Igreja Católica da Baixada Fluminense Discute a Descriminalização das Drogas

Fabio Leon – RioOnWatch

Há quem pensa que o catolicismo é retrógrado e até se recusa a dialogar sobre as complexidades da sociedade contemporânea. Entretanto, duas iniciativas originárias de movimentos sociais vinculados a Igreja Católica da Baixada Fluminense ilustram como que este discurso pode ser equivocado. Por meio da coordenação do Fórum Grita Baixada e de respectivos religiosos desses municípios, o que antes era considerado tabu agora passa a ser encarado como um problema de inevitável discussão. Pela primeira vez em suas histórias, as Dioceses de Nova Iguaçu e Duque de Caxias/São João de Meriti promoveram debates públicos sobre as possibilidades de descriminalização e/ou legalização das drogas. (mais…)

Ler Mais

“O problema do Brasil não é 2018, mas 2019”. Entrevista especial com Rudá Ricci

Patricia Fachin – IHU On-Line

As especulações acerca das possibilidades eleitorais para 2018 giram em torno de dois pontos centrais: a candidatura do ex-presidente Lula e a fragmentação dos partidos de esquerda e de direita, diz o sociólogo Rudá Ricci à IHU On-Line. “O primeiro ponto central das eleições é o Lula, ou seja, a permanência da candidatura dele ou não e, mesmo que ela permaneça, até que ponto ela pode ir. (…) A segunda questão está vinculada ao processo eleitoral de 2018, que parece muito similar com o de 1989, quando grande parte do eleitorado brasileiro se dividiu, pulverizando a sua intenção de voto, porque os blocos políticos ou ideológicos não conseguiram unificar candidaturas”, resume. (mais…)

Ler Mais

Não só as ricas: STF analisa prisão domiciliar às mães de filhos pequenos, por Leonardo Sakamoto

Blog do Sakamoto

O ministro Gilmar Mendes garantiu a Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, o retorno à prisão domiciliar. Ela havia sido condenada por associação criminosa e lavagem de dinheiro. A justificativa, a mesma de uma decisão anterior da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal, baseia-se no fato dela ter um filho pequeno. (mais…)

Ler Mais

Tensão, violência e medo marcam relação entre índios e não-indígenas no Morro dos Cavalos

Leonardo Thomé – Diário Catarinense

A convivência entre índios e não-indígenas da reserva do Morro dos Cavalos, em Palhoça, é marcada por episódios tensos, que aumentaram desde maio deste ano. No dia 26 daquele mês, oito famílias de guaranis que vivem na Terra Indígena (TI) retomaram parte de seu território na região da Enseada de Brito, declarado quase 10 anos atrás. A demarcação foi feita pela portaria assinada pelo então ministro da Justiça, Tarso Genro, em abril de 2008, e considerou 1.988 hectares da região como área dos índios. Em 2010 foram fixados os marcos físicos da reserva. Mas faltava, como ainda hoje, a homologação por parte da Presidência da República.  (mais…)

Ler Mais

Um “abacaxi’ no STF chamado Gilmar Mendes

Reprovado por 83%, colecionador de brigas com colegas, na mira de impeachment, ex-dono de faculdade estatizada…

por André Barrocal — CartaCapital

O Supremo Tribunal Federal (STF) deixa para trás um “abacaxi” ao sair de férias coletivas de 45 dias nesta quarta-feira 20. Chama-se Gilmar Mendes. O juiz de indisfarçáveis paixões tucanas e temeristas é detestado pela população. Coleciona brigas com colegas. É alvo de pedidos de impeachment – o último deles acaba de produzir um mandado de segurança no STF. (mais…)

Ler Mais

“Quero continuar estudando e ensinar outras pessoas a ler e escrever”

Já na reta final da campanha de combate ao analfabetismo, Dona Ivaneide abria um tímido sorriso quando falava da formatura

Por Gustavo Marinho
Da Página do MST

Aos 44 anos de idade, Ivaneide dos Santos não perde um dia de aula no bairro de Santa Quitéria, localizado no distrito de Piau, no município de Piranhas, Alto Sertão alagoano. A aula acontece dentro da paróquia da igreja da comunidade, local que abraçou a campanha nacional de alfabetização “Sim, eu posso!” construída pelo MST e todas as noites recebe a turma de jovens e adultos, que nos últimos três meses aprenderam a ler e escrever com o método cubano de alfabetização. (mais…)

Ler Mais

Lolita Chávez: “Hemos parado a las mineras con nuestras vidas”

“El neoliberalismo se topó con el pueblo k’iche”, afirma esta líder y defensora de los derechos humanos en Guatemala. Feminismo comunitario, multinacionales que amenazan el territorio indígena y la resistencia reconstituida de los pueblos originarios son las claves que repasa Lolita Chávez en esta entrevista con El Salto

Por Susana Albarrán – Servindi

El Salto – Aura Lolita Chávez Ixcaquic es maestra y ‘defensora’ guatemalteca. Es lideresa del Consejo de Pueblos k’iche’s (CPK) por la defensa de la vida, la madre naturaleza, la tierra y el territorio. Este año fue nominada al premio Sajarov de la Eurocámara —a iniciativa del grupo de los Verdes— por su labor en defensa y promoción de los derechos colectivos de los pueblos indígenas. (mais…)

Ler Mais

Greve de Fome Camponesa

Confira relato de frei Sérgio Görgen, que participou da greve de fome contra a reforma da previdência, sobre esse ato revolucionário, mas também, um ato de fé na transformação da sociedade. Confira:

Frei Sérgio Antônio Görgen* – CPT 

Participei entre os dias 5 e 14 de dezembro de 2017, durante 10 dias, de uma Greve de Fome em Brasília, dentro da Câmara dos Deputados, deflagrada pelo Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA, contra a desdita Reforma Previdenciária proposta pelo governo Michel Temer. Iniciamos em três pessoas. Fiz companhia às camponesas Josineide, do Piauí e Leila Denise, de Rondônia. No dia 11 de dezembro aderiram mais três camponesas, Rosa, do Rio Grande do Sul, Simoneide, do Piauí e Rosângela, de Roraima, esta, dirigente nacional do Movimento de Mulheres Camponesas – MMC. (mais…)

Ler Mais