Moradores de Caldas (MG) denunciam crimes da mineração no Sul de Minas

Aliança em Prol da APA da Pedra Branca apresentou denúncia ao Ministério Público na quinta (25)

Alan Tygel, no Brasil de Fato

Interferência nos conselhos ambientais, intimidade excessiva entre prefeitura e mineradoras, ocultação de documentos e intimidação de moradores – por meio de ações judiciais – são algumas das irregularidades que foram denunciadas, na quinta (25), ao Ministério Público da cidade de Caldas, localizada no sul de Minas Gerais. (mais…)

Ler Mais

Dependentes do rio Doce, com medo da água

Mais de dois anos após o desastre que enlameou o rio Doce com rejeitos da mineração, a população de Governador Valadares espera a retomada dos processos na Justiça e não confia na qualidade do que chega às torneiras

Por Bruno Fonseca, Luiz Guilherme Ribeiro, da Agência Pública

Davi Sales não confia na água tratada do rio Doce que chega às torneiras de sua casa, em Governador Valadares, Minas Gerais. Motorista e vendedor de frutas, ele utiliza água mineral engarrafada para beber e cozinhar para si e a esposa – grávida do primeiro filho. A rotina que já dura mais de dois anos consumiu cerca de R$ 1,5 mil de seu orçamento familiar. (mais…)

Ler Mais

Audiência pública discutirá propostas de alteração do licenciamento ambiental no Brasil (SC)

MPF/SC convida comunidade em geral para participar da audiência em Florianópolis

Ministério Público Federal em SC

O Ministério Público Federal em Santa Catarina (MPF/SC), em parceria com a Comissão de Turismo e Meio Ambiente do Estado, convida a comunidade para participar da audiência pública que discutirá se as propostas de alteração do licenciamento ambiental no Brasil, em curso no Congresso Nacional e no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), são adequadas. A audiência ocorrerá no dia 28 de fevereiro, na Assembleia Legislativa, em Florianópolis. (mais…)

Ler Mais

Quilombolas discutem gestão ambiental com MMA

Nos próximos cinco meses, representantes de grupos quilombolas de todo o Brasil participarão de 10 encontros, dois nacionais e oito regionais, para debater as implicações relacionadas à proposta do Ministério do Meio Ambiente (MMA) para a gestão ambiental e territorial dos espaços que ocupam em mais de seis mil comunidades espalhadas por todo o Brasil. A 1ª Oficina Nacional sobre Gestão Territorial e Ambiental e sua Interface com as Mudanças Climáticas para Comunidades Quilombolas ocorreu nos dias 23 e 24 de janeiro, em Brasília.

Por Luciene de Assis/MMA, na CPT

Participaram do evento lideranças locais e nacionais desses povos, além de técnicos e consultores do MMA, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Associação de Quilombos para Cooperação Negra Anastácia, Instituto Socioambiental (ISA) e Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). (mais…)

Ler Mais

Número de assassinatos de travestis e transexuais é o maior em 10 anos no Brasil

Helena Martins – Repórter da Agência Brasil

Fevereiro de 2017. Era dia e pessoas passavam enquanto pelo menos três homens espancavam Dandara dos Santos, 42 anos. A violência vivida ao longo de toda uma vida chegou, em uma rua do bairro Bom Jardim, na periferia de Fortaleza, ao máximo. As cenas foram registradas em vídeo pelos próprios algozes. As imagens, que ganharam as redes sociais um mês depois do fato, foram interrompidas antes do ato final da sessão de tortura: os tiros disparados contra Dandara. (mais…)

Ler Mais

Os juízes sem juízo

Esse julgamento vai passar para a História. Mas não como querem os carrascos. Passará, como passaram os de Roland Freisler, de Andrey Vichinsky e as diatribes de Joe McCarthy que, pelo menos, eram mais movimentados do que a enfadonha repetição rococó de metáforas e argumentações cediças do dia 24 de janeiro de 2018. No lixo.

Por Flávio Aguiar, na Boitempo

Assisti o quanto pude da farsa togada de quarta-feira sobre os crimes que o réu não cometeu. No mínimo, não se provou que ele cometeu. (mais…)

Ler Mais

Após ordenar bloqueio de site racista, juíza tem dados pessoais divulgados na internet e sofre ameaças

Da Agência Brasil

Após determinar o bloqueio de um site investigado por publicar mensagens de ódio contra negros, mulheres e homossexuais e de apologia ao crime, a juíza Gisele Guida de Faria, do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), teve seus dados pessoais divulgados em um fórum anônimo da internet. O tribunal acionou a Polícia Civil. (mais…)

Ler Mais

A Nova Onda no Jornalismo Global: ‘Positive News’ e Jornalismo de Soluções

A Comunidades Catalisadoras—organização responsável pelo RioOnWatch–acaba de lançar o mapa da Rede Favela Sustentável(RFS) com 111 iniciativas comunitárias, na Região Metropolitana do Rio, que fortalecem a resiliência social e sustentabilidade ambiental local. O texto apresentado abaixo sobre a importância do jornalismo de soluções da pesquisadora Sophie Pizzimenti, da Universidade de Leiden, faz parte do relatório completo, “Rede Favela Sustentável: Mapeamento (2017)”, que descreve todo o processo do trabalho e os resultados obtidos

Sophie Pizzimenti – RioOnWatch

Ao longo da última década, uma nova tendência têm se tornado evidente na mídia internacional: o compartilhamento de notícias orientadas para soluções como resposta ao desejo crescente do público por algo que diverge da negatividade típica e constante vinda da mídia. Essa onda também chega na mídia de massa, com exemplos no The GuardianAl JazeeraBBC e outros, mas tem sido vista com mais frequência no surgimento de novos tipos de revista, documentários e sites focando em positive news (notícias positivas) e dependendo de um crescente corpo de pesquisadores. A professora Denise Baden, do departamento de negócios da Universidade de Southampton, Inglaterra, mostra em suas pesquisas como o constante bombardeamento de notícias negativas desencoraja e dessensibiliza o público, que consequentemente se desengaja do problema sendo discutido. (mais…)

Ler Mais

No capitalismo só não há espaço para dois entes: o ser humano e a natureza. Entrevista especial com Eleutério F. S. Prado

Por: Patricia Fachin – IHU On-Line

O ponto final na curta história do projeto de estado de bem-estar social, iniciado no pós-guerra, parece ter sido colocado com a crise financeira mundial de 2008. Se o capitalismo atual, impulsionado pela financeirização, não encontra limites matemáticos, alcançando uma cifra 350% superior ao PIB mundial, defronta-se com a barreira que lhe confere alguma materialidade: o ser humano e a natureza. “É bem evidente hoje que os problemas ecológicos, tais como o aquecimento global, a poluição das águas potáveis, a acidificação dos oceanos, a destruição das espécies, etc. ameaçam o capitalismo porque ameaçam a própria continuidade da vida humana na Terra. Eis que a natureza, assim como o ser humano que faz parte dela, não está integrada ao capital; eis que ambos estão apenas subordinados e que, por isso mesmo, podem contrariar a lógica de expansão insaciável que caracteriza sobretudo o modo de existência da produção capitalista”, pontua Eleutério F. S. Prado, em entrevista por e-mail à IHU On-Line. (mais…)

Ler Mais