Temer decide exonerar presidente da Funai a pedido de bancada ruralista

Ministério da Justiça, ao qual a Funai é vinculada, ainda tentou segurar Franklimberg no posto, mas a pressão dos ruralistas foi maior; o pedido de sua saída veio do deputado Alceu Moreira (MDB-RS)

No Estadão

O presidente Michel Temer acolheu um pedido apresentado pela bancada ruralista e decidiu exonerar o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Franklimberg Ribeiro de Freitas. O Estado apurou que Franklimberg já foi comunicado sobre a decisão do Palácio do Planalto e deverá deixar o cargo até a próxima segunda-feira, 23. (mais…)

Ler Mais

Estado de exceção e decadência estética

Os objetos da coleção de obscenidades políticas não param de desfilar efusivamente à nossa frente. De fato a brutalidade, as imagens intoleráveis e o obsceno representam hoje o novo normal

Por Rosane Borges, no Blog da Boitempo

Muito se tem falado, acertadamente, que a prisão de Lula, transcorrida em velocidade supersônica, resulta de um processo em que a desdemocratização e o Estado de exceção se instalam como “ambientes” que possibilitam que as instituições, notadamente o Judiciário, ajam da forma que estão agindo. (mais…)

Ler Mais

17 de abril: o que inspira o massacre de Carajás a novos projetos de lei, por Jacques Távora Alfonsin

No Sul21

No dia 17 de abril de 1996 foram assassinados 19 agricultores sem terra, pela força pública do Pará, em Eldorado do Carajás. Repetia-se mais um dos muitos conflitos por terra e pelo atraso na implementação da reforma agrária que a nossa história registra.  A violência da repressão policial a esse contingente de povo com direito de acesso a terra foi de tal ordem que repercutiu no mundo todo, ao ponto de a data passar a ser lembrada como dia internacional da luta campesina, uma espécie de “1º de maio do campo.” (mais…)

Ler Mais

MPF participa de reunião com lideranças indígenas das aldeias Wajãpi

Saúde, educação e regularização fundiária foram assuntos tratados no encontro

Ministério Público Federal no Amapá

O Ministério Público Federal (MPF) no Amapá participou, no fim de março, da Assembleia Geral promovida pelo Conselho das Aldeias Wajãpi (Apina). Representado pelo procurador da República Alexandre Guimarães, o MPF discutiu demandas apresentadas pelas lideranças indígenas, em especial, sobre saúde, educação e regularização fundiária. O encontro ocorreu na Terra Indígena Wajãpi, em Pedra Branca do Amapari, a 200 km da capital Macapá (AP). (mais…)

Ler Mais

Em Vitória (ES), atingidos pela Samarco são reconhecidos após dois anos do crime

Mais de 500 pescadores de camarão de Vitória (ES) foram reconhecidos como atingidos por perderem sua fonte de renda

No MAB

Atingidos pela Samarco, no Espírito Santo, obtiveram nesta segunda-feira (16) uma conquista histórica. Mais de 500 pescadores camaroeiros da Praia do Suá, em Vitória (ES), foram reconhecidos como atingidos. Após dois anos e cinco meses de muita luta e organização, o Movimento dos Atingidos por Barragens e o Sindicato dos Pescadores pressionaram a Fundação Renova para que garantissem o direito pela perda do trabalho. (mais…)

Ler Mais

MPF/MA propõe ação civil pública para suspensão de licenciamento ambiental e obras do empreendimento “Porto São Luís”

Prestação de informações enganosas para obtenção da licença ambiental por parte da empresa WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais pode prejudicar ambiente costeiro e navegações na área da praia de Panauaçu, Cajueiro.

Procuradoria da República no Maranhão

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão propôs ação civil pública, com pedido de liminar, contra o Governo do Estado do Maranhão e a WPR São Luís Gestão de Portos e Terminais LTDA pedindo a suspensão do licenciamento ambiental e obras do empreendimento “Porto São Luís”.  (mais…)

Ler Mais

Após 20 anos, comandantes são condenados por assassinato de canavieiro em Goiana/PE

“Vivo aquele dia há vinte anos”, desabafa Valdireide da Silva sobre o dia em que o seu marido, Luís Carlos da Silva, foi assassinado com um tiro na nuca, enquanto tentava fugir da emboscada planejada por Marcelo Renato da Silva e Sylvio Cláudio Coutinho, comandante da Polícia Militar e chefe de segurança da Usina Santa Teresa, respectivamente. O crime ocorreu no dia 04 de novembro de 1998, no meio do canavial do Engenho Terra Rica, no município de Goiana/PE. Na ocasião, outros 13 trabalhadores foram feridos à bala.

Por CPT Nordeste 2

Foram condenados, na ‘ultima sexta-feira, dia 13 de abril de 2018, em um julgamento realizado no Fórum Rodolfo Aureliano, no Recife, os dois comandantes da operação que resultou no assassinato do canavieiro Luís Carlos da Silva e na tentativa de homicídio de mais treze trabalhadores rurais, ocorrida há vinte anos (1998), durante uma manifestação grevista pacífica, no Engenho Terra Rica, no município de Goiana, zona da mata de Pernambuco. (mais…)

Ler Mais

Delegado viu pessoas baleadas ainda com vida no dia do massacre de Pau D’Arco

Ainda serão interrogados 16 policiais réus pelo assassinato de 10 trabalhadores rurais na fazenda Santa Lúcia

Lilian Campelo, Brasil de Fato

“Tinha que ter uma história só”, foi o que ouviu o delegado da polícia civil, Valdivino Miranda da Silva, ao chegar no acampamento da fazenda Santa Lúcia em Pau D’Arco, no Pará, de um dos policiais em  24 de maio de 2017, data do registro de óbito dos 10 sem-terra assassinados durante ação policial. (mais…)

Ler Mais

No abril indígena, três líderes falam de resistência

Sônia Guajajara, Raoni, o líder Kaypó, e David Kopenawa falam sobre os desafios da questão indígena no Brasil

Marina Amaral, Sofia Amaral, A Pública

O mais famoso deles talvez seja Raoni, o líder Kayapó com seu impressionante adorno no lábio inferior – o labret –, sinal de compromisso do guerreiro com a terra em que nasceu. Discursando em sua língua nativa, apesar do português aprendido com os irmãos Villas-Bôas, há 40 anos empreende uma cruzada pelos direitos, não apenas de seu povo, mas de todos os parentes – como os indígenas se referem aos que pertencem a outras etnias. Desde 1989, quando deixou o Brasil pela primeira vez para um tour em 17 países com o apoio de Sting, o vocalista do Police, não parou de correr o mundo em defesa da floresta amazônica, do Xingu, dos indígenas brasileiros. (mais…)

Ler Mais