Água contaminada e doenças na área da mineração de urânio, na Bahia

Zoraide Vilasboas, Movimento Paulo Jackson – Ética, Justiça, Cidadania / Articulação Antinuclear Brasileira

A análise de oito amostras de água, coletadas na área de influência da mineração de urânio, nos municípios de Caetité, Livramento e Lagoa Real (Bahia) apresentou alta concentração de urânio e de outros elementos tóxicos, indicando um processo de contaminação, que exige monitoramento contínuo e urgentes providências, informou a antropóloga Cláudia d’Arede em debate sobre “Saúde e Mineração” ocorrido em Salvador, durante o Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão da Universidade Federal da Bahia (UFBA), de 16 a 18 deste mês. (mais…)

Ler Mais

Lideranças negras de todo o país lançam o “Vamos de Preto! Negras e negros Sem Medo de mudar o Brasil”

“As velhas formas das esquerdas já não nos representam. E qual o papel da pauta racial neste momento histórico da política no Brasil? O que o Povo Negro tem a dizer e a exigir neste processo de reorganização?” Essas e outras inquietações levarão lideranças negras de diversas regiões do país a se encontram em Recife-PE, para dar vida à iniciativa “Vamos de Preto! Negras e negros Sem Medo de mudar o brasil”, que acontece na próxima tarde de 2 de novembro, feriado de finados.

Por Douglas Belchior, em seu blog, via ‘Vamos de Preto’

O Brasil é a maior nação negra fora do continente africano. Mas é proibido a esta população qualquer possibilidade de igualdade. Assim como em outros momentos na trajetória de lutas do movimento negro, é tempo de nos organizar, de nos aquilombar e traçar estratégias para um projeto político que tenha como objetivo central a superação do racismo que estrutura as desigualdades sociais e permeia todas as faces da sociedade brasileira. O “Vamos de Preto!” surge como uma iniciativa nesse sentido e será lançado com um grande ato político-cultural que reunirá parlamentares, representantes de religiões de matriz africana, intelectuais, ativistas, coletivos culturais, de juventude e militantes do movimento negro de diferentes Estados brasileiros. (mais…)

Ler Mais

RS – CEDH pede que Fepam não conceda licença para projeto de mineração da Votorantim

Da Redação Sul21

O Conselho Estadual de Direitos Humanos do Rio Grande do Sul (CEDH-RS) expediu recomendação à Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) para que não seja concedida a licença prévia de instalação e de operação para o Projeto Mineração Santa Maria Ltda (“Projeto Caçapava do Sul”), no município de Caçapava do Sul, encabeçado pelas empresas Votorantim Metais e Iamgold. Assinado pelo presidente do CEDH-RS, Paulo César Carbonari, o documento aponta inúmeras fragilidades no campo dos direitos humanos, econômicos, sociais, culturais e ambientais envolvendo comunidades e povos tradicionais da região. Além disso, aponta inúmeras inconsistências teóricas, técnicas e metodológicas do EIA-Rima apontadas nos pareceres de diversas entidades, bem como pelos Ministério Público Federal e Ministério Público Estadual junto à Fepam. (mais…)

Ler Mais

Justiça Federal de Chapecó determina que União construa nova Unidade de Saúde na Terra Indígena Toldo Imbú

A sentença atende pedido do MPF, que apontou a situação calamitosa e a completa inadequação da unidade de saúde então existente no local

Ministério Público Federal em SC

Em sentença prolatada no dia 6 de outubro, a Justiça Federal em Chapecó condenou a União a implementar, no prazo de noventa dias, as medidas necessárias à construção de uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) na Terra Indígena Toldo Imbú, em Abelardo Luz/SC, e a concluir a obra no prazo de 1 ano a partir da emissão da ordem de serviço, utilizando os projetos arquitetônicos já aprovados. (mais…)

Ler Mais

Mariana, 2 anos: o trágico dilema da família que precisa escolher qual dos filhos doentes tratar

A pequena Sofia Marques tinha 9 meses quando uma avalanche de lama com rejeito de minério de ferro invadiu sua cidade, a mineira Barra Longa, na madrugada de 6 de novembro de 2015. Dois anos depois, ela vive à base de antialérgicos, corticoides e broncodilatadores e sente uma dor forte na perna que os médicos não conseguem explicar. (mais…)

Ler Mais

PE – Pescadores artesanais protestam contra obra em Suape

Grupo realizou ato na manhã desta terça-feira (31) no Cabo de Santo Agostinho

Por Portal FolhaPE 

Pescadores artesanais do Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, realizaram, na manhã desta terça-feira (31), um ato público para denunciar danos ambientais causados pela nova obra de dragagem na parte interna do Complexo Industrial do Porto de Suape. Segundo os pescadores, a intervenção no porto também vai trazer prejuízo à atividade pesqueira na região. O grupo saiu da Ilha de Tatuoca às 9h e seguiu para a praia de Suape. (mais…)

Ler Mais

Após recomendação do MPF, Seduc convoca professores indígenas aprovados em concurso público

Professores e técnicos convocados são indígenas de várias etnias de Rondônia

Ministério Público Federal em Rondônia

A Secretaria de Estado da Educação de Rondônia (Seduc) publicou ontem, 30 de outubro, convocações para perícia médica e posse dos indígenas aprovados no concurso público para professor nível “A” (educação infantil e do 1º ao 5º ano), professor nível “B” (Ciências da Sociedade Intercultural – 6º ao 9º ano e ensino médio), professor nível especial (sabedor indígena) e técnico educacional nível 1. (mais…)

Ler Mais

Nota da Abrasco apoia vinda da professora Judith Butler ao Brasil

Na Abrasco

Um dos principais centros culturais de São Paulo, o Sesc Pompeia vem sofrendo ataques em sua página no Facebook desde a semana passada por receber, na semana que vem, a filósofa estadunidense Judith Butler. Ela participa do seminário “Os fins da democracia – Estratégias Populistas, Ceticismo sobre a Democracia e a Busca por Soberania Popular”, promoção conjunta entre Berkeley e a USP, no qual estão previstas as participações de outros tantos professores oriundos de diferentes universidades, como Humboldt Universität, Boğaziçi University, Université de Paris VII, Universidade de Buenos Aires, que acontece entre os dias 7 e 9 de novembro. Além de participar do seminário, a filósofa vem ao Brasil para lançar seu último livro, Caminhos divergentes – judaicidade e crítica do sionismo, obra que faz uma crítica ao sionismo político dialogando com filósofos como Emmanuel Levinas, Hannah Arendt e Walter Benjamin. Uma das principais teóricas dos estudos queer, Butler também exerce grande influência em outros campos teóricos e disciplinares como a Ética e a Filosofia Política. É autora de, entre outros, Problemas de gênero – Feminismo e subversão da identidade, Relatar a si mesmo – Crítica da violência ética e A vida psíquica do poder – Teorias da sujeição. (mais…)

Ler Mais

No mapa, o trabalho escravo no Brasil

Levantamento mostra presença de empreiteiros entre a maioria dos empregadores, composta por fazendeiros e empresários do agronegócio. Irmão de senadora Kátia Abreu, que estava na lista divulgada pela Globo, é o único ausente na nova lista do MTE

por Bruno Fonseca, da Agência Pública

Na última sexta-feira (27), o Ministério do Trabalho publicou nova versão da lista dos empregadores autuados por submeter trabalhadores a condições análogas a escravos. A publicação veio apenas após decisão judicial que obrigou a pasta a divulgar o arquivo – a última atualização oficial havia ocorrido em março deste ano. A Pública reuniu todos os 131 empregadores da lista no mapa abaixo, que batem com o arquivo divulgado em reportagem do Fantástico, exceto por uma ausência: o pecuarista Luiz Alfredo Feresin de Abreu, irmão da senadora Kátia Abreu (PMDB-TO), autuado em 2013 por empregar trabalho análogo ao escravo em três fazendas em Vila Rica, no Mato Grosso. Feresin cumpriu um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com o Ministério Público do Trabalho (MPT) e, pelas próprias regras do cadastro, teve seu nome retirado da lista. (mais…)

Ler Mais

Programa de Arqueologia e Antropologia da Ufopa forma mais dois alunos indígenas

Rosa Rodrigues, Ufopa

Um dia para ficar na história da Universidade Federal do Oeste do Pará. Na última sexta-feira, 27 de outubro de 2017, a Ufopa formou mais dois alunos indígenas do Programa de Arqueologia e Antropologia (PAA). Em cerimônia de gabinete no Instituto de Ciências da Sociedade (ICS), foi outorgado grau a João Tapajós como o primeiro antropólogo dos povos do Baixo Tapajós, e a Jaime Wai Wai como o primeiro arqueólogo indígena da Ufopa e do Brasil, o que coloca a Universidade em uma posição de destaque no cenário nacional. (mais…)

Ler Mais