Hambre aumenta en América Latina y el Caribe por tercer año consecutivo

Hambre global aumentó a 821 millones de personas y a 39,3 millones en América Latina y el Caribe en 2017. Uno de cada cuatro habitantes de la región sufre obesidad, mientras que la desnutrición infantil sigue disminuyendo

Pressenza / Servindi

Por tercer año consecutivo, la Organización de las Naciones Unidas para la Alimentación y la Agricultura (FAO) anunció un aumento en el número de personas que sufre hambre. En el caso de América Latina y el Caribe, 39,3 millones de personas viven subalimentadas en la región, un aumento de 400 000 personas desde 2016. (mais…)

Ler Mais

Alarme da ONU. A fome retorna, uma pessoa em cada nove está em risco

IHU On-Line

Nós os veremos em breve, aquelas crianças esqueléticas com barriga inchada, olhos sem lágrimas cobertos de moscas e o passo cambaleante. Quem sabe, talvez veremos também o olhar mais atento de um abutre, como em uma famosa e terrível foto de alguns anos atrás. A fome está de volta. Se os primeiros dez anos do novo milênio deixaram vislumbrar o sonho de finalmente ver a humanidade livre da necessidade mais básica, o despertar é como um balde de água gelada. Para eliminar qualquer ilusão, são os dados do Relatório 2018 sobre segurança alimentar e nutrição, editado pela FAO em colaboração com Ifad, Wfp, Unicef e OMS. (mais…)

Ler Mais

Agência Pública: “Insegurança alimentar é um eufemismo para a fome”, diz pesquisador

O geógrafo José Raimundo Ribeiro investigou os problemas relacionados à insegurança alimentar no dia a dia da classe trabalhadora em São Paulo

Caio Castor, José Cícero da Silva e Thiago Domenici, em Agência Pública

“Eu gosto de pensar que a fome é o “outro” da alimentação. Então, quando alguém diz que a fome é uma ingestão abaixo de calorias, ela está querendo nos dizer que a gente come apenas calorias, e acho isso insuficiente”, explica o geógrafo José Raimundo Ribeiro, nessa entrevista à Agência Pública. (mais…)

Ler Mais

Fome oculta 2: “não passo fome mas tem dia que não tenho o que comer”

Acompanhamos quatro histórias de pessoas em situação de insegurança alimentar moderada e grave em São Paulo

Por Caio Castor e José Cícero da Silva, da

Rute Carvalho (zona sul), Givanilda Novaes (zona norte), Andreia Aparecida (centro) e Maria José Vicente (zona leste) são parte das pessoas que vivem em situação de insegurança alimentar moderada e grave em São Paulo. (mais…)

Ler Mais

Em visita, Guarani e Kaiowá manifestam solidariedade a militantes em greve de fome

“Todos estamos juntos e sabemos que a fome que passamos também conduz nossos pés para o mundo onde ninguém precisará passar fome”, afirmaram os indígenas em carta aos grevistas

por Tiago Miotto, em Cimi

Anteontem (7) pela manhã, indígenas Guarani e Kaiowá fizeram uma visita de apoio e solidariedade aos militantes de movimentos sociais do campo e da cidade em greve de fome por Justiça há oito dias. Sob a sombra das árvores do Centro Cultural de Brasília (CCB), o grupo de cerca de 50 indígenas do Mato Grosso do Sul fez cantos e rezas em deferência aos grevistas. (mais…)

Ler Mais

RJ – Comunidades da Baixada Fluminense: retrato da volta da extrema pobreza

Moradores de Parque João e de Jonas Godin vivem de perto desemprego e iminência da fome. Na base dessa pirâmide de desassistência está a Emenda Constitucional que congela investimentos sociais por 20 anos

por Redação RBA

Com a volta do crescimento da extrema pobreza no Brasil, moradores das comunidades Parque João e Jonas Godin, na Baixada Fluminense, região metropolitana do Rio de Janeiro, denunciam a situação de vulnerabilidade social vivenciada. Divulgado no mês passado, o Relatório Luz 2018, trouxe em dados os desdobramentos do aumento do desemprego e a iminência da fome que ameaça os brasileiros e faz relembrar patamares de 12 anos atrás, quando o país apresentava quase 12 milhões de pessoas nesta situação. (mais…)

Ler Mais

“Nossa greve de fome é contra a volta da fome”, afirma grevista

Militantes passaram por avaliação médica e, apesar dos sintomas da privação extrema, seguem convictos de sua missão

Por Redação Brasília
Do Brasil de Fato / MST

Neste domingo (5), o sexto dia sem a ingestão de alimentos sólidos, os grevistas Vilmar Pacífico, Zonália Santos, Luiz Gonzaga (Gegê), Rafaela Alves, Jaime Amorim e Frei Sérgio Görgen, da Greve de Fome por Justiça no STF, já sentem alguns dos efeitos da privação, mas mantém-se com “espírito elevado”. (mais…)

Ler Mais

Movimentos defendem agroecologia como alternativa no combate à fome

Caravana Semiárido Contra a Fome debate soberania e segurança alimentar durante passagem por Belo Horizonte (MG)

Por Julia Rodhen*
Do Brasil de Fato / MST

A volta de cerca de 11,8 milhões de brasileiros para a extrema pobreza, aliada aos cortes em políticas públicas e o alto índice de desemprego são fatores que apontam para o possível retorno do Brasil ao mapa da Fome. Esta é a avaliação de Cristina Nascimento, coordenadora da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA). Para ela, só é possível evitar esta calamidade se o combate à fome acontecer em conjunto com a defesa da agroecologia. (mais…)

Ler Mais

Caravana Semiárido Contra a Fome denuncia a iminência da volta do Brasil ao Mapa da Fome. Entrevista especial com Cícero Felix

por Ricardo Machado, em IHU On-Line

A Caravana Semiárido Contra a Fome, uma iniciativa de organizações do Semiárido brasileiro, vai percorrer mais de 2.906 quilômetros do sertão de Pernambuco até Curitiba, com uma parada final em Brasília, entre os dias 27 de julho e 05 de agosto, para alertar a sociedade brasileira acerca dos riscos de o Brasil retornar ao Mapa da Fome da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura – FAO. De acordo com Cícero Felix, integrante do Núcleo Diretivo do Fórum do Território do Sertão do São Francisco, a Caravana é inspirada no Relatório Luz, elaborado por 20 organizações da sociedade civil, que “indica a iminência da volta do Brasil ao Mapa da Fome a partir do estudo de indicadores sociais, como população em estado de pobreza e cobertura dos programas de assistência social e da previdência”. (mais…)

Ler Mais

Guiné Bissau: “Não se pode projetar políticas públicas para grupos sociais sem que tais não participem no processo”, afirma Miguel de Barros

Por Enfamara Cassamá , para Revista Perspectiva das Nações Unidas

No dia 29 de junho, o Programa Alimentar Mundial (PAM) organizou em Bissau, uma consulta nacional para a apresentação e validação da Estratégia Fome Zero. A elaboração da estratégia foi lançada publicamente a 31 de janeiro de 2018 na presença do  secretário-geral do Ministério da Economia e Finanças, em representação do ministro desta tutela. Visou apoiar o Governo na moldura de uma estratégia e um roteiro para o alcance da Meta 2, dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030. (mais…)

Ler Mais