Temer armou bomba-relógio na Saúde, maior problema do país para os pobres. Por Leonardo Sakamoto

No blog do Sakamoto

A dívida que o governo federal tem com o Sistema Único de Saúde (SUS) disparou nos últimos anos, atingindo R$ 20,9 bilhões até o final do ano passado. O valor refere-se a despesas que não são honradas.

De acordo com a reportagem de Wanderley Preite Sobrinho, publicada no UOL, nesta quarta (23), a dívida que representava R$ 1 bilhão, entre 2003 e 2011, e cresceu R$ 5,5 bilhões, entre 2012 e 2016, saltou R$ 14,3 bilhões apenas no ano passado. (mais…)

Ler Mais

Carta de Carajás – Por Soberania Popular na Mineração

No Movimento pela Soberania Popular na Mineração-MAM

Comprometidos com a luta pela transformação profunda da realidade a partir dos conflitos que a mineração impõe aos povos do mundo, cerca de mil pessoas, homens e mulheres – jovens, indígenas, ribeirinhos, quilombolas – de 16 estados brasileiros e organizações da Colômbia, Peru, África do Sul, Guatemala e Equador, participaram do I Encontro Nacional do MAM – Movimento pela Soberania Popular na Mineração, realizado na cidade de Parauapebas no Pará, nos dias 18 a 21 de maio de 2018. (mais…)

Ler Mais

Maus tratos e direitos desrespeitados: essa é a rotina de instituições para pessoas com deficiência

Bruna de Lara, The Intercept Brasil

Carolina* não tem mais controle sobre sua vida. Sobrevivente de uma agressão grave, cometida por um familiar, ela desenvolveu uma deficiência física. Há uma década, o problema de saúde foi considerado justificativa plausível para uma interdição. Declarando-a como incapaz, um juiz retirou dela o direito de tomar decisões sobre sua vida financeira e pessoal. Desde então, Carolina, hoje com 50 anos, vive em uma instituição para pessoas com deficiência nos arredores de Brasília – onde foi confinada pelos filhos, seus responsáveis legais, contra sua vontade. (mais…)

Ler Mais

Procurador do Rio publica mentiras sobre jornalistas para atacar fact-checking

Por Arthur Stabile*, no Justificando

O procurador Marcelo Rocha Monteiro, do Ministério Público do Rio de Janeiro, publicou mentiras sobre jornalistas para atacar agências que se dedicam a combater as notícias falsas na internet. Contrário a uma parceria firmada entre o Facebook e as agências de “fact-checking” (checagem de fatos) Lupa e Aos Fatos com o objetivo de conter a propagação de “fake news”, o procurador espalhou ele próprio notícias falsas sobre o jornalista Leonardo Sakamoto, presidente da Repórter Brasil e colunista do UOL. (mais…)

Ler Mais

Barramos os coroados do Direito e barramos o STF! Vitória do alunado na UERJ!

Movimento Direito Fica, no Justificando

Dentre Ministros do STF, magistrados e a “tentadora” proposta de transferência da Faculdade de Direito da UERJ do Campus Maracanã para um prédio do TJ/RJ, venceram a organização e a mobilização estudantil. Em agosto do ano passado, nossa comunidade acadêmica foi surpreendida pela notícia, publicada numa coluna de fofocas do jornal O Globo, da iminência de tal transferência, anunciada como um resgate da Faculdade promovido por um grupo de iluminados professores. Desde então, estudantes da graduação e da pós, juntamente com professores e técnicos, encabeçamos o Movimento DireitoFICA com vistas a barrar tal projeto. Entendeu-se que a proposta, além de possuir teor racista e elitista – por não garantir a permanência dos estudantes negros e cotistas, uma vez que o novo prédio não teria bandeijão, a mobilidade urbana para regiões como baixada é péssima, etc., ou seja, sem a permanência que pretende reparar o racismo estrutural e o elitismo ao evitar a evasão dos estudantes pobres, pretos e favelados – nada traria de positivo na construção da Universidade que queremos. (mais…)

Ler Mais

Atingidos protestam contra Samarco e sua fraude dos mil metros

Fundação Renova cria regra sem qualquer fundamento para excluir atingidos do processo de reparação. Famílias se organizam e protestam exigindo critérios claros elaborados pela comunidade e implantação das assessorias técnicas independentes

No MAB

Famílias atingidas das cidades de Naque e Periquito, a cerca de 30 km de Governador Valadares, protestaram na frente dos escritórios da Fundação Renova, braço político e publicitário da Samarco, empresa controlada pela Vale e pela BHP Billinton. (mais…)

Ler Mais

ENSP e Procuradoria Regional do Trabalho do RS realizam pesquisa com trabalhadores expostos ao asbesto

Na Ensp

Visando avaliar a exposição de trabalhadores ao asbesto em uma empresa de fibrocimento da cidade de Sapucaia do Sul, no Rio Grande do Sul, e os efeitos dessa exposição à saúde humana, a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca acaba de assinar um termo de cooperação técnica com a Procuradoria Regional do Trabalho da 4ª Região para a realização de tal pesquisa. O termo foi assinado pelo diretor da ENSP, Hermano Castro, e pela procuradora do trabalho, Aline Zerwes Bottari Brasil durante o II Seminário Internacional Brasil Sem Amianto, ocorrido em São Paulo, na segunda quinzena de maio. Castro é coordenador adjunto do estudo, sendo a coordenação geral de responsabilidade da pesquisadora do Centro de Estudos do Trabalhador e Ecologia Humana, Maria Juliana Moura Corrêa. (mais…)

Ler Mais

FHC, o Fazendeiro – tudo sobre as terras da família, os amigos pecuaristas e a Odebrecht

Conheça as fazendas dos filhos de Fernando Henrique em Botucatu (SP) e o império agropecuário de Jovelino Mineiro, amigo próximo do ex-presidente e sócio de Emílio Odebrecht

Por De Olho nos Ruralistas

Esta é a história de um sociólogo que descobriu o gado, de um ex-presidente que se aventurou pelo universo agropecuário. Com a ajuda de um fiel escudeiro, chamado Jovelino Mineiro, Fernando Henrique Cardoso manteve-se na cena pública após deixar a presidência – com a Fundação FHC, articulada pelo pecuarista – e foi erigindo um domínio privado. Esta é uma reportagem sobre Jovelino e FHC, antigos parceiros de Sérgio Motta em uma fazenda em Buritis (MG), e das sociedades ou conexões recentes entre esses e outros personagens – como Emílio, Marcelo e Maurício Odebrecht. (mais…)

Ler Mais