“O Brasil já está dentro do Mapa da Fome”, denuncia ex-presidente do Consea

Para Francisco Menezes, pandemia agrava processo que país já sofria com o desmonte das políticas de segurança alimentar

Lu Sudré, Brasil de Fato 

A pandemia do novo coronavírus, que já causou mais de 51 mil mortes no Brasil e uma crise socioeconômica sem precedentes, fez com que a latente ameaça da insegurança alimentar dos últimos anos se tornasse realidade para as populações mais pobres do país. 

(mais…)

Ler Mais

Municípios do Alto e Médio Solimões (AM) devem garantir segurança alimentar e subsistência a povos indígenas e tradicionais, recomenda MPF

Recomendação inclui fornecimento de insumos e equipamentos para o enfrentamento da pandemia, distribuição de alimentos do PNAE e criação de programas de geração de renda

Procuradoria da República no Amazonas

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou a 16 municípios do Alto e Médio Solimões, no Amazonas, a adoção de medidas para garantir segurança alimentar e subsistência, em especial das comunidades indígenas e tradicionais, a fim de reduzir o deslocamento destas populações aos centros urbanos e assegurar seu isolamento social para a prevenção da disseminação do novo coronavírus.

(mais…)

Ler Mais

MPF quer a continuidade de distribuição de alimentos a povos indígenas no Ceará durante toda pandemia

Além de apresentar falhas na distribuição, cooperação entre Funai e Conab prevê número insuficiente de cestas a serem distribuídas

Ministério Público Federal no Ceará

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou à Fundação Nacional do Índio (Funai) e à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) que garantam a continuidade da distribuição de cestas de alimentos às comunidades indígenas do Ceará enquanto durar a situação de pandemia da covid-19, assegurando assim o indispensável abastecimento alimentar dessa população.

(mais…)

Ler Mais

MPF recomenda medidas para garantir segurança alimentar de quilombolas no RS durante pandemia

Recomendação prevê a distribuição de alimentos diretamente nas comunidades afetadas

Ministério Público Federal no Rio Grande do Sul

O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao estado do Rio Grande do Sul e aos municípios gaúchos de Sertão, Sarandi, Lagoão e Colorado que adotem medidas para apoiar a segurança alimentar das comunidades quilombolas de Mormaça, Arvinha, Beira Campo, Vila Miloca e Vista Alegre durante a pandemia do novo coronavírus. Os municípios devem providenciar a distribuição de alimentos, inclusive de merenda escolar eventualmente estocada nas escolas que atendem essas comunidades, de forma urgente, com especial atenção às localidades de difícil acesso.

(mais…)

Ler Mais

Em Sergipe, MPF recomenda que municípios garantam segurança alimentar das comunidades quilombolas

Prefeituras Municipais terão dez dias para responder se irão acatar a recomendação

Ministério Público Federal em Sergipe

O Ministério Público Federal em Sergipe recomendou a 14 municípios sergipanos e ao estado que adotem medidas para apoiar a segurança alimentar das comunidades quilombolas durante a pandemia do novo coronavírus, com distribuição de alimentos e disponibilização de equipamentos de proteção individual. Os municípios notificados foram Frei Paulo, Indiaroba, Laranjeiras, Pirambu, Santa Luzia do Itanhy, Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Aracaju, Barra dos Coqueiros, Cumbe, Estância, Riachuelo, Japaratuba e Siriri.

(mais…)

Ler Mais

MPF defende aquisição de alimentos produzidos por povos tradicionais para incremento da merenda escolar

Medida busca melhoria na qualidade dos alimentos fornecidos aos alunos de escolas localizadas em territórios tradicionais

Procuradoria-Geral da República

O Ministério Público Federal (MPF) divulgou nesta quarta-feira (3) nota técnica sobre a situação da alimentação nas escolas localizadas em territórios tradicionais no Brasil. O documento, elaborado pela Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do MPF (6CCR), aponta para a necessidade de aquisição de alimentos produzidos por pequenos produtores e comunidades tradicionais como forma de proporcionar aos educandos alimentos mais saudáveis e frescos, garantir renda mínima para numerosas famílias, promover o desenvolvimento local sustentável, gerar renda nas áreas rurais e melhorar a qualidade de vida no campo.

(mais…)

Ler Mais

Auxílio merenda não garante nem 10 dias de alimentação para alunos sem aula

Valores baixos e problemas na distribuição dos benefícios deixam famílias em situação de insegurança alimentar; agricultura familiar também sofre com fornecimento suspenso

Por Mariama Correia, em Agência Pública

Feijão, arroz, macarrão. O básico. É o que dá para comprar com os R$ 50 do cartão-alimentação que Joana D’Arc dos Santos, 60 anos, recebeu do governo de Pernambuco por cada um dos seus três netos. O benefício, distribuído para 240 mil estudantes da rede estadual, deveria substituir a merenda, suspensa por causa do fechamento das escolas durante a pandemia de coronavírus. O valor deveria cobrir um mês de despesas com comida, mas “não chega nem a dez dias”, segundo Joana.

(mais…)

Ler Mais

Projeto registra sabedoria tradicional de parteiras indígenas do Amazonas

Vídeo-receitas transmitem conhecimentos populares relacionados à nutrição e segurança alimentar das mães e bebês

Catarina Barbosa, Brasil de Fato

Assistir aos vídeos de parteiras indígenas do Amazonas sobre o tratamento dado para as mulheres e crianças antes, durante e no pós-parto mostra o quanto a cultura não indígena tem que aprender com essas mulheres. Um projeto da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – financiado pelo CNPq – registrou os cuidados alimentares dessas mulheres, que ajudam não apenas no parto, mas também cuidam das mães após o nascimento da criança.

(mais…)

Ler Mais

Movimentos sociais apresentam solução emergencial de 1 bi para alimentar população vulnerável

Por ANA, no Irpaa

Mais de 774 movimentos, redes e organizações sociais do campo e da cidade apresentaram, no dia 08/04, ao Governo Federal uma proposta para fortalecimento do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), demandando o aporte emergencial de R$ 1 bilhão para esse mecanismo que ganhou relevância na crise do coronavírus. Endereçada aos governos federal, estaduais e municipais, a demanda prevê a mobilização de 150 mil famílias de agricultores, com a aquisição de 300 mil toneladas de alimentos, nos próximos três meses.

(mais…)

Ler Mais