Sem Terra ocupa Incra em Recife e no sertão do estado

Entre as principais reivindicações estão as desapropriações de terras no estado, além de denunciar o Ministério Público por arbitrariedades com os presos políticos da Reforma Agrária, encarcerados há sete anos

Por Phillyp Mikell
Da Página do MST

Na madrugada desta segunda – feira (20), o trabalhadores rurais sem terra ocupam a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) em Pernambuco e em Petrolina no sertão do estado. (mais…)

Ler Mais

Acampamento do MST em Pernambuco é incendiado por capangas

Famílias acampadas sofrem ataque na Zona da Mata Pernambucana

Por Vinícius Sobreira, Brasil de Fato

O Acampamento Riacho de Pedra no município de Gameleira, Zona da Mata sul de Pernambuco, foi atacado noite do domingo (12). Camponeses relatam em torno das 22h dois carros se aproximaram do acampamento e dispararam armas de fogo contra os acampados, que fugiram. Em seguida os atiradores atearam fogo em todos os barracos e pertences dos acampados. Os agricultores aguardavam posicionamento do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que prometera se posicionar em março. (mais…)

Ler Mais

Eliseu Padilha, o senhor das terras

Acusado de grilagem, chefe da Casa Civil de Temer arma-se de caneta para mudar a regularização fundiária e urbana

por Renan Truffi — CartaCapital

“Quem invade indevidamente é grileiro, é assim que a gente chama.” Com essa frase, Luiz Alberto Esteves Scaloppe, procurador de Justiça do Ministério Público de Mato Grosso, referiu-se ao ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. Homem forte do governo Michel Temer, o peemedebista foi acusado na última semana, entre outras coisas, de ocupar terras irregularmente no estado. Esse tipo de acusação não é novidade para o braço direito do presidente da República. Ocorre que Padilha tem o poder de alterar ou derrubar os entraves que dificultam a vida daqueles que usufruem ilegalmente dos terrenos alheios. O primeiro passo nesse sentido já foi dado. (mais…)

Ler Mais

Após alfabetizar 10 mil pessoas, “Sim, eu posso!” será ampliado para outros municípios

A meta é que mais 19 mil novas pessoas possam ser assistidas pelo programa no Maranhão

Por Reynaldo Costa – Da Página do MST

Depois de resultados importantes na redução dos índices de analfabetismo em municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humanos (IDH) do Maranhão, o Programa de Alfabetização “Sim, eu posso!” terá continuidade e será ampliado para mais regiões. (mais…)

Ler Mais

Justiça libera 8 trabalhadores rurais que estavam presos em Pilar (PB)

Acusados ilegalmente de invadir terras em que habitam há oitenta anos na Paraíba, os oito posseiros da Fazenda Pau a pique, presos desde o dia 25 de janeiro, foram libertados no dia 02 de fevereiro

CPT*

A Justiça liberou da prisão, ontem, oito posseiros da fazenda Pau a pique, localizada em São José dos Ramos, que estavam presos desde o dia 25 de janeiro na cadeia pública de Pilar. “Eles estavam presos, injustamente, através de processo impetrado pelo desembargador do Tribunal Regional do Trabalho, Paulo Maia. A justiça entendeu que não havia elementos fundamentais para que os trabalhadores permanecessem presos”, disse o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa, Frei Anastácio. (mais…)

Ler Mais

Liderança de acampamento é assassinada em Ariquemes (RO)

Roberto Santos Araújo, 35 anos, foi encontrado morto no quilômetro 52 da RO-257, na região Ariquemes, no Vale do Jamari, Rondônia, na última quarta-feira, dia 1º de fevereiro

CPT (Com informações de Resistência Camponesa)

“Roberto era recém-acampado e muito entusiasta da luta camponesa, havia trabalhado muito em fazendas e sido expulso das mesmas, sem receber seus direitos trabalhistas”, destaca o portal da Resistência Camponesa. Ele era um dos coordenadores do acampamento Terra Nossa, que reivindica as terras da fazenda Tucumã. (mais…)

Ler Mais

Criminalização da luta pela terra faz oito presos na Paraíba

Conflito em fazenda na Paraíba se intensificou com a prisão de oito posseiros, representantes de aproximadamente 80 famílias que vivem na região há mais de 60 anos. A CPT Paraíba publicou nota de solidariedade aos presos, além de fornecer assistência jurídica.

Por Jozias Umbelino, CPT Paraíba

O conflito pela terra na fazenda Pau-a-pique (município de São José dos Ramos/PB), onde cerca de 80 famílias vivem há mais de 60 anos, se intensificou na manhã da quarta-feira, 25/01/2017, com a prisão de 8 posseiros, que já foram transferidos para a cadeia pública do município de Pilar/PB. (mais…)

Ler Mais