Condenação de Rafael Braga gera revolta

No Justificando

Rafael Braga, único preso das manifestações de junho em razão do porte de pinho sol, foi condenado pelo juiz Ricardo Coronha Pinheiro a 11 anos e três meses de prisão, além do pagamento de R$ 1.687. Rafael foi supostamente flagrado na posse de 0,6g de maconha, 9,3g de cocaína e um rojão. Ele nega todas as acusações e afirma que o material foi plantado pelos policiais responsáveis pelo flagrante. Já os depoimentos dos policiais foram a única base para condenação. Leia a sentença na íntegra (mais…)

Ler Mais

Direito, o Aprendiz; elas/es, as/os Mestras/es: : À procura de uma escuta qualificada

Por Claudia Aguirre, no Crônicas Indigenistas

No último dia 3 de abril, tive a honra de representar a Defensoria Pública do Estado do Acre no primeiro dia das atividades do Seminário “Subsídios para a criação das categorias ‘escola indígena’ e ‘professor indígena’, e outros marcos para a gestão intercultural da EEI no Acre”, promovido pela Secretaria de Educação do Estado do Acre e a Comissão Pró-Índio do Acre, com o apoio da UNICEF. (mais…)

Ler Mais

“Defendo os direitos fundamentais e acredito que todo agente de estado deve defender”

Por Fernanda Valente, no Justificando

Ao observar as esculturas e quadros com representações de mulheres na sala do apartamento no Jardim Paulista, faço uma verdadeira imersão ao mundo de Kenarik Boujikian, 57 anos. A desembargadora do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) me recebeu em uma calorosa quinta-feira à tarde, com um forte abraço. Ela fez questão de manter nossa entrevista mesmo com a severa dor na coluna que tem sentido há um mês. (mais…)

Ler Mais

Delator da Odebrecht e manicure que roubou fralda têm penas semelhantes

Por Ângela Boldrini, na Folha

A única coisa que Alexandrino de Alencar, ex-diretor da Odebrecht Infraestrutura, e Keli Gomes da Silva, analfabeta e manicure, têm em comum é o tempo de sentença: sete anos e meio.

Ela, por furtar quatro pacotes de fralda de um supermercado na Brasilândia, periferia de São Paulo. Prejuízo de algo como R$ 150. (mais…)

Ler Mais

STF suspende reintegração de posse de fazenda em MS localizada na T.I. Taunay-Ipegue, Terena

STF

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, suspendeu reintegração de posse da “Fazenda Esperança”, em Aquidauana (MS), ocupada por índios da etnia Terena envolvidos em processo de demarcação de terras da Comunidade Taunay-Ipégue. Segundo a decisão, proferida na Suspensão de Liminar (SL) 1076, ajuizada pela Fundação Nacional do Índio (Funai), o contexto da região revela provável uso de força para o cumprimento da ordem judicial, o que levaria a consequências socialmente nefastas. (mais…)

Ler Mais

STF suspende outra reintegração de posse em MS. Esta seria contra os Terena de Taunay Ipegue

Tania Pacheco

A presidenta do Supremo Tribunal Federal concedeu nova liminar suspendendo medida de reintegração de posse contra os povos indígenas de Mato Grosso do Sul. Desta fez, foram suspensos os efeitos de decisão do Juízo da 1ª Vara Federal de Dourados, em ação de reintegração referente à ‘Fazenda Esperança’, localizada dentro da Terra Indígena Terena Taunay-Ipegue, no município de Aquidauana. (mais…)

Ler Mais

Mutirão em defesa da grafia dos nomes indígenas Munduruku é premiado no Pará

Realizada pelo MPPA, MPF/PA e Defensoria Pública do Estado, Caravana de Direitos dos Povos Indígenas emitiu e retificou registros de nascimento para os Munduruku

MPF PA

Uma ação conjunta do Ministério Público do Pará (MPPA), Ministério Público Federal no Pará (MPF/PA) e Defensoria Pública do Estado do Pará conquistou o primeiro lugar na primeira edição do Prêmio Práticas Exitosas, da Associação do Ministério Público do Estado do Pará (Ampep).

(mais…)

Ler Mais

STF suspende despejo em fazenda onde ataque ruralista deixou 1 indígena morto e 6 feridos

No Campo Grande News

O STF (Supremo Tribunal Federal) suspendeu a liminar de reintegração de posse da Fazenda Yvú, localizada no município de Caarapó, a 283 km de Campo Grande. Invadida [sic] no dia 13 de junho deste ano, a área foi palco, dois dias depois, de um ataque armado liderado por fazendeiros contra os índios. Seis ficaram feridos e o agente de saúde indígena Clodioudo de Souza, 26, morreu atingido por três disparos. (mais…)

Ler Mais