Cortes em programas sociais devolvem mulheres à miséria e à violência doméstica, dizem especialistas

Autonomia que mulheres alcançaram com Bolsa Família está ameaçada, segundo pesquisadora:“é um verdadeiro genocídio”

Por Cristina Alves, Regina Eleutério, Agência Pública

A crise econômica e a ausência de políticas públicas eficientes de proteção social impactam principalmente as mulheres, responsáveis, na maioria das vezes, pelo cuidado com a família. Quando, em nome da austeridade fiscal, programas sociais sofrem cortes ou são suspensos, a crise assume uma face ainda mais cruel para as mulheres que necessitam desse apoio: as mais pobres. São elas que lutam para evitar que a fome se instale dentro de casa ou, pelo menos, tentam amenizá-la.

(mais…)

Ler Mais

Num quilombo em pleno Rio, mulheres formam rede de apoio e sonham em voltar a plantar

“É preciso sair dessa situação de pobreza”, diz moradora que aprendeu a fazer mistura nutricional para combater a fome

Por Angelina Nunes, Agência Pública

O olho esquerdo de Jorgina Ferreira Vieira tem cor cinza opaca. Ela conta que perdeu “a vista num galho de árvore” para depois acrescentar, meio sem jeito, que, “na verdade”, o pai de seus 11 filhos lhe deu uma surra dentro de casa e ela levou uma pancada muito forte do mesmo lado do olho machucado. Ele sumiu no mundo.

(mais…)

Ler Mais

Famélicos: A fome que o Judiciário não vê

Descompasso entre visão de agentes da Justiça e a realidade vivida pelos mais pobres resulta em tratamento cruel aos que furtam alimentos para sobreviver e garantir a nutrição dos filhos

Por Julia Dolce, Rute Pina, Agência Pública

Regineide da Silva ficou constrangida e abaixou os olhos ao responder que a razão de ter deixado de cumprir a medida cautelar foi a falta de dinheiro. A catadora de materiais recicláveis deveria ter comparecido mensalmente ao Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo (SP), para acompanhar a acusação de furto em um supermercado, pela qual havia obtido liberdade provisória há dois anos. Não conseguiu.

(mais…)

Ler Mais

A fome volta ao sertão da Paraíba

Ex-cartão-postal do Bolsa Família, cidade de Pombal lida com a redução dos programas sociais e com a miséria que retorna aos lares; ali, o futuro ficou no passado

Por Hevilla Wanderley, Agência Pública

Quando a parte de asfalto acaba, é preciso seguir mais cem metros em uma rua esburacada para chegar à casa simples do pescador Francielio Monteiro, o Hélio de Socorro, de 43 anos, no bairro Janduhy Carneiro, mais conhecido como “bairro das Populares”, na cidade de Pombal, sertão da Paraíba. Uma casa de cinco cômodos, poucos móveis e com a pintura já desgastada abriga o pai e dois dos seus quatro filhos. Do lado esquerdo da porta de entrada, uma imagem de gesso de Jesus crucificado. Em pé, ao lado da imagem, Hélio conta que acaba de chegar do posto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) da cidade vizinha, onde recebeu a notícia de que a sua aposentadoria foi cancelada. Este era o segundo corte em dois meses. Ele já tinha perdido o benefício do Bolsa Família dos filhos, ficando basicamente sem renda. Com a pesca, só consegue arrecadar de R$ 10 a R$ 30 por semana.

(mais…)

Ler Mais

A fome não deixou de ser um problema no Brasil. A convivência mútua do desperdício com a insegurança alimentar. Entrevista especial com Gustavo Porpino

por Patricia Facchin, em IHU On-Line

Apesar de o Brasil ter saído do Mapa da Fome, dois problemas ainda persistem quando se trata de analisar a situação alimentar do brasileiro: o desperdício e a insegurança alimentar. O alerta é feito por Gustavo Porpino, coordenador do projeto “Diálogos Setoriais União Europeia – Brasil sobre desperdício de alimentos”, realizado a partir de uma parceria entre a Embrapa e a Fundação Getulio Vargas – FGV.

(mais…)

Ler Mais

Referência em políticas de combate à fome, Consea fechou as portas nesta quarta (30)

Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) teve suas atividades encerradas pelo governo Bolsonaro

Rafael Tatemoto, Brasil de Fato 

O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) encerrou suas atividades nesta quarta-feira (30), por conta das mudanças administrativas trazidas pela Medida Provisória 870 de 2019, editada pelo governo Bolsonaro. 

(mais…)

Ler Mais

Estão desmontando o Sistema de Segurança Alimentar, diz ex-presidente do Consea

Por Amelia Gonzalez, em G1

O risco preto sobre a citação “Consea: órgão de assessoramento imediato ao Presidente da República, responsável pelas seguintes atribuições” na Lei federal número 11.346 e a frase, em azul, que diz: “Revogado pela Medida Provisória número 870 de 2019” não deixam dúvidas sobre o fim do órgão. Criado sob inspiração de Herbert de Souza, o Betinho, em 1994, quando Itamar Franco era presidente, e trazido à tona em 2006 pelo então presidente Lula, o Conselho teve um papel relevante para incluir os mais pobres e tirar milhões de pessoas da fome. Foi também referência internacional e serviu de exemplo para muitos países, sobretudo pela característica de sua composição: dois terços da sociedade civil, um terço do governo, e à sociedade civil cabia a presidência.

(mais…)

Ler Mais

Governo extingue Consea no ano em que o Brasil deve voltar ao mapa da fome da ONU

Confira as manifestações contrárias de conselheiros, de organizações como a Articulação para o Semiárido, Greenpeace, Abrasco e de Dom Mauro Morelli, criador, junto com Betinho, da Ação da Cidadania

Por Leonardo Fuhrmann, em De Olho nos Ruralistas

O presidente Jair Bolsonaro, por meio de uma Medida Provisória, esvaziou as funções do Conselho de Segurança Alimentar (Consea), formado por representantes do governo e da sociedade civil para formular diretrizes e prioridades para o combate à fome e a melhoria da alimentação das pessoas. O Consea também tinha poder para monitorar as atividades do governo para o setor. A Casa Civil do novo governo informou ao G1 que o Consea, assim como outros conselhos ligados diretamente à Presidência foram extintos e suas funções transferidas para outros órgãos da administração direta.

(mais…)

Ler Mais