Racismo no jornalismo e nas redações

Entrevista trata de questões como o racismo estrutural e institucionalizado nas redações do país; entrevistado cita o caso William Waack

A Pública

“Eu conto nos dedos de uma das mãos quantos negros dividem o mesmo espaço de trabalho numa redação”, afirma Cíntia Cruz, do jornal Extra, em entrevista a Gabriele Roza, repórter da Pública. Além de Cíntia, a conversa que tratou de jornalismo e racismo contou com a presença do jornalista Pedro Borges, do Alma Preta e Filó Filho do Cultne. A seguir, os principais trechos do papo realizado na Casa Pública, no Rio de Janeiro. (mais…)

Ler Mais

O TJE Pará determinou hoje a soltura de todos os PM’s envolvidos no Massacre de Pau D’Arco

Na CPT

O Tribunal de Justiça do Estado do Pará determinou a soltura hoje, 18 de dezembro, de todos os policiais militares envolvidos no massacre de Pau D’Arco, ocorrido em 24 de maio desse ano, em que dez trabalhadores rurais sem terra, nove homens e uma mulher, foram mortos. O crime é resultado de uma ação da Polícia Militar-PM e Polícia Civil do estado do Pará, supostamente organizada para cumprir mandados de prisão contra ocupantes da Fazenda Santa Lúcia/Acamp. Nova Vida. A operação foi conduzida pela Delegacia de Conflitos Agrários-DECA, com apoio de contingente policial de Redenção, Conceição do Araguaia e Xinguara. (mais…)

Ler Mais

Barcelona e Madri lutam para enfrentar a crise de moradia

No blog da Raquel Rolnik

Desde o grande colapso financeiro e hipotecário de 2008, observamos uma crise enorme relacionada à moradia em países como Estados Unidos, Irlanda e Espanha, onde muita gente se endividou para comprar apartamentos ofertados nos anos de boom de produção imobiliária e que, por várias razões, inclusive contratos com cláusulas abusivas,  não conseguiu  pagar e os perdeu. (mais…)

Ler Mais

MPF/RS quer garantir pagamento de indenizações aos não índios e efetivar a posse aos indígenas na TI Serrinha

Expectativa é amenizar as consequências das distorções do processo histórico de colonização

Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul

O Ministério Público Federal (MPF) em Passo Fundo (RS) ajuizou ação civil pública (ACP) contra o Estado do Rio Grande do Sul e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), para garantir o pagamento das indenizações pela terra nua aos ocupantes não índios de porções de terra pertencentes à TI Serrinha, bem como para efetivar a posse dessas terras em prol dos indígenas. (mais…)

Ler Mais

Acampamento Paulo Freire sofre incêndio criminoso em Sumé, na Paraíba

A Polícia Militar, acionada desde o domingo para fazer a perícia do crime, ainda não foi ao local.

Por Thaís Guedes, da Página do MST

Na tarde deste domingo (17), por volta das 16 horas, o acampamento Paulo Freire, localizado no município de Sumé, na região do Cariri Paraibano, sofreu um incêndio criminosos. O acampamento está localizado às margens da BR 412 e reivindica uma das propriedades improdutivas da família Maia. (mais…)

Ler Mais

Ruas privatizadas causam conflito no Rio de Janeiro

Rogério Daflon, para a Agência Pública

Não é segredo nenhum que o estado do Rio de Janeiro está em bancarrota financeira – e, com ela, sua política de segurança pública. Na zona sul da capital, a região mais rica da cidade, a insegurança tem agitado alguns grupos de moradores, temerosos da criminalidade crescente. Há pouco mais de um ano, alguns síndicos de prédios da rua General Glicério, um dos mais belos cantos do bairro de Laranjeiras, onde todo sábado pela manhã um conjunto de instrumentistas fãs de Pixinguinha se apresenta, passaram a se reunir para debater o que fazer diante do aumento do número de assaltos. Dos encontros surgiu a ideia de contratar uma empresa de vigilância e, no fim da tarde de 4 de dezembro, a Groupe Protection instalou duas cancelas e cabines com o logotipo do grupo em frente à praça do Choro, principal ponto de encontro do bairro. (mais…)

Ler Mais

Cientistas recriam rosto de rainha indígena que antecedeu os Incas

Feições fortes, cabelo preto liso e já um pouco grisalho e alargadores de ouro nas orelhas. É assim que os cientistas pensam ter sido a aparência da rainha indígena que antecedeu os Incas

Por HPN

Há cerca de 1.200 anos, uma importante nobre do povo Wari, que viveu no Peru séculos antes do Império Inca, com pelo menos 60 anos de idade, foi enterrada com jóias, frascos e ferramentas de tecelagem feitas de ouro. (mais…)

Ler Mais