RJ – Seminário “A Chegada do Gás de Xisto e do Fracking ao Brasil”

Por Um Brasil Livre de Fracking

O Programa de Pós Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA/IFCS/UFRJ) e o Instituto Brasileiro de Análises Socioeconômicas (IBASE) convidam para o seminário que marca o lançamento do livro “Fracking e exploração de recursos não convencionais no Brasil: riscos e ameaças”, organizado pelo IBASE. (mais…)

Ler Mais

Fracking e a exploração de recursos não convencionais no Brasil: riscos e ameaças (para baixar)

No Ibase

A palavra é “fracking“: nome em inglês para “fraturamento hidráulico”, técnica de extração de petróleo e gás natural em reservatórios considerados não convencionais. E por que debater o uso desta técnica no Brasil? As respostas estão no livro (disponível para download) “Fracking e a exploração de recursos não convencionais no Brasil: riscos e ameaças, lançado pelo Ibase na última terça, 26 de setembro. A publicação, que conta com oito artigos de especialistas de diversas áreas relacionadas com o assunto, traz à tona um debate que é urgente em nosso país e que reflete que tipo de desenvolvimento queremos e qual o custo dele para as pessoas e o meio ambiente. (mais…)

Ler Mais

Indígenas são atacados durante protesto pacífico contra leilão de petróleo e gás no Rio

Barrados de entrar no leilão, cerca de 180 ativistas levaram as vozes da sociedade civil para a 14a Rodada da ANP

Em 350.org 

Impedida de entrar na sala reservada para o leilão da Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANP) no hotel cinco estrelas Windsor Barra, no Rio de Janeiro, a sociedade civil brasileira deu seu recado ao governo: ‘Chega de produzir energia com combustíveis fósseis!’ Cerca de 180 ativistas, entre lideranças indígenas, pescadores, agricultores, artistas, representantes de movimentos sociais e religiosos de diversas partes do país mobilizados pela 350.org Brasil e pela COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil pelo Clima, Água e Vida, protestaram por ter sua entrada cerceada. A campanha é contra a venda de blocos para exploração convencional e não convencional de petróleo e gás no país. (mais…)

Ler Mais

Oeste de São Paulo na mira do fracking

Uma das áreas com menor desempenho econômico do Estado de São Paulo, região de Presidente Prudente se mobiliza para barrar investida da indústria do gás de xisto

Em 350.org Brasil

A Região Administrativa de Presidente Prudente, no extremo oeste de São Paulo, é uma das regiões mais pobres do estado. Abrangendo 53 municípios, ela é considerada uma das últimas fronteiras do desenvolvimento paulista, com presença constante nos noticiários que tratam de conflitos por terras. Se aproveitando do já complexo contexto fundiário e levando a falsa promessa de prosperidade à população, a indústria do fraturamento hidráulico – mais conhecido como fracking – tem investido forte na região. Mobilizados, cientistas, juristas e ativistas climáticos estão organizando palestras para conscientizar as comunidades e orientar os legisladores municipais a barrar essa que é uma das práticas mais danosas à saúde humana, animal e do meio ambiente. (mais…)

Ler Mais

Contaminação, escassez da água e terremotos minam ‘credibilidade’ do fracking

Novo estudo qualitativo mostra que as pessoas estão preocupadas com os impactos ambientais e sociais e tendem a apoiar investimentos em energias renováveis

Por Silvia Calciolari, Não Fracking Brasil

Berço do fraturamento hidráulico, ou fracking, os Estados Unidos vivem o que parecer ser o ocaso da tecnologia usada há décadas para extrair o petróleo e gás de xisto do subsolo. São incontáveis os sinais de que a fatura da produção de ‘energia barata’ que libertou os americanos da dependência do petróleo do Oriente Médio começa a ser cobrada. A primeira delas é a perda do apoio da população e a desconfiança nas instituições que sempre defenderam a tecnologia e omitiram seus riscos e perigos. (mais…)

Ler Mais

Impactados pelo petróleo protestam contra leilão de poços maduros

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

Uma caravana composta por camponeses, pescadoras, marisqueiras e outros impactados pela exploração terrestre de petróleo no Espírito Santo, reunidos na Campanha Nem Um Poço a Mais, foi ao Rio de Janeiro reivindicar o reconhecimento dos passivos socioambientais da atividade e o investimento estatal em outras fontes de energia. (mais…)

Ler Mais

Volta dos leilões da ANP é marcada por desrespeito à sociedade civil

Após impedir a entrada de ativistas e representantes dos movimentos sociais, indígenas e comunidades tradicionais, que protestavam contra combustíveis fósseis, leilão rendeu bem abaixo do esperado

Em 350.org Brasil

Mesmo diante do rastro de destruição deixado pela indústria de combustíveis fósseis em todo o mundo, sendo ela a principal causadora da crise climática global e envolvida em escandalosos casos de corrupção, o governo brasileiro não se constrangeu ao organizar uma nova rodada de leilões para licitação de blocos para exploração de petróleo e gás. Sob protestos e gritos de “Petróleo, gás, carvão: aqui tem corrupção”, ativistas da 350.org Brasil e COESUS- Coalizão Não Fracking Brasil pelo Clima, Água e Vida, indígenas, pescadores e representantes dos movimentos sociais tiveram sua presença restringida na 4ª Rodada de Acumulações Marginais, que foi realizada nesta quinta-feira (11), na sede da ANP (Agência Nacional de Petróleo e Gás), no Rio de Janeiro. (mais…)

Ler Mais

Sede da 350.org Brasil sofre novamente com tentativa de invasão

Não foi a primeira vez. Em 2015 a sede da organização, localizada em Curitiba, também sofreu arrombamento quando foram roubados documentos e equipamentos

Em 350.org 

A quem interessa prejudicar a 350.org? Será apenas coincidência ou toda vez que um leilão de petróleo e gás estiver perto de acontecer a sede da 350.org Brasil e da COESUS – Coalizão Não Fracking Brasil pelo Clima, Água e Vida sofrerá tentativa de invasão? Na noite desta quarta-feira (26), ao chegar ao local, membros da equipe se deparam com a triste constatação: câmeras danificadas, grades de segurança amassadas e cadeados serrados. (mais…)

Ler Mais

Entre Ríos é primeira província Argentina a banir o fracking

Projeto aprovado também destaca a importância da preservação da água e os cuidados com o Aquífero Guarani, a maior reserva de água doce do mundo

Por Nathália Clark, Não fracking Brasil

Um feito histórico para os argentinos. Depois de uma luta de muitos anos, a Câmara de Deputados da província de Entre Ríos, na Argentina, aprovou por unanimidade, na noite desta terça-feira (25), a lei que proíbe a técnica do fraturamento hidráulico, mais conhecida como fracking, em toda sua extensão. Com a iniciativa, a província é a primeira do país a se tornar definitivamente território livre do fracking. (mais…)

Ler Mais

Coerência e compromisso com a vida prevalecem em Wenceslau Braz (PR)

Para livrar a cidade da contaminação, vereadoras e vereadores derrubaram veto do Executivo e seguiram desejo da população que não querem a extração do gás de xisto do subsolo

Por Silvia Calciolari, Não Fracking Brasil

As vereadoras e vereadores de Wenceslau Braz, cidade com pouco mais de 22 mil habitantes do Norte Pioneiro do Paraná, derrubaram essa semana o veto do Executivo ao projeto de Lei 01/2017 que proíbe operações de fraturamento hidráulico (fracking) para extração do gás de xisto do subsolo. Aprovado por unanimidade no começo do mês, o projeto contou com amplo apoio da comunidade, lideranças políticas, religiosas e dos movimentos ambientais da cidade. (mais…)

Ler Mais