UFAL e IFAL atendem recomendação do MPF sobre liberdade de cátedra em Alagoas

Instituições de ensino garantiram ao MPF que asseguram liberdade aos professores e estimulam pluralismo de ideias em sala de aula

Ministério Público Federal em Alagoas

Em resposta à recomendação expedida pelo Ministério Público Federal (MPF), a Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e o Instituto Federal de Alagoas (Ifal) informaram que em suas unidades de ensino está garantido o livre exercício da cátedra, o pluralismo de ideias e concepções pedagógicas, o respeito à liberdade e o apreço à tolerância.

(mais…)

Ler Mais

Alunos denunciam censura no Instituto Nacional de Educação de Surdos e MEC diz que Ancelmo Gois é KGB

Vídeos sobre pensadores progressistas, da filósofa Marilena Chauí e do político Jean Wyllys estão entre os que saíram do catálogo sem explicações oficiais ou técnicas; MEC liga jornalista a serviço de espionagem da Rússia

por Leonardo Coelho, especial para Ponte

Uma série de vídeos publicados na WebTV, canal online do INES (Instituto Nacional de Educação de Surdos), vinculado ao Ministério da Educação, sumiram do catálogo do site sem qualquer tipo de explicação. Em comum, os episódios retirados tratam de temáticas consideradas de esquerda ou progressistas, como detalhamento da obra do pensador alemão Karl Marx, criador do marxismo.

(mais…)

Ler Mais

Governo corta cargos e programas, censura conteúdos e aprofunda desmonte da EBC

Proposta de extinção da empresa estatal foi ventilada por Jair Bolsonaro em 2018

Cristiane Sampaio, Brasil de Fato

As últimas informações oficiais divulgadas pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) a respeito do futuro da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) aumentaram o estado de alerta na estatal, que vive um processo de desmonte desde setembro de 2016, sob a gestão de Michel Temer (MDB), após o golpe que depôs Dilma Rousseff (PT).

(mais…)

Ler Mais

Governador do RJ manda fechar exposição que faria referência a tortura pela ditadura

Performance que faz alusão à tortura durante a ditadura militar seria encenada hoje na mostra ‘Literatura Exposta’, no Rio

Da Folhapress, no Bem Paraná

O governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), ordenou que a exposição ‘Literatura Exposta’ fosse encerrada neste domingo (13), um dia antes do previsto. Uma performance do coletivo de artistas És Uma Maluca, que faz referência à tortura durante a ditadura militar no Brasil, seria encenada nesta data.

(mais…)

Ler Mais

Associações divulgam Nota contra ameaça de censura a pesquisadores

ANPUH

Vimos com surpresa e indignação uma nota do jornalista Ascânio Seleme, publicada no Jornal O Globo de 06.01.2019, na qual se lê que está sendo estudada, no MEC, a adoção de uma política de atestados ideológicos para concessão de bolsas para doutorado no exterior. A intenção é negar bolsas e, até mesmo, cortar as existentes, de pesquisadores que possam ter pesquisas com um viés que não esteja de acordo com a política que se implantou no poder executivo neste momento.

(mais…)

Ler Mais

Maioria da população defende debate político e de gênero e sexualidade nas escolas

Em pesquisa realizada no final de 2018 o Datafolha apontou que 71% dos brasileiros ainda são favoráveis a que escolas e professores abordem temas políticos em sala de aula. Além disso, uma maioria de 54% também concorda que os debates de gênero e sexualidade devem estar presentes no cotidiano das escolas.

Redação Esquerda Diário

Mesmo com a ofensiva da extrema-direita e da bancada evangélica contra os dois temas e contra os professores nos últimos anos a população também percebe o que os professores alertam cotidianamente, que são discussões inerentes a juventude e que os próprios estudantes trazem os assuntos políticos e os debates de sexualidade para as aulas.

(mais…)

Ler Mais

Sobre Mafalda, Armandinho e a censura

Bom é saber que “Mafaldas” e “Armandinhos” nãos dependem de uma folha de jornal – nem da vontade direta de seus “pais” e muito menos de autoridades que se colocam acima do bem e do mal – para seguir construindo suas contestações que, mais hora menos hora, encontram alvo ou eco onde menos se espera

Por Marcos Corbari*, na Fórum

– I –

Histórias em quadrinhos são meu objeto de estudo desde 2010. Quase uma década de vida dedicada a pensar e analisar essa plataforma expressiva que em muitos momentos é menosprezada e em outros superestimada. Nos últimos dois anos e meio tenho convivido diariamente com dois personagens ímpares, contestadores e subversivos: Mafalda e Armandinho. São meu objeto de estudo em uma dissertação de Mestrado.

(mais…)

Ler Mais

Em protesto à retirada de peça com atriz trans, mais um grupo teatral deixa a programação de Festival de Pernambuco

A peça Espera o Outono, Alice, do AMARÉ Grupo de Teatro, entra para a lista das montagens que decidiram sair da 25ª edição do Janeiro de Grandes Espetáculos

No Diário de Pernambuco

A peça Espera o Outono, Alice, do AMARÉ Grupo de Teatro, entra para a lista das montagens que decidiram deixar o 25º Janeiro de Grandes Espetáculos. A saída é um protesto à retirada repentina da montagem O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu da programação do festival.

(mais…)

Ler Mais

Leandro Demori: ‘O que interessa mais, o interesse público ou o interesse privado de Jair Bolsonaro?’

Por Luís Eduardo Gomes. no Sul 21

O jornalista Leandro Demori, editor-executivo do site The Intercept Brasil, virou notícia na semana que antecedeu o Natal ao ser bloqueado pelo perfil oficial do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) no Twitter após um questionamento feito a uma das postagens do político na rede social. Em conversa por telefone com o Sul21 na semana passada, Demori explicou as circunstâncias do episódio e porque avalia que trata-se de um caso de censura.

“Se é o canal de conversa com a população, onde só ali, ele está dizendo, é o lugar em que tem ‘a verdade’, você não pode bloquear nenhum cidadão brasileiro. Não por eu ser jornalista, eu não estou estou falando como jornalista, mas como cidadão que pago meus impostos que pagam este eleito”, argumenta.

(mais…)

Ler Mais

‘O Escola Sem Partido não foi aprovado, mas suas ideias estão no cotidiano’

Por Giovana Fleck. no Sul 21

Em 2004, grupos de pais dentro de comunidades escolares do sudeste brasileiro começaram a se organizar em torno da ideia de um modelo escolar “neutro”. O principal deles ganhou força ao se intitular Movimento Escola Sem Partido, criado pelo advogado Miguel Nagib. Em seu site, o movimento disponibiliza um modelo de projeto de lei a ser apresentado por vereadores e deputados do Brasil às suas respectivas câmaras ou assembleias. “Na época, ninguém deu muita bola”, diz a professora e membro do Movimento Escola sem Mordaça, Russel Dutra da Rosa. Ela é responsável ela produção de pesquisas sobre o tema, além de contribuir para a articulação de frentes de formação para professores e estudantes sobre direitos de aprendizagem.

(mais…)

Ler Mais