‘Se a gente não se contrapõe ao fascismo agora, ele pode virar uma coisa muito mais perigosa’

“… você pode incendiar mendigo, bater em homossexual, em negros. O fascismo é isso. O fascista desumaniza o outro de uma forma que o fascista acredite que o fato de o outro existir corrói a sociedade.”

Por André Antunes – EPSJV/Fiocruz

A ascensão da extrema-direita no cenário político mundial vem causando preocupação já há algum tempo. Mas os acontecimentos do último sábado (12), em Charlottesville, alçaram o problema a um novo patamar. No que vem sendo considerada a maior manifestação de grupos de ódio das últimas décadas nos Estados Unidos, milhares de pessoas, entre elas integrantes da Ku Klux Klan e grupos neonazistas, marcharam pelas ruas da pequena cidade do estado americano da Virgínia, para protestar contra a remoção, a mando da prefeitura, de uma estátua do general Robert E. Lee, símbolo dos Confederados, que durante a Guerra Civil americana lutaram pela permanência da escravidão no país. (mais…)

Ler Mais

Pais gringos: e o Brasil passou a importar sêmen…

Casais heterossexuais, homoafetivos e mulheres podem buscar seu doador pela internet. Estudo mostra que 52% buscam doadores com olhos azuis. Entre estes, nem 1% é negro

Por Débora Lopes, na Vice/Outras Palavras

As comédias românticas já mostraram muitas vezes a clássica cena de um sujeito que doa seu esperma: revistas e filmes pornôs à disposição, um recipiente para coletar o “suco do amor” e uma salinha mais fria que corredor de hospital. No Brasil, a procura por um doador de sêmen importado aumentou mais de 2.500% entre 2011 e 2016, segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A questão é: por que os brasileiros querem que o pai biológico de seus filhos seja um gringo? (mais…)

Ler Mais

Para compreender a Sociedade do Espetáculo

Uma estudiosa de Guy Debord propõe pistas para acessar o pensamento do filósofo. Sua obra central, que completa 50 anos, vasculhou as lógicas de dominação do capitalismo contemporâneo

Por Iná Camargo Costa, no Outras Palavras

Arte política

Logo depois de publicar seu livro A sociedade do espetáculo (1967), Guy Debord fez um filme com o mesmo nome (1973) no qual retoma todos os procedimentos do cinema de agitprop desenvolvido na Rússia revolucionária por gente como Eisenstein, ao mesmo tempo em que faz avançar tanto as propostas dos seus antecessores quanto as que enunciou no livro, que foi pensado entre outras coisas como uma intervenção no debate estético-político francês. (mais…)

Ler Mais

Contra a viralização da ignorância, temos que proteger o ensino de História, por Leonardo Sakamoto

No Blog do Sakamoto

Um dos maiores saltos da humanidade foi o momento em que sua esmagadora maioria passou a aceitar que o planeta não é chato como uma pizza, mas redondo feito uma laranja. Não nego que, lendo os discursos que defendem uma Terra plana, torço para que seus apoiadores um dia encontrem a borda da tal pizza e lá tropecem, caindo no vazio no esquecimento. (mais…)

Ler Mais

Marcha racista e neonazista nos EUA deve ter animado muita gente no Brasil, por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

Sabe a humanidade? Então, ela deu errado.

Centenas de racistas e neonazistas marcharam, na noite desta sexta (11), em Charlottesville, nos Estados Unidos, carregando tochas e entoando palavras de ordem contra negros, migrantes, homossexuais, judeus, como relata o repórter Ricardo Senra, pela BBC Brasil. Bradaram que ”Vidas brancas importam”, uma referência ao movimento ”Black Lives Matter”, contra a morte de negros pelas mãos do poder público. Sem pudor algum. (mais…)

Ler Mais

Esfera de influência: como os libertários americanos estão reinventando a política latino-americana

Por Lee Fanga, na The Intercept Brasil

Para Alejandro Chafuen, a reunião desta primavera no Brick Hotel, em Buenos Aires, foi tanto uma volta para casa quanto uma volta olímpica. Chafuen, um esguio argentino-americano, passou a vida adulta se dedicando a combater os movimentos sociais e governos de esquerda das Américas do Sul e Central, substituindo-os por uma versão pró-empresariado do libertarianismo. (mais…)

Ler Mais

O brasileiro acha chique visitar Paris, Roma, Berlim, mas a Europa é, em essência, tudo o que a classe média odeia

By Ivana Ebel*, no Hoje Tem Textão

Tenho passado boas horas no Youtube, recentemente, acompanhando vídeos de brasileiros que foram morar em outros países. Tenho feito isso para entender mais da ferramenta, dos bordões, do que faz um canal ter sucesso ou não. Entenda como pesquisa de mercado, se quiser. (mais…)

Ler Mais

“Brasil é outro mundo”, diz ex-ministra da Justiça alemã

Em entrevista à DW, jurista e ex-deputada Herta Däubler-Gmelin afirma que nunca aconteceria na Alemanha de um presidente sob suspeita de corrupção e alvo de denúncia não renunciar imediatamente ao cargo.

Na Deutsche Welle

Para Herta Däubler-Gmelin, que ocupou o cargo de ministra da Justiça na Alemanha entre 1998 e 2002, é inconcebível  manter um político na liderança do país quando suspeitas de corrupção são apontadas pela Procuradoria-Geral. Mas isso é na Alemanha. O Brasil, segundo ela, “é outro mundo”. (mais…)

Ler Mais