“Dono é quem desmata”: conexões entre grilagem e desmatamento no sudoeste paraense (para baixar)

Tania Pacheco

Já noticiamos brevemente o lançamento de “Dono é quem desmata”: conexões entre grilagem e desmatamento no sudoeste paraense, em edição digital que pode ser baixada gratuitamente AQUI.

Na definição de Maurício Torres, o livro, que tem co-autoria de Juan Doblas e Daniela Fernandes Alarcon, se conecta diretamente ao momento político que vivemos – em particular, com as operações Carne Fraca e Carne Fria”. E ele acrescenta: (mais…)

Ler Mais

As estranhas terras do ministro Padilha (1)

Na primeira reportagem da série, as transações duvidosas que garantiram ao ministro-chefe da Casa Civil duas fazendas dentro de uma unidade de conservação

Por Bruno Abbudm no O Livre

Visto do espaço, o Parque Estadual da Serra de Ricardo Franco é um filete de terra de 158.621 hectares que separa Vila Bela da Santíssima Trindade, em Mato Grosso, da província de José Miguel de Velasco, na Bolívia. Criado em 1997 por um decreto do governador Dante de Oliveira, é contemplado pelo Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) e, ao lado de outras 110 unidades de conservação, recebe recursos milionários da Alemanha, do Banco Mundial e do Fundo Amazônia, que é gerido pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Forrada por biomas do Cerrado, do Pantanal e da Amazônia, a região é considerada por especialistas um abrigo único de espécies endêmicas raras, como o boto cor-de-rosa. (mais…)

Ler Mais

Vicente Kiwxi e a luta Enawenê Nawê

Por Egon Dionisio Heck e Cimi Regional MT

Em abril de 1987, um grupo de fazendeiros e pistoleiros chegavam sorrateiramente ao barraco de Vicente Cañas na beira do Rio Juruena, município de Juína (MT). Com pauladas na cabeça e uma facada, assassinaram friamente Vicente em seu barraco, conforme depoimento de indígenas.  Era o sangue de mais um missionário morto por defender a vida e os direitos dos povos indígenas, principalmente suas terras. (mais…)

Ler Mais

Policiais armados com metralhadora intimidam jornalistas em fazenda de Padilha

Repórteres procuravam pista de pouso clandestina em fazenda do ministro investigada por crimes ambientais dentro de parque estadual

Por Cauê Ameni, em De Olho dos Ruralistas

Na segunda-feira (20/03), os jornalistas Bruno Abbud e Ednilson Aguiar, do jornal O Livre, faziam uma reportagem sobre as fazendas irregulares do ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha (PMDB-RS), dentro do Parque Estadual Serra de Ricardo Franco, quando foram abordados por dois fiscais da Secretaria do Meio Ambiente do Mato Grosso (Sema) e dois policiais civis carregando metralhadoras. “Vocês estiveram na fazenda do ministro?”, questionou o fiscal Laerte no meio da estrada rural de Vila Bela da Santíssima Trindade. (mais…)

Ler Mais

Família quilombola de Marobá dos Teixeira é espancada no Vale do Jequitinhonha

Por CPT Norte de Minas

Na noite de ontem (24/03/2017), por volta das 20 horas, três homens armados e encapuzados, chegaram à residência do casal na comunidade Quilombola Marobá dos Teixeira no município de Almenara. Eles estavam em um veículo Novo Uno de cor branca. Ao chegarem, chamaram os moradores pelos nomes e quando atenderam acreditando que seria alguém conhecido, foram abordados por um dos homens, o qual afirmou que “graças a Deus” encontrou Jurandir, pois ele era um homem difícil de ser encontrado e já estavam procurando ele há dias. (mais…)

Ler Mais

A Máfia do desmatamento: A saga da Famiglia Vilela, os maiores pecuaristas e destruidores de florestas do Brasil

Parte 10 – Mesmo com prisões, multas e processos, terras griladas continuam nas mãos do agronegócio

Por Mauricio Torres e Sue Branford, no The Intercept Brasil

Desde 2010 as “damas do agronegócio” reúnem-se mensalmente na sede da Sociedade Rural Brasileira na cidade de São Paulo. Entre as 23 integrantes do Núcleo Feminino do Agronegócio, participava a grande pecuarista Ana Luiza Junqueira Vilela Viacava. Em 2012, ela declarou: “Gosto da terra e da segurança que ela me dá para o futuro”. Quatro anos depois, Ana Luiza seria presa, acusada de grilagem. (mais…)

Ler Mais

Nada é totalmente novo no Baixo Parnaíba Maranhense : Santa Rosa dos Garretos e o Movimento Mundial pelas Florestas

Por Mayron Régis, em 

Zequinha, morador da comunidade de Santa Rosa dos Garretos, município de Urbano Santos, presidia a associação do povoado na época do conflito entre os moradores e a família Garreto que, utilizando-se de pistoleiros, planejava expulsar quem morava na Santa Rosa para em seguida vender a propriedade para a Suzano Papel e Celulose. (mais…)

Ler Mais

Em ação do MPF, ex-cacique e consultores (um deles indicado para importante cargo na Funai) são condenados por arrendamento de terra indígena

Indicação de Ubiratan de Souza Maia, um dos condenados, para cargo na Funai preocupa o MPF. Ubiratan de Souza Maia teria sido indicado, por deputados federais que integram Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada na Câmara dos Deputados – CPI da Funai e do Incra –, para assumir o importante cargo de coordenador-geral de licenciamento da Fundação Nacional do Índio (FUNAI).

MPF SC

Em ação civil pública proposta pelo Ministério Público Federal em Chapecó (MPF/SC), a Justiça Federal condenou os réus Gentil Belino (ex-cacique), Ubiratan de Souza Maia, Júlio Cesar Inácio e a empresa JM Consultoria Ambiental LTDA a indenizar a comunidade da Terra Indígena (TI) Xapecó pela prática ilegal de arrendamento de suas terras, nos municípios de Ipuaçu e Entre Rios. (mais…)

Ler Mais

Novo ministro da Justiça tem agronegócio entre principais doadores e foi relator da PEC 215

Por Rubens Valente, na Folha

O deputado federal Osmar Serraglio (PMDB-PR), escolhido novo ministro da Justiça, tem o agronegócio como um de seus principais doadores de campanha, o que não o impediu de relatar matéria de interesse do setor, como a PEC 215, uma proposta de emenda à Constituição que altera o sistema de demarcação de terras indígenas. (mais…)

Ler Mais

Enquanto seu presidente se reúne com ruralistas, Senado tenta dar mais um passo para acabar com a Funai

Tania Pacheco

Enquanto o presidente da Funai cumpre agenda coerente (pausa para sorriso irônico), recebendo alguns dos maiores inimigos dos povos indígenas (ver AQUI), o ínclito Senado da República decidiu retomar o Projeto de Lei nº 173/2011, de autoria do senador Vicentinho Alves PR/TO). O objetivo é autorizar o Poder Executivo a criar a Secretaria Nacional dos Povos Indígenas e voltou a tramitar dia 17, na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania. (mais…)

Ler Mais