MPF/ES promove audiência pública sobre os impactos das instalações de empreendimentos para as comunidades indígenas de Aracruz

No evento, que será realizado da Escola Municipal de Ensino Fundamental Indígena Caieiras Velha, serão discutidas as principais reivindicações dos povos Tupiniquim e Guarani

MPF/ES

O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES), por meio da Procuradoria da República em Linhares, realiza no dia 31 de março (sexta-feira), a partir das 16 horas, audiência pública que vai tratar das reivindicações dos índios Tupiniquim e Guarani decorrentes dos impactos causados pelos empreendimentos instalados no município de Aracruz, norte do Estado, sobre as terras indígenas. (mais…)

Ler Mais

A guerra da água na Bolívia e a luta dos atingidos no Guapiaçu

No MAB

Na tarde de segunda-feira (20), os atingidos pela barragem do Guapiaçu receberam a visita de Oscar Oliveira, liderança da guerra da água, na Bolívia.

O encontro aconteceu na comunidade de Serra Queimada, em Cachoeiras de Macacu/RJ, em virtude do Dia Mundia da Água, celebrado no dia 22 de março, e foi uma entre as várias atividades que acontece no estado com a presença do lutador boliviano, cuja vinda para o Brasil foi articulada pelo vereador da cidade do Rio de Janeiro, Renato Cinco. (mais…)

Ler Mais

À margem do milagre do São Francisco

Idealizada há um século, transposição enfim é inaugurada, ao custo de R$ 9 bilhões. Mas, por enquanto, muitas comunidades do semiárido do Nordeste só veem a água passar, enquanto outras ainda esperam que ela chegue.

Por Nádia Pontes, na Deutsche Welle

A menos de um quilômetro do canal que traz as águas do rio São Francisco para a Paraíba, muitas torneiras estão secas. No bairro onde Gabriel mora, na cidade de Monteiro, por onde a obra da transposição entra no estado, a vizinhança paga a conta enviada pela companhia de saneamento, mas água só tem quem contrata o caminhão-pipa. (mais…)

Ler Mais

No AP, quilombolas do Curiaú reclamam de falta de água há 8 dias

Falha no sistema de fornecimento de água tratada começou dia 12 de março. Caesa informou que vai providenciar manutenção detalhada do sistema

Fabiana Figueiredo – Do G1 AP

Moradores do quilombo do Curiaú, às margens da rodovia AP-070, a 8 quilômetros de Macapá, reclamam que estão há 8 dias sem o fornecimento de água tratada pela Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa). A falha no sistema teria começado no dia 12 de março e permanece nesta segunda-feira (20). (mais…)

Ler Mais

Bispo rebelde da Patagônia visita um dos maiores conflitos por água e terra no Chile

“Nunca imaginei este nível de depredação”, assinalou Luis Infanti, Bispo da região de Aysén (Patagônia Chilena), em visita na província de Petorca, onde há mais de uma década camponeses sofrem pela falta de água para seus cultivos e para o consumo humano, causada pela ação expropriatória do agronegócio nesse território

Por Alexander Panez Pinto* – CPT

O Bispo Luis Infanti tem sido reconhecido no Chile como um firme defensor das causas do povo da Patagônia. Foi um forte opositor do projeto “HIDROAYSEN”, que pretendia alagar 5.910 hectares para a construção de uma usina hidrelétrica com capacidade de 2.750 MW, com impactos sociais e ambientais devastadores para o território. Infanti também acompanhou e defendeu o povo patagônico que se levantou no ano 2012 contra a exclusão territorial que historicamente tem vivenciado e que levou a uma dura repressão por parte do Estado. Seu compromisso com as lutas socioambientais ficaram registradas na carta pastoral “Danos Hoy el Agua de cada día”. (mais…)

Ler Mais

Movimentos sociais barram derrubada da lei que restringe eucaliptais em Pedro Canário

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

A pressão popular conseguiu barrar a votação, em regime de urgência, de uma proposta de derrubada da Lei 1.229/2016, que limita o plantio de eucaliptos em Pedro Canário, norte do Estado. A vitória aconteceu durante a sessão extraordinária realizada nesta sexta-feira (10), na Câmara de Vereadores. (mais…)

Ler Mais

Agência Nacional de Águas não pode outorgar direitos de uso na bacia do rio Solimões

Legislação prevê que, para concessão de autorizações, é necessário que a bacia possua um plano de recursos hídricos; rios da Amazônia não possuem o planejamento

Por Procuradoria da República no Amazonas

A Justiça Federal determinou que a Agência Nacional de Águas (ANA) não mais outorgue direitos de uso de recursos hídricos (Declaração de Reserva de Disponibilidade Hídrica) em processos de licenciamento ambiental na Bacia Hidrográfica do Rio Solimões, enquanto não for instalado o Comitê da Bacia Hidrográfica e aprovado o Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Solimões/Amazonas. A sentença foi concedida em ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) para proteger os recursos hídricos da região, até agora usados sem nenhum planejamento. (mais…)

Ler Mais

A água é vida, não é um negócio!, por Cândido Grzybowski

No Ibase

Em plena semana de Carnaval, a Assembleia Legislativa aprovou o projeto que autoriza a privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro – CEDAE. Este processo é revelador do total descalabro político em que nos encontramos. A decisão majoritária na Assembleia pode ser legal, mas totalmente ilegítima, como quase todas as mudanças políticas que estão sendo implementadas no Rio e no país inteiro após o golpe institucional do impeachment. Decidiu-se pela autorização de privatizar a água, sem nenhuma discussão mais profunda, sem participação cidadã, sob proteção de forte esquema policial-militar e sob o comando do Picciani, verdadeiro coronel de clã político familiar, clã que se reproduz no poder prestando favores e sendo muito subserviente no plano político local, estadual e nacional. (mais…)

Ler Mais