Povos Indígenas, eleições e o Bem Viver, por Egon Heck

“Baixando a poeira das urnas é hora de avaliar criticamente os resultados, ver os novos rumos e lutas e traçar as estratégias para os próximos enfrentamentos. Os povos indígenas, como tem acontecido nas últimas décadas tem mais a lamentar do que comemorar, apesar de pequeno aumento no número de indígenas eleitos. De qualquer maneira tudo indica que as urnas confirmam, de maneira geral o avanço do retrocesso e dos ataques aos direitos dos povos originários”, escreve Egon Heck, do secretariado nacional do Conselho Indigenista Missionário –CIMI, ao enviar o artigo que publicamos a seguir.

IHU On-Line

“Um povo que não sabe de onde vem,
jamais saberá para onde ir.
Um povo sem consciência histórica,
jamais terá consciência ideológica”
(Conselho Mundial dos Povos Indígenas, 1980) (mais…)

Ler Mais

O judiciário está matando os Guarani-Kaiowa, denuncia indígena na Inglaterra e Áustria

Por Ruy Sposati, de Londres (Inglaterra) – Assessoria de Comunicação do Cimi

Em visita a autoridades da Inglaterra e Áustria, a liderança indígena Guarani Kaiowa Elizeu Lopes (na foto acima) denunciou os recentes ataques sofridos pelas comunidades de Guyraroka e Panambi/Lagoa Rica, cujos processos demarcatórios foram suspensos pela Justiça Federal. Para Elizeu, a reversão das terras demarcadas através do uso do marco temporal não é só um retrocesso, mas um ato de extermínio contra as populações indígenas no Brasil. (mais…)

Ler Mais

Relatora da ONU manifesta preocupação com situação de povos indígenas no Brasil

A relatora especial da ONU para os Direitos dos Povos Indígenas lamentou o que chamou de “ausência de progresso” na proteção dos direitos dos povos indígenas no país. As declarações constam em relatório do secretário-geral das Nações Unidas enviado à Assembleia Geral. Entre os principais desafios citados pela relatora está a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que transfere do Executivo para o Legislativo a palavra final sobre a demarcação de terras.

Na ONU Brasil

A relatora especial da ONU para os Direitos dos Povos Indígenas, Victoria Tauli-Corpuz, manifestou preocupação com a situação dos povos indígenas no Brasil, e lamentou o que chamou de “ausência de progresso” oito anos depois da última visita ao país de um relator das Nações Unidas para o tema. (mais…)

Ler Mais

Em paralelo à votação do impeachment, CPI da Funai e do Incra é recriada na Câmara

Na madrugada desta terça-feira (30), deputados instauram CPI extinta no dia 19 de agosto, sem produzir relatórios

Por  Brasil de Fato

Desde o encerramento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Fundação Nacional do Índio (Funai) e do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em 19 de agosto, deputados da bancada ruralista da Câmara dos Deputados vêm se articulando no sentido de prorrogar os trabalhos do colegiado. (mais…)

Ler Mais

Indígenas de São Paulo, acossados por todos os lados

Terra indígena sofre com expansão da cidade e é pressionada por lei que concede parques à iniciativa privada

por Marsílea Gombata — CartaCapital

É na casa de reza da Tekoa Ytu, no Jaraguá, que índios guarani no menor território indigena do Brasil conseguem vivenciar a plenitude do modo de vida de seus antepassados. Em meio à fumaça da fogueira, do fumo de corda queimando e das canções embaladas por timbres de instrumentos como rabeca, maraca mirim e takuapu, membros do grupo mbya transmitem aos mais novos cultura, conhecimento e força. (mais…)

Ler Mais

E agora que as visitas foram embora!, por Egon Heck

No Blog do Egon Heck

Voltam para casa os atletas olímpicos e entra novamente em campo a retrógrada e malfadada agenda ruralista e do governo: PEC 215, PL 1610, Nova CPI contra os índios, Projetos do governo para exploração mineral, Marco Temporal, dentre outras. Muitas águas represadas vão rolar. O impeachment da presidente Dilma com gosto de medalha com a disputa, em prorrogação. (mais…)

Ler Mais

Governo interino de Temer e Congresso investem na alteração das bases legais que asseguram direitos das comunidades tradicionais

Por Hugo de Lima, na Asa

Pessoas, festas, ritos, modos de fala, espaço territorial, relações ecológicas, organização comunitária compõem os nossos Brasis de vários povos, comunidades e nações. Segundo relatório da Comissão Nacional de Desenvolvimento Sustentável dos Povos e Comunidades Tradicionais, publicado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em 2012, “o Brasil abriga, notoriamente, uma imensa diversidade sociocultural, a qual se expressa em uma multiplicidade de comportamentos, saberes, línguas, crenças, modos de vida. Em meio a essa diversidade, encontram-se povos e comunidades que desenvolveram estilos de vida relacionados a ambientes naturais específicos e estabeleceram vínculos distintos com esses ambientes”. (mais…)

Ler Mais