Decreto estadual esquenta polêmica sobre licenciamento ambiental na Bahia

GAMBÁ

O licenciamento ambiental tem sido alvo de diversos questionamentos e tentativas de flexibilização nos últimos tempos. Ninguém parece contente com o modo que ele tem sido feito no Brasil e, particularmente, na Bahia. O estado vive atualmente um imbróglio por conta de leis estaduais que contrariam as normativas federais, como a dispensa de licenciamento para atividades agrossilvopastoris, desde 2014. O último lance desse conflito foi a publicação do decreto nº 16.963, em meados de agosto, definindo normas para o licenciamento ambiental a ser realizado pelo próprio empreendedor, sem fiscalização e supervisão do órgão ambiental. (mais…)

Ler Mais

STJ derruba mandado de segurança que impedia demarcação da TI Tupinambá de Olivença

CIMI

Por dez votos a zero, os ministros da 1ª Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) derrubaram em Brasília (DF) o mandado de segurança preventivo que impedia o Ministério da Justiça de publicar o relatório circunstanciado de demarcação da Terra Indígena Tupinambá de Olivença, no sul da Bahia. A decisão foi comemorada em ritual por quase uma centena de indígenas Tupinambá na Esplanada dos Ministérios. (mais…)

Ler Mais

Violência contra povos indígenas no Brasil permanece acentuada: Cimi lança relatório com ‘Dados 2015’

No Cimi

Os dados evidenciam que, em 2015, também permaneceu a situação de constante invasão e devastação das terras demarcadas; assim como se manteve a realidade de agressões às pessoas que lutam por seus legítimos direitos, com casos de assassinatos, espancamentos e ameaças de morte, dentre outros; e permaneceu ainda um assustador número de morte de crianças até 5 anos, em muitos casos por doenças facilmente tratáveis. (mais…)

Ler Mais

PFDC lança Nota sobre monitoramento de manifestações públicas

No texto, a Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão destaca que a atividade não colide com competências de outros órgãos. Ao contrário: reforça o pacto federativo cooperativo e aponta que a defesa dos direitos humanos e da dignidade da pessoa humana é tarefa de todos

PFDC/PGR

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal, lançou nesta quarta-feira (14/9) nota pública acerca da abertura de procedimento administrativo para averiguar denúncias de violações de direitos humanos durante protestos realizados em alguns estados brasileiros. (mais…)

Ler Mais

CPT Maranhão denunciará violência e ameaças de morte contra lideranças rurais

Nesta sexta-feira, 16, uma comitiva formada por lideranças comunitárias da Comunidade Sabiá, localizada na região de Caxias, no Maranhão, denunciará a situação de extrema violência e ameaças para as instituições públicas e à imprensa. A Coletiva ocorrerá às 09h na sede da Comissão Pastoral da Terra no Maranhão (CPT-MA), na capital São Luís.

CPT

Cerca de 102 famílias que vivem há mais de 140 anos na Comunidade tradicional Sabiá, em Caxias (MA), distante 80 quilômetros da sede municipal, às margens do Rio Parnaíba, estão sendo ameaçadas de despejo pela empresa Livramento Destilados Ltda. As ações ilegais praticadas contra as famílias contam com apoio de Policiais Militares do Maranhão e jagunços. (mais…)

Ler Mais

Censo 2017: ¿Por qué es importante para los pueblos indígenas?

Para los pueblos indígenas y afrodescendientes del Perú este censo es histórico porque se preguntará por la identidad  étnica/cultural de los censados, es decir, si se autorreconocen como parte de un pueblo indígena u originario, afrodescendientes, mestizos, blancos u otros

Por la Confederación Nacional Agraria (CNA) / Servindi

15 de setiembre, 2016.- En setiembre de 2015, el Estado peruano, a través del  Decreto Supremo N°066-2015-PCM, declaró la ejecución del Censo Nacional 2017 como un asunto de interés prioritario. Reconociendo su importancia para que, a partir de la información que se recoja, se formulen políticas públicas que mejoren las condiciones de vida de los peruanos y peruanas, en educación, en salud, en otros servicios básicos y se superen los niveles de pobreza, discriminación y exclusión que se vive en el país.  (mais…)

Ler Mais

Quem está caindo fora?

Rodrigo de Medeiros Silva* – Coluna A Advocacia Popular e as Lutas Sociais

Semelhanças e diferenças entre os “Foras”

O “Fora Collor”, “Fora FHC”, “Fora Lula”, “Fora Dilma”, “Fora Cunha”, “Fora Temer”…para muitos já ficou banalizado. Mas há de se perceber semelhanças e diferenças cruciais nestas “similares” palavras de ordem.

Poderia de uma forma simplória, afirmar que a identidade em todos estes “Foras” seria a indignação com a corrupção.  Mas observando quem grita e porque grita, percebe-se uma boa diferença. Outro ponto importante, do ponto de vista de harmonização da sociedade e do funcionamento das instituições brasileiras, é perceber quem grita ou gritava a favor destes governos. (mais…)

Ler Mais

II Oficina de Capacitação sobre ICMS-Ecológico na aldeia Prata

Associação União das Aldeias Apinajé – Pempxà

Aconteceu nos dias 10 e 11 de setembro de 2016 na aldeia Prata na T.I. Apinajé, a II Oficina de Capacitação sobre ICMS-Ecológico. O Curso foi realizado pela Associação Pyka Mex com apoio do Instituto Sociedade, População e Natureza – ISPN e parcerias da Fundação Nacional do Índio-FUNAI, União das Aldeias Apinajé – Pempxà e Universidade Federal do Tocantins – UFT. Ao menos 70 lideranças Apinajé de 20 aldeias participaram da Oficina. (mais…)

Ler Mais

“Bater em jornalista é bater na sociedade inteira”

ONG Rio de Paz e fotojornalistas de São Paulo se reúnem para repudiar a violência contra profissionais de imprensa nas manifestações e por liberdade de imprensa

Ponte

De junho de 2013 até agora, 294 profissionais de imprensa sofreram algum tipo de agressão – desde violência física, passando por cerceamento à liberdade de imprensa até detenção arbitrária – enquanto trabalhavam em manifestações. Os dados são da Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) e apontam que, em mais de 70% dos casos, essa violência partiu da Polícia Militar. (mais…)

Ler Mais

“Há enorme preconceito contra as mulheres” no Brasil, diz Cármen Lúcia

Felipe Pontes – Repórter da Agência Brasil

Na primeira sessão de julgamento inteiramente pautada e presidida pela ministra Carmen Lúcia após ter assumido o comando do Supremo Tribunal Federal (STF) na última segunda-feira, a presidente disse ontem (14) que há “enorme preconceito contra as mulheres” no Brasil, em especial no mundo do trabalho. “Temos uma sociedade preconceituosa em vários temas, fascista em vários temas, e especialmente no caso da mulher, muito preconceituosa”, disse a ministra. (mais…)

Ler Mais