STJ liberta padre Amaro, aliado de Dorothy Stang e vítima de perseguição política

Preso desde março, religioso é líder na luta pela terra em Anapu (PA) e responde a múltiplas acusações

Por Júlia Rohden, no Brasil de Fato

Nesta quinta-feira (28), o ministro Rogerio Schietti Cruz, da 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu uma liminar para que o padre José Amaro Lopes de Sousa possa responder em liberdade ao processo em que é réu. Amaro deve ser solto ainda hoje, após três meses de prisão. (mais…)

Ler Mais

PGR defende recebimento de denúncia contra deputado Jair Bolsonaro por racismo e manifestação discriminatória

Para Raquel Dodge, discurso do parlamentar sobre indígenas, quilombolas e estrangeiros ultrapassa liberdade de pensamento e transborda para conteúdo discriminatório

Procuradoria-Geral da República

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, defendeu o recebimento da denúncia contra o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) por racismo e manifestação discriminatória contra quilombolas, indígenas e refugiados. O parecer foi enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta quinta-feira (28) no âmbito do inquérito 4694. No documento, a PGR rebate as alegações da defesa de que as declarações do deputado expressaram apenas a opinião política do parlamentar, proferidas no exercício da função, em diálogo com seu eleitorado. (mais…)

Ler Mais

Foirn fortalece aliança com movimento indígena nacional e internacional

IV Congresso da Coica – Coordenação das Organizações Indígenas da Cuenca (Bacia) Amazônica – reuniu 40 povos indígenas do Brasil, Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa, Suriname e Bolívia, no Amapá

Por FOIRN

Entre os dias 18 e 21 de junho, foi realizado o IV Congresso da Coica, na Universidade Federal do Amapá, em Macapá. Na ocasião, uma série de eventos se juntaram a essa grande celebração dos povos indígenas da Bacia Amazônica: o I Chamado Internacional dos Povos Indígenas do Amapá e Norte do Pará; II Encontro de Mulheres Indígenas da Bacia Amazônica, IV Cúpula da Amazônia e também a X Assembleia Geral da Coordenação das Organizações Indígenas da Bacia Amazônica (Coica). Esses eventos promoveram atividades como feiras, palestras, mesas redondas e ações culturais, criando amplo espaço de discussão de temas relevantes para os povos indígenas na atualidade, como mudanças climáticas, demarcação de terras e ampla defesa dos direitos dos povos indígenas. (mais…)

Ler Mais

Nota de repúdio da FETAPE à lei do Veneno (PL nº 6299/02), que flexibiliza o uso de agrotóxicos no Brasil

Na CPT Nordeste II

No último dia 26 de Junho/18, a Comissão Especial da Câmara dos Deputados aprovou por 18 votos a 9 o PL nº 6299/02, que trata do registro, fiscalização e controle dos agrotóxicos no país. A proposta aprovada propõe a alteração do nome “agrotóxicos” para “pesticidas“, o que deve facilitar o registro de produtos cujas fórmulas, em alguns casos, são compostas por substâncias consideradas cancerígenas pelos órgãos reguladores e altera as competências do Ministério da Agricultura (Mapa), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), na análise dos pedidos de registro de novos produtos. (mais…)

Ler Mais

Os ventríloquos e a “buceta rosa”: sobre as astúcias e as lacunas cognitivas do machismo. Por Marcia Tiburi

Na Cult

O melhor jeito de desmistificar uma palavra ou expressão é usá-la sem preconceitos. Há que se tomar o cuidado de não banalizá-las, pois todas elas merecem respeito, afinal carregam conceitos que podem sempre nos fazer pensar melhor.

Há poucos dias o Brasil viveu um momento de extrema vergonha com alguns torcedores que viajaram à Rússia para a Copa do mundo. Merece análise o ato envolvendo homens brasileiros e mulheres russas em torno da expressão “buceta rosa”, arma de um dos espetáculos mais machistas vividos pela cultura brasileira nos últimos tempos. (mais…)

Ler Mais

Domenico Losurdo (1941-2018)

Perda imensurável para o pensamento crítico mundial, o filósofo italiano Domenico Losurdo deixa um precioso legado para o pensamento marxista. Leia aqui as páginas finais de sua última obra publicada em vida: “O marxismo ocidental: como nasceu, como morreu, como pode renascer”.

No Blog da Boitempo

É com profundo pesar que comunicamos o falecimento de Domenico Losurdo, um dos maiores e mais originais filósofos marxistas da atualidade, querido amigo e camarada. Ele nos deixou nesta manhã de quinta-feira, dia 28, aos 77 anos, vítima de um súbito câncer cerebral. Perda imensurável para o pensamento crítico mundial, Losurdo deixa um precioso legado para o pensamento marxista. Suas reflexões, sempre afiadas e eruditas, concentram-se na crítica radical ao liberalismo, ao capitalismo, ao imperialismo e à “tradição colonialista”. Sua última obra publicada em vida é O marxismo ocidental: como nasceu, como morreu, como pode renascer. Como forma de homenagem, disponibilizamos abaixo as páginas finais da obra, em que Losurdo reflete sobre as condições para o renascimento do marxismo no ocidente. A TV Boitempo está atualmente preparando a publicação de uma série inédita de vídeos com ele sobre comunismo e revolução no século XXI.

(mais…)

Ler Mais

O debate sobre agrotóxicos

Por Pe. Ari Antônio dos Reis*, no Sul21

Foi aprovado em uma das Comissões da Câmara dos Deputados o projeto de regulamentação da fabricação e uso dos agrotóxicos na produção agrícola (PL 6.299/2002). Esta demanda era exigência da bancada ruralista e foi aprovada sem muitas dificuldades, o que dá uma noção da correlação de forças no Congresso Nacional. (mais…)

Ler Mais

Universitários indígenas e quilombolas na luta, aprendendo e construindo a união, por Egon Heck

“O colonialismo interno e o neocolonialismo impregnam as relações de saber, poder e ser.  Mudanças profundas dessas estruturas só serão possíveis através de lutas de transformação dos sistemas dominantes”. Artigo de Egon Heck, do secretariado nacional.

No Cimi

Eram 300 estudantes universitários, indígenas e quilombolas, em um momento de somar e construir juntos a união necessária para conquistar a tão sonhada autonomia em seus territórios, na pluralidade de povos e culturas. De 18 a 22, deixavam o Centro de Formação Vicente Canãs (CFVC) cedinho, toda manhã sempre animados pela histórica semana de mobilização e luta pelos seus direitos, em Brasília (DF). (mais…)

Ler Mais

Ibama não deve expedir licença para hidrelétrica Tabajara até que índios isolados sejam localizados

MPF e MPRO recomendaram que áreas onde vivem índios isolados e mais etnias indígenas fossem incluídas nos estudos de impacto ambiental da hidrelétrica

Ministério Público Federal em Rondônia

O Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público de Rondônia (MPRO) expediram uma recomendação ao Ibama e à Funai para que não seja expedida licença prévia de instalação e operação para a futura hidrelétrica Tabajara, em Machadinho D’Oeste (RO). Para o Ministério Público, é preciso complementar os estudos de impacto ambiental para abranger as áreas de perambulação de índios isolados e terras indígenas presentes na região. (mais…)

Ler Mais

Para MPF, licenciamento da UHE de São Luiz do Tapajós deve ser suspenso até realização de consulta prévia a indígenas

Usina Hidrelétrica de São Luiz do Tapajós no Pará é alvo de ação civil pública do MPF

Procuradoria Regional da República da 1ª Região

O Ministério Público Federal (MPF) defende, junto ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), a suspensão do licenciamento da Usina Hidrelétrica (UHE) de São Luiz do Tapajós, no Pará, até que sejam realizadas uma avaliação ambiental integrada e uma consulta livre, prévia e informada dos povos indígenas e comunidades tradicionais localizados na área de influência do empreendimento. (mais…)

Ler Mais