Seria o fim dos agentes de saúde?

Especialistas questionam se o Profags não colocaria em risco a carreira de ACS e ACE

Julia Neves – EPSJV/Fiocruz

O dia 12 de janeiro ficou marcado na história dos agentes comunitários de saúde (ACS) e dos agentes de combate a endemias (ACE). É que o Ministério da Saúde publicou no Diário Oficial a portaria nº 83/2018, instituindo o Programa de Formação Técnica para Agentes de Saúde (Profags). Trata-se da oferta de curso de formação técnica em enfermagem para as duas categorias que têm uma longa trajetória de lutas. A portaria informa que o financiamento da formação técnica em enfermagem para os agentes de saúde se dará a partir de uma parcela do orçamento do Ministério que teria como propósito também o fortalecimento das Escolas Técnicas e Centro Formadores de Recursos Humanos em Saúde do SUS (ETSUS). O programa anuncia ainda uma ampliação do escopo de práticas na atenção básica, com vistas ao aumento da resolutividade dos serviços. (mais…)

Ler Mais

Especial FAMA 2018 Impactos da Mineração: Novas regras da mineração

Em Pulsar Brasil

Como o novo código de mineração altera a regulação do setor e contribui ainda mais para manter os lucros e vantagens do setor? Onde minérios e Congresso encontram-se? O militante do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM), Jarbas Vieira, explica a estreita relação da política com os empresários da mineração e o impacto que as novas regras de regulamentação do setor podem gerar. (mais…)

Ler Mais

ES – Tribunal de Justiça mantém proibição para plantio de eucalipto em Montanha

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Espírito Santo negou provimento ao recurso impetrado pela Suzano Papel e Celulose S/A e a Aracruz Celulose (Fibria) na ação civil pública em que o Ministério Público Estadual (MPES) requer a proibição para novos plantios de eucalipto no município de Montanha, extremo norte do Estado. (mais…)

Ler Mais

Em MG, atingidos reivindicam direitos no Vale do Jequitinhonha

Cerca de 250 pessoas marcharam pelas ruas de Chapada do Norte até a prefeitura da cidade

No MAB

Na manhã desta segunda-feira (15), cerca de 250 atingidos pela barragem de Setubal, organizados no Movimento dos Atingidos por Barragens (MAB) no Vale do Jequitinhonha, fizeram uma marcha pela cidade até chegar à prefeitura de Chapada do Norte para entregar uma pauta de reivindicações. (mais…)

Ler Mais

Até quando políticos não priorizarão solução para esgoto em agenda da gestão pública?

Por Sucena Shkrada Resk, Blog Cidadãos do Mundo

Falar sobre a situação do esgotamento sanitário no Brasil é um assunto “espinhoso”, imprescindível, mas que raramente faz parte da pauta de campanhas políticas nacionais, estaduais e municipais e de programas de gestão pública de boa parte de municípios deste Brasil de proporções continentais. A constatação se dá pelos fatos: estamos em 2018 e 45% da população brasileira ou 93,6 milhões de pessoas não têm acesso a tratamento de esgoto e o resultado desta falta de foco em infraestrutura no país é o despejo diário de 9,1 mil toneladas nos corpos d`água, de lagos a rios, que estão morrendo e revelando um dos aspectos mais complexos que envolve o tema da crise hídrica. Os 106 municípios com mais de 250 mil habitantes são responsáveis por 48% desta descarga. (mais…)

Ler Mais

Žižek: O que Hegel nos ensina sobre como lidar com Trump?

A crítica de Hegel ao humor subjetivo é hoje mais atual do que nunca. O que podemos aprender com ela sobre Donald Trump e seus críticos liberais?

Por Slavoj Žižek, no Blog da Boitempo

O que podemos aprender com o Hegel sobre Donald Trump e seus críticos liberais? Bastante, por incrível que pareça. Em sua avaliação crítica da ironia romântica, Hegel firmemente a descarta como sendo um exercício de negatividade vazia, um ato da vã subjetividade que percebe a si mesma como estando elevada acima de todo conteúdo objetivo, tirando sarro de tudo, enredada nas “idas e vindas do humor, que apenas faz uso de cada conteúdo para fazer valer nele seu chiste subjetivo.” Aqui, “é o artista mesmo que penetra na matéria, assim sua atividade principal consiste em deixar decompor-se e dissolver-se em si mesmo tudo o que se quer fazer objetivo e conquistar uma forma firme da efetividade ou que parece tê-la no mundo exterior, e isso mediante o poder de ideias subjetivas, de pensamentos momentâneos, de modos de apreensão surpreendentes.”1 (mais…)

Ler Mais

Questão de concurso público associa texto bíblico a alternativas racistas: ‘Negro parado é suspeito, correndo é ladrão’

Repugnante! O racismo está explícito já nas quatro possibilidades aventadas na múltipla escolha, tipo de aferição que aliás faz tudo menos provocar discussões sobre qualquer tema. E a resposta apontada como “certa” só pode ser entendida como uma piada de mau gosto, além de revelar o nível também da ignorância quanto às próprias pseudo alegações bíblicas. (Tania Pacheco)

***

Prova foi aplicada em uma seleção para mais de 200 vagas na Prefeitura de Morrinhos, em Goiás; candidato se sentiu constrangido e procurou a Polícia Civil, que apura o caso. (mais…)

Ler Mais

Líder camponês paraibano, João Pedro Teixeira é reconhecido como ‘Herói da Pátria’

Militante histórico da reforma agrária, João Pedro Teixeira foi uma referência na luta pela terra nos anos 1950

Por Cristiane Sampaio, no Brasil de Fato

O líder camponês João Pedro Teixeira, que viveu na Paraíba e teve grande destaque na militância agrária no final dos anos 1950, construiu uma trajetória de luta que virou referência para os trabalhadores do campo. (mais…)

Ler Mais

O emprego formal desaparece, a pobreza e a desigualdade avançam

Desde 2014, o Brasil perde 1 milhão de postos de trabalho com carteira assinada por ano. Em dois anos, ganhou 8,6 milhões de miseráveis

Por Rodrigo Martins, na Carta Capital

A inflação oficial do País fechou 2017 em 2,95%, a menor alta anual desde 1998 e abaixo do piso da meta estabelecida pelo próprio governo. Após a divulgação dos resultados pelo IBGE, na quarta-feira 10, os palacianos anteviram um próspero período de juros baixos e de recomposição do poder de compra do trabalhador. (mais…)

Ler Mais

“Os medos mataram a confiança no outro”

IHU On Line

Omar Rincón e Brenda Focás: um olhar alternativo sobre o fenômeno social da chamada “inseguridade”. Ambos compilaram o livro “(In)seguridad, medios y miedos: una mirada desde las experiencias y las prácticas cotidianas en América Latina“, que analisa a realidade e a história na construção da insegurança, o papel dos meios de comunicação e a mudança necessária para a própria cidadania.

A entrevista é de Sonia Santoro, publicada por Página/12, 15-01-2018. A tradução é de Henrique Denis Lucas. (mais…)

Ler Mais