Na UFRGS, projeto ‘Saberes indígenas’ muda relação de crianças com as culturas guarani e kaingang

Fernanda Canofre – Sul21

Até pouco tempo, uma criança kaingang ou guarani não tinha livros ou material para aprender a ler e escrever na língua de seu próprio povo. A alfabetização que restava era em língua portuguesa. Com os mesmos livros que outras crianças, de escolas não-indígenas, que viviam uma vida fora da aldeia, recebiam no início do ano. As últimas apostilas que haviam sido impressas com foco nas línguas indígenas eram dos anos 1970. (mais…)

Ler Mais

A responsabilidade pelos conflitos prisionais, antes de tudo, é do Estado. Entrevista especial com Camila Nunes Dias

Por: Patricia Fachin – IHU On-Line

As rebeliões ocorridas no Complexo Prisional de Goiás em janeiro devem ser compreendidas “como mais um capítulo da violência que ocorre dentro das prisões brasileiras e que, historicamente, tem gerado banhos de sangue”, pondera a socióloga Camila Nunes Dias. Na sua análise, não é difícil compreender a gênese deste problema. “A violência, a violação de direitos básicos, o sofrimento atroz são a tônica dessas instituições”, afirmou em entrevista concedida por e-mail à IHU On-Line. “Encarceramento mata” – principalmente jovens pobres e negros, destacou a pesquisadora. (mais…)

Ler Mais

Encontro Estadual da Bahia aponta os desafios no resgate das tradições culturais

“Não podemos apoiar nenhuma cultura de opressão, como nos é dado pela sociedade”, destaca Ana Chã, da Direção do MST

Por Coletivo de Comunicação do MST na Bahia
Da Página do MST

MST e Cultura foi o tema de debate no 30° Encontro Estadual do MST na Bahia. A mesa aconteceu na tarde de sábado (13) e foi mediada por Ana Chã, da Direção do MST. O espaço teve como objetivo expor os desafios no campo da cultura emancipadora e apontar as tarefas a serem realizadas no próximo período. (mais…)

Ler Mais

Google conserta seu algoritmo “racista” apagando os gorilas

Google Photos confundia pessoas negras com macacos. Este patch mostra a opacidade dos algoritmos

Javier Salas – El País

Em junho de 2015, um usuário do Google Photos descobriu que o programa etiquetava seus amigos negros como gorilas. A inteligência artificial do Google não era capaz de distinguir a pele de um ser humano da dos macacos, como gorilas e chimpanzés. Esse viés racista da máquina forçou o Google a pedir desculpas e prometeu encontrar uma solução para o erro. Dois anos depois, a solução é clara: para que o programa não confunda seres humanos com gorilas, tirou os gorilas do buscador. E os chimpanzés. E os macacos. (mais…)

Ler Mais

Dá para confiar em Michel Temer e amigos de olho na Caixa Econômica?, por Leonardo Sakamoto

Blog do Sakamoto

Michel Temer decidiu afastar, por 15 dias, os quatro vice-presidentes de Governo, de Fundo de Governo e Loterias, de Clientes, Negócios e Transformação Digital e da área Corporativa da Caixa Econômica Federal. Investigações apontam irregularidades em operações e risco de ingerência política. (mais…)

Ler Mais