Las Campesinas y Campesinos dicen basta de violencia hacia las mujeres

Via Campesina

(Harare, 25 de noviembre de 2017) En el marco del Día Internacional de Lucha contra la Violencia hacia las Mujeres, La Vía Campesina hace un llamado a todas sus organizaciones para la realización de acciones en todo el mundo para denunciar, enfrentar y romper el silencio sobre la violencia estructural que sufren las mujeres campesinas a causa de una sociedad capitalista y patriarcal que nos violenta, discrimina, explota, oprime y asesina cotidianamente. (mais…)

Ler Mais

Os 18 vendilhões (e o racismo), por Eliane Brum

Como o Congresso brasileiro se tornou o melhor lugar para homens que odeiam as mulheres, especialmente as negras

No El País

A imagem de um grupo de homens rindo, batendo palmas e gritando porque tinham sido malandros o suficiente para fazer uma sacanagem com as mulheres (e também com os homens sérios do país) deve ir para a posteridade como um dos momentos mais baixos do Brasil. Há cenas assim, que contam uma história inteira. E esta é uma delas. (mais…)

Ler Mais

A legislação patriarcal sobre o corpo feminino

No século 21, controle sobre o corpo das mulheres continua assentado numa legislação masculina e misógina, que busca reduzi-las a instrumento passivo e subtrair-lhes a possibilidade de decisão própria

Por André do Amaral – Outras Palavras

Os acontecimentos recentes no país demonstram que a maioria dos homens insiste em não reconhecer os privilégios herdados socialmente pela brutalidade do patriarcado. Insistem em negar o argumento lúcido das mulheres que se esforçam para lançar luz sobre o sofrimento causado pela cultura machista. Para tal, utilizam argumentos rasos decorados em cartilhas de cronistas conservadores e posicionamentos absurdos, revestidos com o verniz de opinião. Trata-se, contudo, de um movimento social recorrente na história, aqui denominado como a legislação patriarcal sobre o corpo feminino. (mais…)

Ler Mais

Época de caça às bruxas: a bancada conservadora promove uma nova era medieval

Por Alanna Aléssia Rodrigues Pereira, no Justificando

Em tempos de dados alarmantes de feminicídio e de violência contra a mulher, a nossa bancada do atraso – vulgo bancada conservadora, religiosa, ruralista… – promove mais um retrocesso dentre tantos que estamos vivendo, ampliaram as dificuldades para a prática do aborto, inclusive, quando se é estuprada. (mais…)

Ler Mais

Quem são os 18 homens que querem legislar sobre o corpo das mulheres

Por João Filho, no The Intercept Brasil

Em uma manobra pouco republicana e nada cristã, a bancada da bíblia incluiu uma mudança constitucional em uma PEC que pretendia apenas ampliar a licença-maternidade para mães de bebês prematuros. A alteração, feita por uma comissão especial da Câmara, torna ilegal qualquer tipo de aborto, inclusive em casos de estupro e anencefalia do feto. A aprovação da malandragem foi feita durante um rápido intervalo em que a sessão do plenário foi derrubada por falta de quórum e sem a presença da oposição. (mais…)

Ler Mais

Bancada evangélica converte proposta pró-mulher em projeto antiaborto

Comissão da Câmara aprovou texto para incluir na Constituição que a vida começa na concepção. Movimentos feministas temem que aborto passe a ser criminalizado nos casos hoje permitidos por lei

Por Talita Bedinelli, no El País

Uma proposta que buscava ampliar o direito de mulheres à licença maternidade se transformou, após passar por uma comissão da Câmara liderada pela bancada evangélica, em uma pauta que pode restringir o acesso ao aborto. A medida aprovada pelo colegiado na última quarta-feira foi apelidada de “Cavalo de Troia” pelos movimentos feministas, que marcaram protestos. Ela quer introduzir na Constituição a noção de que a vida começa na concepção. Isso, segundo os movimentos feministas, pode levar à revogação do direito já pacificado à interrupção da gravidez: em casos de estupro, risco à gestante e quando o feto é anencéfalo. A medida segue para votação no plenário e, depois, ainda terá que passar pelo Senado e ser sancionada por Michel Temer. (mais…)

Ler Mais

Comissão especial da Câmara muda texto de projeto e define que a vida começa na concepção

Conceito de que a vida começa na fecundação do óvulo, e não no nascimento, foi incluído em parecer do deputado Jorge Tadeu Mudalen. Segundo a deputada Jô Moraes, proposta poderá inviabilizar o aborto nos casos permitidos pelo ordenamento jurídico brasileiro

Na Agência Câmara

A comissão especial da Câmara que analisa a ampliação da licença maternidade em caso de bebê prematuro aprovou nesta tarde, por 19 votos a 1, o texto principal de proposta que, além de aumentar o período de afastamento da mãe de 120 dias para até 240 dias, insere na Constituição a proibição de todas as formas de aborto no País. Falta analisar 11 destaques. (mais…)

Ler Mais

Hi(e)stórias escritas com sangue

Por Fernanda Menna Pinto Peres, no Justificando

Minha Amélia,

(…) 

Antes de tudo, quero dizer-te que te amo, agora mais do que nunca, que não me sais um minuto do pensamento, que és a minha preocupação eterna, que vivo louco de saudade, (…) Não me agradou ver um soneto teu (…) desagradou-me a sua publicação. Previ logo que andava naquilo o dedo do Bernardo ou do Alberto. Tu, criteriosa como és, não o farias por tua própria vontade (…) (mais…)

Ler Mais