Samarco terá de indenizar moradores por falha no abastecimento de água

Decisão vale para moradores de municípios do Espírito Santo banhados pelo Rio Doce, onde aconteceu a tragédia de Mariana

Por Léo Rodrigues, Radioagência Nacional, no Brasil de Fato

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) tomou uma decisão para uniformizar as sentenças de todos os processos envolvendo a interrupção do abastecimento de água após a tragédia de Mariana (MG). De acordo com o Incidente de Resolução de Demandas Repetitivas (IRDR), cada pessoa prejudicada terá direito a receber R$ 1 mil como indenização por danos morais. (mais…)

Ler Mais

Indígenas denunciam ameaças à conservação da reserva do Xingu

Áreas nos limites da unidade estariam sendo desmatadas para o plantio de soja

Jornal da Amazônia

Líderes das principais etnias que vivem no Parque Indígena do Xingu, em Mato Grosso, denunciaram, nesta semana, ameaças à unidade de conservação. Eles entregaram ao ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, um documento em que mostram preocupação com a expansão do agronegócio nas áreas limítrofes do parque e com as ameaças aos direitos das populações indígenas, como a possibilidade de redução das terras. (mais…)

Ler Mais

“Carne Fraca”: maior operação da história da PF mira empresários do agronegócio

Fiscais liberavam até carne podre; entre os 38 presos estão executivos da BRF e da Seara; JBS também é um dos alvos da Polícia Federal

De Olho nos Ruralistas

A Operação Carne Fraca é a maior da história da Polícia Federal, informou a instituição na manhã desta sexta-feira (17/03). Após dois anos de investigação, a PF constatou que fiscais do Ministério da Agricultura atuam para “facilitar a produção de alimentos adulterados, emitindo certificados sanitários sem qualquer fiscalização efetiva”. Tudo, claro, movido a propina. (mais…)

Ler Mais

Mortes fetais em Sorriso teriam relação com agrotóxicos

Keka Werneck, repórter do GD

Médico Wanderlei Pignati, professor da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que pesquisa impactos do uso de venenos agrícolas em regiões fortes do agronegócio no Estado, alerta autoridades de Sorriso (420 quilômetros ao Norte de Cuiabá), que estão investigando a série de cinco óbitos fetais na cidade, para a possibilidade do fenômeno ter ocorrido por contaminação química. (mais…)

Ler Mais

Caso Mariana: após workshop, MPF E MP-MG criam grupo de trabalho para garantir participação dos atingidos

Durante o encontro, foram discutidas questões socioeconômicas relacionadas às comunidades e povos tradicionais atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão

MPF/MG

A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão, órgão do Ministério Público Federal em Minas Gerais (MPF/MG), e o Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG), por meio de dois de seus órgãos – Coordenadoria de Inclusão e Mobilização Sociais (CIMOS) e Centro de Apoio Operacional dos Direitos Humanos (CAODH) -, realizaram, no último dia 10 de março, um workshop com representantes de entidades e instituições que desenvolvem pesquisas e ações junto aos atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, ocorrido em novembro de 2015, em Mariana/MG. (mais…)

Ler Mais

A Vale é a culpada pela coloração assustadora do Rio Itabirito

Minuto Mais

Uma tubulação que transporta rejeitos de minério de ferro se rompeu na mineradora Vale em Itabirito. Sendo assim, o rejeito desceu por meio de uma canaleta e atingiu a região de Mata Porcos, no município itabiritense. Consequentemente, o Rio Itabirito foi atingido. Tanto que, por causa do ocorrido, o curso d’água ganhou uma coloração horrenda, avermelhada em exagero, e provavelmente colocou em risco a vida de animais que dependem dessa água. (mais…)

Ler Mais

MPF vai à Justiça para exigir reparação de danos causados por garimpo no Amazonas

Garimpo de ouro do Juma atraiu milhares de pessoas no passado e deixou estragos até hoje não reparados; área explorada coincide com unidade de conservação federal recém-criada

MPF AM

O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) entrou com ação civil pública na Justiça para exigir a recuperação de todos os danos causados ao meio ambiente pelas atividades de exploração de minério de ouro no garimpo do Juma, situado entre os municípios de Novo Aripuanã e Apuí. O órgão quer ainda obrigar o Estado do Amazonas a reconhecer publicamente a violação de direitos humanos ocorrida no garimpo, decorrente da omissão dos órgãos em fiscalizar as irregularidades e as condições desumanas vivenciadas no local. (mais…)

Ler Mais