Relatos apontam ‘temas proibidos’ no Colégio Militar. Exército diz que não houve mudança de postura

Por Giovana Fleck, no Sul21

Não se fala no golpe de 64 há muito tempo. Não se fala em sexualidade. Agora, não se fala em gênero. Relatos de professores dão conta de um cenário de temas interditados no Colégio Militar de Porto Alegre, a exemplo do que estaria ocorrendo em outras escolas do país também. Os autores dos relatos preferem não se identificar. Com o início do ano letivo em 2019, há o temor também de uma vigília constante sobre as aulas. Os relatos apontam uma mudança de atmosfera em função da mudança de contexto político no país. Já haveria casos de inquéritos internos para apurar “desvios de conduta” em sala de aula.

(mais…)

Ler Mais

Deseducar para controlar – A ignorantização como projeto de poder

Por Guilherme Lima, no Pensador Anônimo

Nestes dias tão conturbados em que presenciamos e vivemos cataclismos políticos e sociais tão evidentes, a figura do autômato descrita pelo Filósofo e Historiador Alemão Walter Benjamin me veem a cabeça. Em seu texto Conceitos Sobre História, assim ele descreve este ser: “Conhecemos a história de um autômato construído de tal modo que podia responder a cada lance de um jogador de xadrez com um contra lance, que lhe assegurava a vitória. Um fantoche vestido à turca, com um narguilé na boca, sentava-se diante do tabuleiro, colocado numa grande mesa. Um sistema de espelhos criava a ilusão de que a mesa era totalmente visível, em todos os seus pormenores. Na realidade, um anão corcunda se escondia nela, um mestre no xadrez, que dirigia com cordéis a mão do fantoche.”

(mais…)

Ler Mais

UFAL e IFAL atendem recomendação do MPF sobre liberdade de cátedra em Alagoas

Instituições de ensino garantiram ao MPF que asseguram liberdade aos professores e estimulam pluralismo de ideias em sala de aula

Ministério Público Federal em Alagoas

Em resposta à recomendação expedida pelo Ministério Público Federal (MPF), a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e o Instituto Federal de Alagoas (Ifal) informaram que em suas unidades de ensino está garantido o livre exercício da cátedra, o pluralismo de ideias e concepções pedagógicas, o respeito à liberdade e o apreço à tolerância.

(mais…)

Ler Mais

Alunos denunciam censura no Instituto Nacional de Educação de Surdos e MEC diz que Ancelmo Gois é KGB

Vídeos sobre pensadores progressistas, da filósofa Marilena Chauí e do político Jean Wyllys estão entre os que saíram do catálogo sem explicações oficiais ou técnicas; MEC liga jornalista a serviço de espionagem da Rússia

por Leonardo Coelho, especial para Ponte

Uma série de vídeos publicados na WebTV, canal online do INES (Instituto Nacional de Educação de Surdos), vinculado ao Ministério da Educação, sumiram do catálogo do site sem qualquer tipo de explicação. Em comum, os episódios retirados tratam de temáticas consideradas de esquerda ou progressistas, como detalhamento da obra do pensador alemão Karl Marx, criador do marxismo.

(mais…)

Ler Mais

Governo corta cargos e programas, censura conteúdos e aprofunda desmonte da EBC

Proposta de extinção da empresa estatal foi ventilada por Jair Bolsonaro em 2018

Cristiane Sampaio, Brasil de Fato

As últimas informações oficiais divulgadas pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) a respeito do futuro da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) aumentaram o estado de alerta na estatal, que vive um processo de desmonte desde setembro de 2016, sob a gestão de Michel Temer (MDB), após o golpe que depôs Dilma Rousseff (PT).

(mais…)

Ler Mais

Governador do RJ manda fechar exposição que faria referência a tortura pela ditadura

Performance que faz alusão à tortura durante a ditadura militar seria encenada hoje na mostra ‘Literatura Exposta’, no Rio

Da Folhapress, no Bem Paraná

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), ordenou que a exposição ‘Literatura Exposta’ fosse encerrada neste domingo (13), um dia antes do previsto. Uma performance do coletivo de artistas És Uma Maluca, que faz referência à tortura durante a ditadura militar no Brasil, seria encenada nesta data.

(mais…)

Ler Mais

Associações divulgam Nota contra ameaça de censura a pesquisadores

ANPUH

Vimos com surpresa e indignação uma nota do jornalista Ascânio Seleme, publicada no Jornal O Globo de 06.01.2019, na qual se lê que está sendo estudada, no MEC, a adoção de uma política de atestados ideológicos para concessão de bolsas para doutorado no exterior. A intenção é negar bolsas e, até mesmo, cortar as existentes, de pesquisadores que possam ter pesquisas com um viés que não esteja de acordo com a política que se implantou no poder executivo neste momento.

(mais…)

Ler Mais

Maioria da população defende debate político e de gênero e sexualidade nas escolas

Em pesquisa realizada no final de 2018 o Datafolha apontou que 71% dos brasileiros ainda são favoráveis a que escolas e professores abordem temas políticos em sala de aula. Além disso, uma maioria de 54% também concorda que os debates de gênero e sexualidade devem estar presentes no cotidiano das escolas.

Redação Esquerda Diário

Mesmo com a ofensiva da extrema-direita e da bancada evangélica contra os dois temas e contra os professores nos últimos anos a população também percebe o que os professores alertam cotidianamente, que são discussões inerentes a juventude e que os próprios estudantes trazem os assuntos políticos e os debates de sexualidade para as aulas.

(mais…)

Ler Mais

Sobre Mafalda, Armandinho e a censura

Bom é saber que “Mafaldas” e “Armandinhos” nãos dependem de uma folha de jornal – nem da vontade direta de seus “pais” e muito menos de autoridades que se colocam acima do bem e do mal – para seguir construindo suas contestações que, mais hora menos hora, encontram alvo ou eco onde menos se espera

Por Marcos Corbari*, na Fórum

– I –

Histórias em quadrinhos são meu objeto de estudo desde 2010. Quase uma década de vida dedicada a pensar e analisar essa plataforma expressiva que em muitos momentos é menosprezada e em outros superestimada. Nos últimos dois anos e meio tenho convivido diariamente com dois personagens ímpares, contestadores e subversivos: Mafalda e Armandinho. São meu objeto de estudo em uma dissertação de Mestrado.

(mais…)

Ler Mais

Em protesto à retirada de peça com atriz trans, mais um grupo teatral deixa a programação de Festival de Pernambuco

A peça Espera o Outono, Alice, do AMARÉ Grupo de Teatro, entra para a lista das montagens que decidiram sair da 25ª edição do Janeiro de Grandes Espetáculos

No Diário de Pernambuco

A peça Espera o Outono, Alice, do AMARÉ Grupo de Teatro, entra para a lista das montagens que decidiram deixar o 25º Janeiro de Grandes Espetáculos. A saída é um protesto à retirada repentina da montagem O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu da programação do festival.

(mais…)

Ler Mais