O pior da agenda tóxica de Trump só será desencadeado com uma grande crise nos EUA, por Naomi Klein

No The Intercept Brasil

Durante a campanha presidencial, algumas pessoas achavam que os pontos mais abertamente racistas da plataforma de Donald Trump eram apenas uma estratégia para causar irritação, não um plano de ação concreto. Porém, na primeira semana de seu mandato, quando ele vetou a entrada de cidadãos de sete países de maioria muçulmana, a ilusão logo foi desfeita. Felizmente, a reação foi imediata: marchas e protestos em aeroportos, greves de taxistas, manifestações de advogados e políticos locais. Por fim, o veto foi considerado ilegal pela Justiça americana. (mais…)

Ler Mais

Quando a submissão capitalista está dentro de você

Em novo livro, Christian Laval e Pierre Dardot aprofundam sua análise sobre o neoliberalismo. Seria o momento em que os sujeitos, obrigados a curvar-se às lógicas do capital, já as tomam com suas

Por Jorge Alemán, no Cuarto Poder/Outras Palavras

Mais uma vez, em seu último livro La pesadilla que no acaba nuncaChristian Laval e Pierre Dardot aprofundam sua análise do neoliberalismo em sua nova extensão planetária. Seguindo uma tradição foucaultiana, estes autores não veem o neoliberalismo como exclusivamente um “mal” dos mercados financeiros que teriam cometido a destruição do espaço público. Ao contrário, o neoliberalismo é uma nova ordem racional que vai apagando tendencialmente a diferença público-privado e que dispõe da potência de se apropriar das diferentes ordens da vida até chegar a configurar o modo mais íntimo da vida do sujeito. Para estes autores, funciona uma espécie de promessa neoliberal que, em seu exercício cativante, molda os sujeitos em seu próprio modo de ser. (mais…)

Ler Mais

Por uma sociedade que não odeie as mães

“Historicamente na vida de muitas mulheres negras, a figura masculina provoca mais dor do que aconchego ou qualquer tipo de proteção” 

Por Juliana Gonçalves para o Calle2/População Negra e Saúde

Jovem, mãe, negra e solteira. Isso é parte do que sou. Sei que falo de uma experiência coletiva sob uma ótica particular. Dói saber disso. Somos muitas mães solteiras, sobretudo negras. Ter filho é um divisor de águas na vida de muitas mulheres. O pesar vem quando a maternidade nos separa por vezes do mundo, das pessoas. Mas não precisa ser assim. Não deve ser.

(mais…)

Ler Mais

Historiadora fala sobre a riqueza do patrimônio imaterial indígena

Por Sucena Shkrada Resk/ICV

O Instituto Centro de Vida (ICV) inicia uma série de entrevistas com o objetivo de apresentar o universo indígena, no recorte cultural e de direitos, que dialogam com a justiça socioambiental, em um momento político e em um cenário com um modelo econômico, nos quais existe uma pressão cada vez maior sobre estes povos. Só no Estado do Mato Grosso, são mais de 42,5 mil indivíduos de 43 povos, segundo o Censo Indígena de 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). (mais…)

Ler Mais

Alunos de colégio particular de Salvador usam roupa de organização racista em evento

Colégio se manifestou afirmando que repudia ação e que jovens “podem se equivocar”

No Correio 24 horas

Um evento em um colégio particular de Salvador teve estudantes fantasiados de integrantes da Ku Klux Klan, organização racista dos Estados Unidos. Em uma das imagens, um aluno chega a fazer um sinal que lembra a saudação ao ditador nazista Adolf Hitler. As fotos foram feitas durante uma atividade chamada de “Mico”, de alunos do 3º ano do Ensino Médio do Colégio Anchieta, na Pituba. (mais…)

Ler Mais

Uma bela, forte e digna resposta: “Se nada der certo, vocês vão virar carpinteiro também?”

“Aliás, por falar em deus, vocês são de formação católica certo? Se nada der certo, vocês vão virar carpinteiro também? Embora eu sendo agnóstico, respeito muito um carpinteiro que “não deu certo” e que vocês fingem amar. Que feio, Colégio! Ensinando crianças a desprezarem seu Mestre?”

Tania Pacheco

Somente hoje, com quatro dias de atraso, li a belíssima carta escrita por Marcio Ruzon e postada no dia 5 na sua rede social. Ela é endereçada ao Colégio Marista, mas não fala apenas à instituição e a todos que nele trabalham, sem distinção. Se dirige, talvez principalmente, aos alunos e alunas e a suas famílias, talvez principalmente. Sua motivação? A atividade desenvolvida pela escola sob o título “Se não der certo”, na qual os alunos se fantasiavam das profissões de “fracassados”: faxineiras, operários, mecânicos, garis… (mais a respeito AQUI). (mais…)

Ler Mais

‘Meu filho foi confundido com um mendigo’, diz pai ao relatar racismo em shopping

Pais exigiram do shopping Pátio Higienópolis uma retratação por escrito

SÃO PAULO — O jornalista Enio Squeff tomava chá com o filho no shopping Pátio Higienópolis quando foi abordado por uma segurança, na última sexta-feira. Supreso, só entendeu do que se tratava quando foi questionado pela funcionária se o garoto “estava incomodando”; o filho de sete anos, que vestia o uniforme de tradicional escola particular da região, foi confundido com um pedinte. (mais…)

Ler Mais

Mãe denuncia racismo em livros didáticos para crianças de 3 anos utilizados em escola do Recife

Publicação traz personagens negros como figuras tristes e como faxineiro em exercícios pedagógicos. Segundo Aline Lopes, conteúdo reforça estereótipos e preconceito de cor.

No G1 PE

A funcionária pública Aline Lopes vai ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), nesta quarta-feira (7), denunciar por racismo o conteúdo de um livro didático utilizado na educação de crianças de três anos. Os exercícios na publicação, da editora Formando Cidadãos, propõe que os estudantes circulem o lar em que as pessoas estão felizes, mostrando uma família negra triste e outra família feliz, de cor branca.

(mais…)

Ler Mais