Famílias de Felisburgo (MG) sofrem novas ameaças após juiz marcar audiência na região

Audiência sobre reintegração da área está marcada para o dia 11 de dezembro. 56 famílias vivem há 17 anos no local onde ocorreu um massacre com 5 mortos e 13 feridos em 2004

Por Geanini Hackbardt, na Página do MST

Famílias do acampamento Terra Prometida, no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais, denunciam a presença de pessoas desconhecidas e ameaças na região após o juiz Walter Zwicker Esbaille Júnior retomar processo de Felisburgo. As terras pertenciam ao Estado e foram griladas, então o MST às ocupou há 17 anos, mas existe um processo de reintegração de posse em andamento na Vara Agrária.

(mais…)

Ler Mais

Reintegração de posse e violências no Seringal Novo Natal (AM)

Somente no ano de 2019, no Seringal Novo Natal, na Fazenda Palotina, no município de Lábrea, região sul do Amazonas, 21 pessoas foram presas, cinco ameaçadas de morte, 14 pessoas torturadas, 200 roças destruídas e contaminadas por agrotóxicos e oito casas queimadas.

por CPT Acre 

No dia 22 de novembro cerca de 80 policiais militares do Amazonas começaram a acompanhar a reintegração de posse no Seringal Novo Natal, que, inicialmente, atingiria cerca de 160 famílias, entretanto a ação retirou mais de 200 famílias da área. Assim, todas as pessoas que ocupavam a localidade desde o ano de 2015 foram despejadas.

(mais…)

Ler Mais

Reintegração de posse retira 160 famílias de seringal no sul do Amazonas

Área em disputa seria da União. Em maio, MPF denunciou a presença de milicianos, em atuação na região, em favor de fazendeiros

Mário Manzi com informações da CPT-Acre

Desde a sexta-feira última (22), a Polícia Militar do estado do Amazonas realiza reintegração de posse na Fazenda Palotina, município de Lábrea, região sul amazonense. Cerca de 160 famílias estão sendo retiradas da área. Devido ao difícil acesso à área, ainda não há previsão para a reintegração ser finalizada. As famílias estão montando acampamento em uma estrada próxima à área da Fazenda Palotina.

(mais…)

Ler Mais

Centenas de famílias estão na rua após despejos violentos em acampamentos do MST

Por CPT Juazeiro, em CPT NE2

Bombas de gás, spray de pimenta, casas destruídas, trabalhadores feridos e cerca de 700 famílias sem ter para onde ir. Essa é a situação dos acampamentos Abril Vermelho, no Projeto Salitre, em Juazeiro, Irmã Dorothy e Iranir de Souza, no Projeto Nilo Coelho, em Casa Nova (BA). Os despejos violentos realizados pela Polícia Federal, que tiveram início na madrugada de hoje (25), cumprem mandados de reintegração de posse em favor da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

(mais…)

Ler Mais

No Pará, MST realiza assembleia sobre ameaças de despejo

Foram debatidas as ameaças a acampamentos da região, como o Dalcídio Jurandir, Helenira Resende e Hugo Chaves

Por MST no Pará, da Página do MST

Em reunião foi realizada nesta manhã, acampados e acampadas se debateram hoje questões jurídicas das áreas do MST que sofrem com ameaçadas de despejo na região, como o acampamento Dalcídio JurandirHelenira Resende e Hugo Chaves. Participaram da assembleia dos acampados lideranças do movimento e o advogado da Comissão Pastoral da Terra, José Batista.

(mais…)

Ler Mais

Em Pernambuco, 80 famílias sofrem despejo do acampamento Beleza

Ação aconteceu na manhã desta quinta-feira (31); MST emitiu nota repudiando ação do estado

Marcos Barbosa, Brasil de Fato

Na manhã desta quinta-feira (31), cerca de 80 famílias que vivem no acampamento Beleza, no município de Aliança, foram despejadas pela tropa de choque, oficial de justiça e corpo de bombeiros. Segundo o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a ação teve caráter truculento e destruiu todo o plantio dos trabalhadores e das trabalhadoras, além das casas das famílias. 

(mais…)

Ler Mais

Mantido o despejo das famílias da Fazenda Santa Lúcia, palco do Massacre de Pau D’Arco (PA)

Foi realizada ontem, 23 de outubro, no Fórum de Redenção, no Pará, a 2ª Audiência Pública de desocupação, referente à Ação de Reintegração de Posse da Fazenda Santa Lúcia, município de Pau D’Arco (PA). Nesta área, onde vivem 200 famílias desde 2013, aconteceu em maio de 2017, um Massacre, onde uma trabalhadora e nove trabalhadores rurais foram barbaramente assassinados pela polícia. Na tramitação do processo, realizou-se em junho de 2019, a 1ª audiência de conciliação, e em seguida em setembro, aconteceu uma inspeção judicial na área.

CPT Pará

Nesta 2ª Audiência, o Juiz Titular da Vara Agrária de Redenção, Dr. Haroldo Silva da Fonseca, manteve a decisão de despejo das famílias. Esta desocupação deve se realizar no período de 27 a 31/01/2020, pelo Comando de Missão Especial da PM, caso as famílias não desocupem o imóvel pacificamente.

(mais…)

Ler Mais

Mais de 50 famílias resistem a ameaça de despejo no Paraná

Fazenda pertence ao grupo Atalla e foi declarada pelo Incra como grande latifúndio improdutivo, em 2008

Por Setor de Comunicação e Cultura do Paraná
Da Página do MST

Cerca de 50 famílias do acampamento Ester Fernandes resistem a uma ameaça de despejo no município de Alvorada do Sul, norte do Paraná. Na manhã desta segunda-feira (21), cerca de 10 viaturas da Polícia Militar do 15º Batalhão e ônibus do próprio grupo Atalla foram até a entrada da comunidade para realizar o despejo, no entanto, a chuva forte que atingiu a região dificultou a execução.

(mais…)

Ler Mais

Audiência debaterá despejo das famílias do Acampamento Jane Júlia, palco do Massacre de Pau D’Arco (PA)

Quase três anos após o Massacre de Pau D’Arco, quando 10 trabalhadores rurais, nove homens e uma mulher, foram mortos por policiais civis e militares do estado do Pará, famílias vivem sob clima de tensão por conta de uma ação de reintegração de posse. 

Fonte / Imagem: Assessoria de Comunicação da CPT Nacional

Nesta quarta-feira, dia 23, às 09 horas da manhã, será realizada, na Vara Agrária de Redenção, no Pará, uma nova Audiência de Desocupação para debater os termos da reintegração de posse das 200 famílias que vivem no Acampamento Jane Júlia, na Fazenda Santa Lúcia, local onde no dia 24 de maio de 2017 ocorreu o Massacre de Pau D’Arco. Nesta audiência, também deve ser marcada a data para a realização do despejo.

(mais…)

Ler Mais

Centro Paulo Freire: Despejo previsto para hoje (10) é suspenso

Reintegração não pode acontecer enquanto Incra não se manifestar sobre audiência de conciliação, no prazo de 30 dias

Marcos Barbosa, Brasil de Fato

Na manhã desta quinta-feira (10), o Juiz Titular da 24ª Vara Federal de Pernambuco Tiago Antunes de Aguiar decidiu que, dentro do prazo de 30 dias dado ao Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) para se manifestar sobre a possibilidade de conciliação no processo que envolve o Centro de Formação Paulo Freire, não poderá ser cumprido nenhuma reintegração em curso. 

(mais…)

Ler Mais