Conceição do Mato Dentro: Prefeitura entrega água que não é potável à comunidade

Moradores têm que andar até um lugar conhecido como “Buracão” para ter o que beber

Por Ana Paula Pedrosa e Queila Ariadne, O Tempo

Todos dos dias, Solange Souza Peixoto, 33, sai de casa, na comunidade de Faustinos, em Conceição do Mato Dentro, na região Central de Minas Gerais, para buscar água em um poço conhecido como “Buracão”. A caminhada começa em uma estrada de terra, que vai afunilando e vira uma trilha dentro da mata até chegar ao local, onde ela enche a garrafa com uma água amarelada, mas que ela garante ser melhor do que a que a comunidade recebe da prefeitura da cidade em caminhões-pipa que chegam a Faustinos toda terça e quinta-feira desde 2014, quando as nascentes que abasteciam a comunidade começaram a secar em decorrência da atividade da Anglo American na região. São 30 mil litros de água por semana, que abastecem sete núcleos familiares, com cerca de cem pessoas no total. (mais…)

Ler Mais

Minas lidera número de conflitos por água no país

No Estado, há 58 focos de embate por uso de água, um terço do total registrado no país

Por Ana Paula Pedrosa e Queila Ariadne, O Tempo

Minas Gerais é o Estado onde há maior número de conflitos motivados pela água. São 58, um terço das 172 áreas de tensão registradas no país e mais do que o dobro do segundo colocado, a Bahia, quem tem 24. Os dados são do estudo “Conflitos pela água 2016-2015”, da Comissão Pastoral da Terra (CPT). O documento mostra ainda que 54% dos embates por água são causados pela mineração. As hidrelétricas aparecem em segundo lugar, como causadoras de 23% das divergências. (mais…)

Ler Mais

A Samarco, os tapumes da vergonha e os murais da coragem

“Demoramos, mas acordamos”.
“É a Samarco levando lama onde a tragédia não chegou.”

MAB

As tardes de domingo são na tradição ocidental um dia de descanso do trabalho da semana que passou e uma oportunidade para uma pausa restauradora que permite se reunir para orar, cada um em suas respectivas religiões, e também celebrar as amizades, passar o tempo com os pais e filhos ou ainda, simplesmente, dormir. (mais…)

Ler Mais

O “Massacre de Haximu” perdura: a contaminação por mercúrio do povo Yanomami

Por Alenice Baeta*, para Combate Racismo Ambiental

Em 1993 a aldeia Haximu dos índios Yanomami situada no vale do rio Demini, na fronteira com a Venezuela foi atacada brutalmente por garimpeiros onde jovens guerreiros, crianças, mulheres e velhos foram cruelmente assassinados. Esta chacina ficou internacionalmente conhecida como o Massacre de Haximu, tendo sido considerado um crime de genocídio. (mais…)

Ler Mais

Cana de açúcar transgênica: quanto é uma ameaça à saúde publica e ao meio ambiente?

Por Nagib Nassar*Jornal da Ciência

 A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou, recentemente, a liberação comercial de cana-de-açúcar geneticamente modificada. Com isso, o Brasil vai ser o primeiro país do mundo a produzir esse tipo de cana. Isto é verdade porque nenhum outro país tem a deliberação e aprovação decidida por representantes de ministérios ao invés de cientistas altamente especializadas no assunto, tornando a decisão mais politica do que científica. Representantes do Ministério do Meio Ambiente, especialistas da área e da agricultura familiar votaram contra a liberação, apontando falta de estudos sobre os impactos ambientais e à saúde humana. (mais…)

Ler Mais

Danos ambientais da CSN em Volta Redonda (RJ) serão julgados pela Justiça Federal, decide STJ

Decisão é resultado do julgamento de conflito de competência entre os Ministérios Públicos Federal e Estadual

Por Procuradoria-Geral da República*

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que a Segunda Vara Federal de Volta Redonda (RJ) seja a responsável por processar e julgar duas ações civis públicas contra a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) por dano ambiental. A decisão é resultado do julgamento de conflito de competência suscitado pela 3ª Vara Cível do município. A confirmação da Justiça Federal para processar os casos segue entendimento defendido em parecer pelo Ministério Público Federal (MPF). (mais…)

Ler Mais

A dura vida da tribo Krenak após o colapso do Rio Doce

Quase dois anos após o Rio Doce ser palco do maior desastre ambiental do país, indígenas da tribo krenak ainda sofrem efeitos da lama tóxica

Em  Opinião e Notícia

“Não fale a palavra ‘Samarco’. Ela é tão amaldiçoada quanto o rio”. O alerta vem de um agente da Fundação Nacional do Índio (Funai), órgão que supervisiona a população indígena do país, incluindo as tribos krenak que vivem às margens do Rio Doce, que corta Minas Gerais. (mais…)

Ler Mais

Desastre de Mariana: Justiça Federal mantém a BHP Billiton ré na ação criminal

Empresa pediu sua exclusão alegando, entre outras coisas, que não poderia ser responsabilizada pelos fatos, porque não exerce atividades de mineração no Brasil

MPF/MG

A Justiça Federal em Ponte Nova (MG) rejeitou preliminar de ilegitimidade passiva alegada pela BHP Billinton em ação penal que trata dos crimes decorrentes do rompimento da barragem de Fundão, ocorrido em novembro de 2015, no município de Mariana (MG). A denúncia oferecida pela força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) acusa cada uma das empresas Samarco Mineração, Vale e BHP Billiton Brasil por 12 crimes ambientais. (mais…)

Ler Mais

Justiça prorroga até 30 de outubro prazo para Vale e BHP negociarem acordo para Samarco

As ações movidas pela União Federal e Ministério Público Federal pedem pagamento de mais de R$ 155 bilhões.

No G1

A BHP Billiton e a Vale ganharam uma extensão de 4 meses da Justiça para negociar um acordo para as ações civis públicas movidas pela União Federal e pelo Ministério Público Federal, decorrentes do desastre da Samarco em 2015, informaram as companhias nesta sexta-feira (30).

(mais…)

Ler Mais