 10 trabalhadores rurais no município de Pau D’Arco, em maio. Os policiais estão presos desde o dia 10 de julho e podem ser libertados nesta quarta-feira (9), quando termina o prazo de prisão. (mais…)

Ler Mais

Justiça Federal suspende ação criminal que tornou acusados réus por homicídio no desastre de Mariana

Samarco, Vale, BHP Billiton, VogBR e 22 pessoas são rés na ação. Decisão foi dada após pedido de anulação feito por advogado de dois réus, que alega ilegalidade em escutas telefônicas.

Por Fernando Zuba, Flávia Cristini e Pedro Ângelo, TV Globo e G1 MG

A Justiça Federal em Ponte Nova, na Zona da Mata de Minas Gerais, suspendeu o processo criminal que tornou rés 22 pessoas e as empresas Samarco, Vale, BHP Billiton e VogBR por causa do desastre com a barragem de Fundão, em Mariana, em novembro de 2015. A reportagem teve acesso à decisão, que data de 4 de julho deste ano. A defesa do diretor-presidente licenciado da Samarco, Ricardo Vescovi, e do diretor-geral de operações, Kleber Terra, alegou que escutas telefônicas usadas no processo foram feitas de forma ilícita. (mais…)

Ler Mais

Brasil é líder em mortes por conflitos fundiários, destaca relatório da Global Witness

Em 2016, o País registrou 49 assassinatos de defensores do direito à terra. Documento traz recomendações para enfrentamento ao problema

PFDC

Embora os conflitos agrários sejam um fenômeno global, 60% das mortes no campo em 2016 ocorreram na América Latina. O Brasil lidera o ranking de assassinatos (49), seguido por Colômbia (37), Filipinas (28), Índia (16), Honduras (14), Nicarágua (11), República Democrática do Congo (10), Bangladesh (7), Guatemala (6) e Irã (3). (mais…)

Ler Mais

Conflitos no campo não são casos isolados: é um ‘projeto de matança’

Segundo relatório da Comissão Pastoral da Terra, 61 pessoas foram assassinadas em disputas agrárias no Brasil em 2016, segundo maior número em 25 anos. Região amazônica concentra 57% dos casos

Por Luciano Velleda
Da Rede Brasil Atual

O ano de 2016 encerrou como o segundo mais violento em conflitos de terra nos últimos 25 anos, atrás apenas de 2003. Essa realidade se traduz em 61 assassinatos, incluindo 16 jovens com idades entre 15 e 29 anos, um adolescente e seis mulheres. Ao todo, foram 1.536 conflitos, considerando questões agrárias e trabalhistas e casos de disputa pela água – média de 4,2 por dia. (mais…)

Ler Mais

Hostilidades sofridas pelo povo Guarani e Kaiowá motivaram confrontos com seguranças armados

Por Renato Santana,  Cimi

Hostilidades sofridas pelos Guarani e Kaiowá do tekoha – lugar onde se é – Tey’i Kue provocaram conflitos, desde o último domingo, entre os indígenas e seguranças armados da Fazenda Santa Maria, incidente na demarcação Dourados Amambai Peguá I, no município de Caarapó. A menos de 6 km do local, há um ano, o Guarani e Kaiowá Clodiodi Aquileu Rodrigues de Souza foi assassinado. (mais…)

Ler Mais

CPT no Mato Grosso do Sul apresenta dados de conflitos no campo em 2016

A Comissão Pastoral da Terra no Mato Grosso do Sul (CPT-MS) lançou, no último dia 28 de julho, a publicação “Conflitos no Campo de 2016”, no auditório da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), no município de Dourados (MS). A mesa de lançamento foi composta por Roberto Carlos de Oliveira, agente da CPT, e Flávio Vicente Machado, do Conselho Indigenista Missionário (Cimi)

CPT-MS

Simultâneo à mesa de debates, ocorreu a apresentação de todos os relatórios publicados pela CPT (32 no total) como atividade de duas acadêmicas do curso de Ciência Sociais, Vera e Alessandra, que propuseram inserir o “Conflitos no Campo Brasil” no ementário de publicações utilizadas no curso. (mais…)

Ler Mais

Aos 20 anos, o que comemora um jovem negro?

Por Marco Aurélio Barreto Lima, no Justificando

Completar um aniversário, especialmente quando se é jovem, é um momento que costuma ser alegre, traduz as realizações do último ano e marca a esperança que se aponta para o próximo período, os sonhos a serem alcançados e o futuro que nos aguarda. Não se engane, quando digo geralmente alegre, refiro-me ao fato de que a esperança, o sonho e o futuro são palavras vagas para boa parte de nossa juventude, a quem é negado o direito de conhecer os conceitos por trás desses termos. (mais…)

Ler Mais

Policiais assassinaram liderança do MST em hospital do Pará

No  Diário Causa Operária

Foram identificados três suspeitos do assassinato da liderança do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) do Sudeste do Pará, Waldomiro Costa Pereira, dentro do Hospital Geral de Parauapebas no dia 20 de março. Waldomiro estava internado no Hospital após sofrer uma tentativa de assassinato dentro de seu lote no munícipio de Parauapebas. (mais…)

Ler Mais